Steorn

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto.
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Steorn, Ltda. é uma pequena empresa desenvolvedora de tecnologia sediada em Dublin, Irlanda.

A companhia chamou a atenção da mídia em Agosto de 2006 por colocar um anúncio de página inteira na revista The Economist, afirmando ter desenvolvido uma tecnologia que produz "energia constante, limpa, e a partir do nada", e desafiando a comunidade científica a colocar a tecnologia à prova.[1]

Isto é, alegação deste tipo significa dizer que a companhia criou uma forma de energia que não se esgota, ou uma máquina de moto perpétuo. Tal tecnologia viola as Leis Fundamentais da Termodinâmica, a Primeira lei da termodinâmica, em particular. Em Dezembro de 2006, a companhia anunciou que um júri de cientistas foi escolhido para testar a invenção, batizada de Orbo. A companhia ainda não se pronunciou quanto a deixar o conhecimento da nova tecnologia público.

Verdicto do grupo controle[editar | editar código-fonte]

O grupo controle foi presidido pelo Professor Emérito de Engenharia Elétrica da Universidade de Alberta Ian MacDonald e começou a trabalhar em fevereiro de 2007. Em junho de 2009, o grupo por unanimidade, anunciou que "As tentativas de provar que a tecnologia Steorn funcione não demonstraram alguma produção de energia". O júri foi então dissolvido. O jornalista Dick Ahlstrom, escreveu no Irish Times, que pode-se concluir definitivamente que a tecnologia Steorn não funciona.[2]

Referências

  1. Copy of Steorn advertisement featured in The Economist, hosted by dispatchesfromthefuture.com (JPEG). Dispatchesfromthefuture.com. Página visitada em 21 de janeiro de 2009.
  2. "Energy for nothing" gizmo fails jury vetting. Irish Times (24 de junho de 2009).
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.