Steve Jansen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Steve Jansen
Informação geral
Nome completo Steve Jansen
Nascimento 1 de dezembro de 1959 (61 anos)
Origem Kent
País  Inglaterra
Gênero(s) Pós-punk, new wave, art rock, música eletrônica, música experimental
Instrumento(s) Bateria, percussão
Período em atividade 1974 – atualmente
Outras ocupações Vocal, piano, sintetizador sampler, guitarra[1]
Gravadora(s) Virgin Records, Medium Productions Limited, Samadhisound[2]
Afiliação(ões) Japan
The Dolphin Brothers
Rain Tree Crow
JBK
Nine Horses
Página oficial Steve Jansen

Steve Jansen, nascido Stephen Batt (Beckenham, Kent, Inglaterra, 1 de dezembro de 1959), é um baterista, percussionista, compositor e cantor inglês; conhecido como um dos fundadores do grupo de glam rock e new romantic Japan, junto com David Sylvian (nascido David Batt - vocais, guitarra e teclado), Mick Karn (nascido Andonis Michaelides - baixo fretless), Richard Barbieri (teclados) e Rob Dean (nascido Robert Dean - guitarra solo).[3] Após o Japan, Steve tocou em discos de Sylvian, seu irmão, e fez uma parceria consistente com Barbieri, com cinco álbuns de estúdio entre 1985 e 1996 para a Virgin Records e Venture (incluindo o dos Dolphin Brothers) e lançando pelo selo fonográfico Medium Productions com Karn e Barbieri. Foi integrante da banda Nine Horses.[4][5] Slope, de 2007, é seu primeiro disco solo.[1]

História[editar | editar código-fonte]

1959-1990: Nascimento, Japan, Worlds in a Small Room e The Dolphin Brothers[editar | editar código-fonte]

Nascendo em 1 de dezembro de 1959, Jansen entra com a idade de 14 anos para o Japan; que em seu início era um trio com seu irmão David Sylvian e o baixista Mick Karn, fazendo seu primeiro show em 1 de junho de 1974, com Richard Barbieri e Robert Dean entrando logo após este show.[6] Depois do fim do Japan, que lançou cinco discos de estúdio entre 1978 e 1982, Jansen grava com Richard Barbieri o álbum Worlds in a Small Room, saindo em 1985 no Japão e em 1986 no Reino Unido,[7] e juntos montam o The Dolphin Brothers, onde fica responsável pela bateria e percussões, além de ser o vocalista; lançando o álbum Catch the Fall[1], e dois singles, em 1987.[8][9]

Neste período ele também foi baterista nos discos de Sylvian, participando das gravações de "Bamboo Houses" / "Bamboo Music" (single de 1982, com Ryuichi Sakamoto),[10] dos álbuns Brilliant Trees, Gone to Earth e Secrets of the Beehieve e do álbum experimental Alchemy: An Index of Possibilities; também tocando a bateria, teclado e piano, do single 12" "Buoy" (1986), de Mick Karn (com Sylvian nos vocais),[11] e participando em seus dois primeiros álbuns, Titles e Dreams of Reason Produce Monsters. Continua participándo das gravações de seu irmão durante a década de 1990 (no álbum Dead Bees on a Cake, de 1999), com exceção da parceria Sylvian/Fripp, que gerou os álbuns The First Day (1993, com o baterista Jerry Marotta)[12] e o ao vivo Damage (1994, com o baterista Pat Mastelotto).[13][14]

1991-2015: Rain Tree Crow, Stories Across Borders, JBK e Medium Productions, Nine Horses, Slope, Lumen, Through a Quiet Window[editar | editar código-fonte]

Em 1991, Jansen volta com os integrantes do Japan no álbum Rain Tree Crow; grava com Barbieri o álbum Stories Across Borders[15] e cria, entre 1993 e 2001, a banda JBK (Jansen, Barbieri, Karn) com Barbieri e Mick Karn; também lançando a Medium Productions Limited, seu próprio selo fonográfico; uma forma de lançar suas músicas em conjunto, assim como os lançamentos de outros artistas. O grupo JBK gravou os discos Beginning to Melt, Seed, _ISM e uma gravação ao vivo, Playing in a Room With People.[16] Lança por este selo, em 1995, o álbum Stone to Flesh[17] e, em 1996, Other Worlds in a Small Room,[18] ambos com Barbieri; além de lançar Changing Hands, com Barbieri e Nobukazu Takemura, em 1997.[9]

Jansen colaborou com outros artistas, como o japonês Yukihiro Takahashi ‎– no single 12" de "Stay Close" (1986)[19] e no álbum[20] e single 12"[21] PulseXPulse (1997), além de lançar alguns singles e o álbum de remixagens Pulse Remix[9] ‎– e a cantora e compositora italiana Alice.[3] Também trabalhou num projeto intitulado Nine Horses com seu irmão David Sylvian e com Burnt Friedman, lançando o álbum de nome Snow Borne Sorrow (2005), o single "Wonderful World" (2006) e o EP Money for All (2007)[5] pelo selo de Sylvian, o Samadhisound,[2] que lança o primeiro álbum solo de Jansen, Slope, em 22 de outubro de 2007;[1] também gerando o arquivo MP3 de 4 Remixes From Slope (2008).[22][23] 2008 é também o ano de lançamento do DVD do filme, gravado em Tóquio em 29 de fevereiro do mesmo ano, The Occurrence of Slope, lançado em CD pela Samadhisound em 2009.[22] Em 28 de outubro de 2013, a gravadora Burning Shed lança um box em CD triplo e incluindo o álbum Slope original, mais remixes, gravações ao vivo e trilhas sonoras instrumentais, contendo as já conhecidas "Playground Martyrs" e "Ballad of a Deadman", ambas com Sylvian nos vocais, sendo que a primeira possui uma versão com vocais de Nina Kinert. Slope, o álbum, conta com a participação de Tim Elsenburg, Joan Wasser, Thomas Feiner, Anja Garbarek e Theo Travis, além de Sylvian e Kinert.[24][1][25] Em 2013, o artista disponibilizou, em MP3 e FLAC, os arquivos das músicas "Captured Through a Quiet Window" e "Exit North", esta última originalmente composta para acompanhar uma performance visual intitulada 'North', em 2010, permanecendo inacabada e sendo posteriormente concluída em janeiro de 2013.[22][26][27] 2014 marca o lançamento da composição "Faced With Nothing", uma colaboração com a cantora Nicola Hitchcock, disponível em single e MP3 a partir de 01 de setembro.[22][28]

Em fevereiro de 2015, uma gravação do único concerto, datado de 01 de novembro de 1996, de Steve Jansen e Richard Barbieri, já realizado até à data e com canções dos discos Stories Across Borders e Stone To Flesh, é liberada pela Kscope com o título Lumen, em vinil e com arte de capa por Carl Glover. Foram acompanhados, neste concerto, por Mick Karn e Steven Wilson.[29] Em março ele anuncia o lançamento no iTunes do álbum Kinoapparatom, gravado em Milão, no Palazzina Liberty, em 11 de dezembro de 1999, com o tecladista Claudio Chianura e lançado em 2001 pela Medium Productions Limited, em nova versão com três músicas extras ("Machine Room", "Mirror", "Ballerina"). Em 12 de abril, Steve anuncia sua página oficial no Facebook. A partir de 28 de setembro é anunciada a venda de um livro de fotos por Steve Jansen, Through a Quiet Window. Também participa do projeto Music for a Dying Star.[30] Em 21 de outubro de 2015 é lançada pela Kscope uma nova edição, remasterizada, do álbum Stone to Flesh, lançado originalmente em 1995 com Richard Barbieri.[31]

2016: Tender Extinction[editar | editar código-fonte]

Em março de 2016, o músico anuncia em sua página o lançamento de seu segundo disco solo, Tender Extinction, lançado em abril e agora disponível por seu próprio selo (SJ01).[32]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Japan / Rain Tree Crow[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Japan

Solo[editar | editar código-fonte]

Ao vivo[editar | editar código-fonte]

  • The Occurrence of Slope (2009) - Samadhisound (CD e MP3)[22]

Parcerias[editar | editar código-fonte]

  • Worlds in a Small Room - álbum, com Richard Barbieri (1985) - Victor, Japão / (1986) - Pan East Records, UK[7]
  • "Stay Close" / "Betsu-Ni", "Stay Close (Weirder World)" - 12", com Yukihiro Takahashi (1986)[19]
  • "Shining" / "My Winter" - 7", com Richard Barbieri, como The Dolphin Brothers[8] (1987) - Virgin Records
  • Catch the Fall - álbum, com Richard Barbieri, como The Dolphin Brothers (1987) - Virgin Records
  • "Second Sight" / "Host to the Holy" - 7", com Richard Barbieri, como The Dolphin Brothers (1987) - Virgin Records
  • Stories Across Borders - álbum, com Richard Barbieri (1991) - Venture[15]
  • Beginning to Melt - álbum, com Richard Barbieri e Mick Karn (JBK)[16] (1993) - Medium Productions Limited
  • Seed - EP, com Richard Barbieri e Mick Karn (JBK) (1994) - Medium Productions Limited
  • Stone to Flesh - álbum, com Richard Barbieri (1995) - Medium Productions Limited[17] / (2015) - Kscope[31]
  • Other Worlds in a Small Room - álbum, com Richard Barbieri (1996) - Medium Productions Limited (contendo 4 músicas do álbum Worlds in a Small Room)[18]
  • Changing Hands - álbum, com Richard Barbieri e Nobukazu Takemura (1997) - Medium Productions Limited[35]
  • Pulse X Pulse: "Life's Like That", "The Choice", "Wave" / "Memory Without Consequence", "A River Dry", "Prayer of Gold" - 12", com Yukihiro Takahashi (1997) - Consipio Records, Japão[21]
  • Pulse X Pulse - álbum, com Yukihiro Takahashi (1997) - Consipio Records, Japão / (1998) - Medium Productions Limited, UK[20]
  • Pulse Remix - álbum, com Yukihiro Takahashi (1998) - Consipio Records, Japão / (1999) - Medium Productions Limited, UK[36]
  • _ISM - álbum, com Richard Barbieri e Mick Karn (JBK) (1999) - Medium Productions Limited
  • Playing in a Room With People - álbum ao vivo, com Richard Barbieri e Mick Karn (JBK) (2001) - Medium Productions Limited
  • Kinoapparatom - álbum, com Claudio Chianura (2001) - Medium Productions Limited[37]
  • Snow Borne Sorrow - álbum, como Nine Horses[5] (2005) - Samadhisound
  • "Wonderful World", "The Banality of Evil", "When Monday Comes Around", "Wonderful World, Radio Edit" - CD single e FLAC, como Nine Horses (2006) - Samadhisound
  • Money for All - EP, como Nine Horses (2007) - Samadhisound
  • A Secret Life - álbum, com Steve D'Agostino e John Foxx (2009) - Metamatic[38]
  • "Faced With Nothing" - MP3, com Nicola Hitchcock - Not on Label (2014)[28]
  • Lumen - álbum ao vivo, com Richard Barbieri (2015) - Kscope[29][30]

Gravações para outros artistas[editar | editar código-fonte]

  • David Sylvian e Ryuichi Sakamoto, "Bamboo Houses" / "Bamboo Music" - 12" e 7", Virgin Records (1982)[10]
  • Mick Karn, Titles - álbum, Virgin Records (1982) (músicas "Tribal Dawn" e "Sensitive")[39]
  • Mick Karn, "Buoy" / "Dreams of Reason", "Language of Ritual" - 12", Virgin Records (1986)[11]
  • Mick Karn, "Buoy" / "Dreams of Reason" - 7", Virgin Records (1987)[40]
  • Mick Karn, Dreams of Reason Produce Monsters - álbum, Virgin Records (1987) (com a música "Land" composta por Jansen)[41]
  • Alice, Il Sole Nella Pioggia - álbum, EMI (1989)[42]
  • Richard Barbieri e Tim Bowness, Flame - álbum, One Little Indian (1994) (músicas "A Night in Heaven", "Song of Love and Everything, Part I And II", "Flame", "Trash Talk", "Torch Dance", "Feel")[43]
  • Indigo Falls (Richard e Suzanne Barbieri), Indigo Falls - álbum, Medium Productions Limited (1997) (músicas "Only Forward", "World's End" e "The Wilderness")[44]
  • Nicola Alesini e Pier Luigi Andreoni, Marco Polo (Volume II) - álbum, Materiali Sonori (1998) (músicas "Tabriz", "Indiablue" e "The Valley of Pamir, 2nd Day")[45]
  • David Sylvian e Ryuichi Sakamoto, "World Citizen (I Won't Be Disappointed)" - CD single, Warner Music Japan (2003) (músicas "World Citizen, Short Version" e "World Citizen, Long Version")[46]
  • Alice, Lungo La Strada Live - álbum, Arecibo (2009)[47]
  • Alice, Samsara - álbum, Arecibo (2012)[48]

Colaborações com David Sylvian (em carreira solo)[editar | editar código-fonte]

De acordo com o Discogs.[14]

  • Brilliant Trees (1984) - Virgin Records
  • Alchemy: An Index of Possibilities (1985) - Virgin Records
  • Gone to Earth (1986) - Virgin Records
  • Secrets of the Beehive (1987) - Virgin Records
  • Dead Bees on a Cake (1999) - Virgin Records

Livros[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e «Steve Jansen - Slope» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  2. a b «Samadhisound» (em inglês). Samadhisound. 1 páginas. Consultado em 16 de dezembro de 2013 
  3. a b «Steve Jansen biography» (em inglês). BBC. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  4. «Steve Jansen biography» (em inglês). Steve Jansen (página oficial). 1 páginas. Consultado em 21 de dezembro de 2013 
  5. a b c «Nine Horses» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  6. Barboza, Marcelo A. «Biografia do Japan». Mofo. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  7. a b «Jansen / Barbieri - Worlds in a Small Room» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  8. a b «The Dolphin Brothers» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  9. a b c «Jansen / Barbieri discography» (em inglês). Discog.info. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  10. a b «Sylvian / Sakamoto - Bamboo Houses-Bamboo Music» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  11. a b «Mick Karn featuring David Sylvian - Buoy (12")» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  12. «Sylvian / Fripp - The First Day» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  13. «Sylvian / Fripp - Damage» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  14. a b «David Sylvian» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  15. a b «Steve Jansen and Richard Barbieri - Stories Across Borders» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  16. a b «Jansen / Barbieri / Karn (Medium Productions Limited)» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  17. a b «Jansen / Barbieri - Stone to Flesh» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  18. a b «Jansen / Barbieri - Other Worlds in a Small Room» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  19. a b «Jansen / Takahashi - Stay Close» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  20. a b «Jansen / Takahashi - PulseXPulse (album)» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  21. a b «Jansen / Takahashi - PulseXPulse (single)» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  22. a b c d e «Steve Jansen discography» (em inglês). Steve Jansen (página oficial). 1 páginas. Consultado em 3 de dezembro de 2015 
  23. a b «Steve Jansen - 4 Remixes From Slope» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  24. «Steve Jansen - Slope (página oficial)» (em inglês). Steve Jansen (página oficial). 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  25. «Steve Jansen - Slope (box set)» (em inglês). Nightporter. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  26. a b «Steve Jansen - Captured Through a Quiet Window» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  27. a b «Steve Jansen - Exit North» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  28. a b «Steve Jansen Feat. Nicola Hitchcock ‎– Faced With Nothing» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 3 de dezembro de 2015 
  29. a b «Jansen / Barbieri - Lumen» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 23 de dezembro de 2015 
  30. a b «Steve Jansen news» (em inglês). Steve Jansen (página oficial). 1 páginas. Consultado em 23 de dezembro de 2015 
  31. a b «Jansen / Barbieri - Stone to Flesh (2015)» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 24 de dezembro de 2015 
  32. a b «Steve Jansen ‎– Tender Extinction» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 27 de junho de 2016 
  33. «Steve Jansen - Swimming in Qualia (Ascent)» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  34. «Steve Jansen - Slope (box set)» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  35. «Jansen / Barbieri / Takemura - Changing Hands» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  36. «Jansen / Takahashi - Pulse Remix» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  37. «Jansen / Chianura - Kinoapparatom» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  38. «D'Agostino / Foxx / Jansen - A Secret Life» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  39. «Mick Karn - Titles» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  40. «Mick Karn featuring David Sylvian - Buoy (7")» (em inglês). 45cat. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  41. «Mick Karn - Dreams of Reason Produce Monsters (cassete)» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  42. «Alice - Il Sole Nella Pioggia» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  43. «Barbieri / Bowness - Flame» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 18 de dezembro de 2013 
  44. «Indigo Falls - Indigo Falls» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 18 de dezembro de 2013 
  45. «Alesini / Andreoni - Marco Polo (Volume II)» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  46. «Sylvian / Sakamoto - World Citizen (I Won't Be Disappointed)» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  47. «Alice - Lungo La Strada Live» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  48. «Alice - Samsara» (em inglês). Discogs. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  49. «Steve Jansen newsfeed» (em inglês). Davidsylvian.net. 1 páginas. Consultado em 15 de dezembro de 2013. Arquivado do original em 1 de janeiro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]