Stato da Màr

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa



Stato da Màr(veneziano)
Estado do Mar

Domínio da República de Veneza

Simple Labarum.svg
992 – 1797 Fictitious Ottoman flag 2.svg
 
Flag of the Habsburg Monarchy.svg
 
Flag of France.svg
Localização de Stato da Mar
Mapa do império colonial veneziano
Continente Europa
Região Itália
Capital Veneza
Governo Domínio (política)
Período histórico Idade Média
 •  
992 de 992
Tratado de Pietro II Orseolo
    com Basílio II Bulgaróctono
 • 1202-1204 Quarta Cruzada
 • 1463-1479 Primeira guerra otomano-veneziana
 • 1645-1669 Guerra de Creta
 • 1687-1699 Guerra da Moreia
 • 1714–18 de 1797 Última guerra otomano-veneziana
 • 17 de outubro de 1797 Tratado de Campoformio

Stato da Màr ou Domini da Màr ("Estado/Domínio do Mar") era o nome dado às possessões ultramarinas da República de Veneza, incluindo a Ístria, Dalmácia, Negroponte, a Moreia (o "Reino da Moreia"), as ilhas do Egeu do Ducado do Arquipélago, as ilhas de Creta ("Reino de Cândia") e o Reino de Chipre. Foi uma das três subdivisões de Veneza, sendo as outras duas o Dogado, que era a própria cidade de Veneza, e os Domini di Terraferma, no norte da Itália.

A fundação do império ultramarino veneziano se deu por volta do ano 1000 com a conquista da Dalmácia e alcançou o apogeu ao final da Quarta Cruzada, com a aquisição de três oitavos do Império Bizantino. Posteriormente, sob uma crescente pressão do Império Otomano, muitos territórios se perderam ou foram reorganizados até que, quando a República de Veneza caiu em 1797, apenas a Ístria, Dalmácia, Corfu e as ilhas jônicas venezianas restavam.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Stato da Màr
  • Da Mosto, Andrea: L'Archivio di Stato di Venezia, Biblioteca d'Arte editrice, Roma, 1937.
  • Mutinelli, Fabio: Lessico Veneto, tipografia Giambattista Andreola, Venezia, 1852.