Steny Hoyer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Steny Hoyer
Lider da Maioria da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos
Período 3 de janeiro de 2019 – 3 de janeiro de 2023
Líder Nancy Pelosi
Antecessor(a) Kevin McCarthy
Sucessor(a) Steve Scalise
21º e 24º Lider da Minoria da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos
Período 3 de janeiro de 2011 – 3 de janeiro de 2019
Antecessor(a) Eric Cantor
Período 3 de janeiro de 2003 – 3 de janeiro de 2007
Antecessor(a) Nancy Pelosi
Sucessor(a) Roy Blunt
Membro da Câmara dos Representantes pelo 5º distrito de Maryland
Período 19 de maio de 1981 até ao presente
Antecessor(a) Gladys Spellman
Dados pessoais
Nascimento 14 de junho de 1939 (83 anos)
Nova Iorque, Nova Iorque
Nacionalidade Americano
Cônjuge Judith Pickett (c. 1961; m. 1997)
Filhos 3
Partido Democrata
Religião Batista
Profissão Jurista

Steny Hamilton Hoyer (nascido em 14 de junho de 1939) é um político dos Estados Unidos, representante do 5º distrito de Maryland, sendo membro do Partido Democrata.

Ele foi líder da maioria entre 2007 a 2011.[1][2] entre 2003 a 2007 foi líder da minoria e de 2011 a 2019. Foi novamente, ainda, líder da maioria de 2019 a 2023.

Início de vida, educação e carreira[editar | editar código-fonte]

Hoyer nasceu na cidade de Nova Iorque, mas cresceu em Mitchellville, em Maryland. Sua mãe, Jean Baldwin, era americana, e seu pai, Steen Theilgaard Hoyer, era dinamarquês nativo de Copenhagen; "Steny" é uma variante do nome de seu pai, "Steen".[3] Graduou-se em uma escola de Suitland, Maryland.

Em 1963, graduou-se na Universidade de Maryland, onde ele também se tornou um membro da Fraternidade Sigma Chi.[4] Ele ganhou seu JD da Georgetown University Law Center, em Washington, D.C., em 1966.[4] De 1962 a 1966, Hoyer era um membro da equipe do senador Daniel Brewster (D-Maryland).

Senado de Maryland[editar | editar código-fonte]

Em 1966, Hoyer ganhou uma vaga no Senado estadual, representando o Condado de Prince George, Maryland.[4] Em 1975, Hoyer foi eleito Presidente do Senado, o mais jovem na história do Estado.[5] Em 1978, Hoyer concorreu a vice-governador de Maryland, mas perdeu para Samuel Bogley. No Hoyer ano foi nomeado para o Conselho de Maryland de Ensino Superior, cargo que serviu em até 1981.[4]

Câmara dos representantes[editar | editar código-fonte]

Steny foi eleito para a câmara em 1980, derrotou Audrey E. Scott, com 55% dos votos.

Posições políticas[editar | editar código-fonte]

Hoyer na Convenção Nacional Democrata de 2008
  • Questões sociais: votou contra o projeto de proibição parcial do aborto em 2003. Hoyer apoia os direitos dos homossexuais.
  • Privacidade: Hoyer afirmou que se opõem ao projeto de lei, feito pelos senadores Patrick Leahy e Russ Feingold como uma "capitulação", que daria imunidade a qualquer empresa de telecomunicações,[6] que tinha sido dito pela administração de Bush de que suas ações foram legais.[6][7][8][9][10]

Internacional[editar | editar código-fonte]

  • Índia: apoia a cooperação nuclear.[11]
  • Iraque: inicialmente apoiava a guerra do Iraque,[12] mas mais recentemente deu apoio a retirada das tropas dos Estados Unidos que estão no país.[13]
  • Israel: é apoiante de Israel.
  • Irã: não apoia as armas nucleares do país.[14]

Referências

  1. «Democrats defy Pelosi, elect Hoyer House leader». Reuters. 16 de novembro de 2006. Consultado em 16 de novembro de 2006 
  2. Alexander Mooney (16 de novembro de 2006). «Hoyer beats out Murtha for majority leader». CNN Political Ticker. CNN.com. Consultado em 16 de novembro de 2006 
  3. Jessica Valdez. "For Hoyer, a Balancing of Roles" Arquivado em 14 de novembro de 2006, no Wayback Machine.. The Washington Post. August 28, 2004.
  4. a b c d "Steny H. Hoyer (Democrat), U.S. Representative. Maryland Archives. Retrieved November 18, 2006.
  5. Biography of Congressman Steny Hoyer Arquivado em 14 de novembro de 2006, no Wayback Machine.. From the official website of Steny Hoyer. Retrieved November 18, 2006.
  6. a b Hess, Pamela, Associated Press [1][ligação inativa] June 20, 2008
  7. Greg Sargent. «Steny Hoyer Says Some Strong Words Against Telecom Immunity». TPM Election Central. Consultado em 18 de junho de 2008. Arquivado do original em 7 de abril de 2008 
  8. Bob Fertik. «Wiretapping: Impeachment Not Immunity». Democrats.com. Consultado em 17 de junho de 2008. Arquivado do original em 18 de junho de 2008 
  9. Kagro X. «Hoyer: I've lost all control». DailyKos. Consultado em 18 de junho de 2008 
  10. Glenn Greenwald. «Targeting Steny Hoyer for his contempt for the rule of law». Salon.com. Consultado em 19 de junho de 2008 
  11. http://clerk.house.gov/evs/2006/roll541.xml
  12. «Rep. Steny Hoyer :: newsroom». Consultado em 27 de junho de 2011. Arquivado do original em 25 de julho de 2007 
  13. Weisman, Jonathan; Kane, Paul (8 de dezembro de 2007). «Hill Close To Deal on War Funds». The Washington Post. Consultado em 24 de maio de 2010 
  14. «Democrats: Nuclear Iran unacceptable». jpost.com. Consultado em 8 de janeiro de 2007 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons
Wikinotícias Notícias no Wikinotícias