State Fair (1945)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
State Fair
A feira da vida (PRT)
Corações Enamorados / Feira de Ilusões (BRA)
 Estados Unidos
1945 •  cor •  100 min 
Direção Walter Lang
Produção William Perlberg
Roteiro Paul Green
Oscar Hammerstein II
Sonya Levien
Philip Stong
Elenco Jeanne Crain
Dana Andrews
Dick Haymes
Vivian Blaine
Cinematografia Leon Shamroy
Edição J. Watson Webb Jr.
Distribuição 20th Century Fox
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

State Fair (br.: Corações Enamorados ou Feira de Ilusões / pt.: A Feira da Vida) é um filme musical estadunidense de 1945, dirigido por Walter Lang. O roteiro adapta o do filme do mesmo nome de 1933, e apresenta músicas originais da dupla Rodgers e Hammerstein. Foi refilmado em 1962 com Pat Boone e Ann-Margret.

Foi o único musical de Rodgers e Hammerstein escrito diretamente para um filme. Apresenta as populares canções "It's A Grand Night For Singing" e "It Might as Well Be Spring (que venceu o Óscar de Melhor Canção)". Em 1996, foi adaptado para a Broadway (mantendo-se para o espetáculo o mesmo nome do filme), com canções adicionais retiradas de outros musicais da dupla de compositores.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

A família Frake vive a expectativa de participar da anual Feira Estadual de Iowa. A filha Margy quer sair da rotina da vida da fazenda e se afastar do noivo simplório e fazendeiro; o pai Abel quer ganhar a competição de porcos com seu animal Blue Boy e está tão confiante que aposta 5 dólares em sua vitória contra o vizinho Dave Miller. A mãe Melissa é uma das favoritas para participar das competições de comida. O filho Wayne fica desanimado quando a noiva Eleanor não pode acompanhá-lo. O noivo de Margy, Harry, também avisa que não a acompanhará pois precisa cuidar das vacas. Quando chegam à Feira, os pais se empenham em suas respectivas competições enquanto os filhos conhecem pessoas de fora do meio rural, o repórter Pat Gilbert e a cantora Emily Edwards, ambos de Chicago, e iniciam novos romances.

Cantores[editar | editar código-fonte]

Dick Haymes e Vivian Blaine eram conhecidos cantores de big band e interpretaram as canções com as próprias vozes. Jeanne Crain foi dublada nos números musicais por Louanne Hogan e Dana Andrews, por Ben Gage.

Números musicais[editar | editar código-fonte]

  • "Our State Fair" - de Percy Kilbride, Charles Winninger e Fay Bainter.
  • "It Might as Well Be Spring" - Jeanne Crain (dublado por Louanne Hogan).
  • "That's for Me" - Vivian Blaine com Orquestra Tommy Thomas.
  • "It's A Grand Night For Singing" - Dick Haymes, Vivian Blaine, Jeanne Crain (dublado por Louanne Hogan), Dana Andrews (dublado por Ben Gage) e Coral.
  • "That's for Me" (reprise) - Jeanne Crain (dublado por Louanne Hogan) e Dick Haymes.
  • "It's A Grand Night For Singing" (reprise 1) - William Marshall, Vivian Blaine e Coral.
  • "Isn't It Kind of Fun?" - Dick Haymes e Vivian Blaine.
  • "All I Owe Ioway" - William Marshall, Vivian Blaine, Fay Bainter, Charles Winninger e Coral.
  • "It's A Grand Night For Singing" (reprise 2) - Dick Haymes e Coral

Cultura popular[editar | editar código-fonte]

The Moon Is Blue foi tema de um episódio de 1982 da série de TV M*A*S*H, em que os personagens, ao ouvirem sobre a polêmica do filme, tentaram conseguir uma cópia para exibição na unidade médica móvel da Coreia mas tiveram que aceitar assistirem State Fair. O ator Harry Morgan, que participava da série como o personagem Sherman T. Potter, aparece em State Fair como um dos operadores das tendas[2]

Referências

  1. "Nebraska (segunda edição): A Guide to the Cornhusker State" por Federal Writers' Project, page 288
  2. Episódio de M*A*S*H em TV.com

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre State Fair (1945)