Stewie Griffin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Stewie Griffin
Stewie Griffin.png
Stewie Griffin
Nome completo Stewart Gilligan Griffin
Sexo Masculino
Espécie Humano
Olhos Pretos
Características Pragmático e Maquiavélico
Família Filho de:
Lois e Peter Griffin
Irmão de:
Chris e Megan Griffin
Amigo(s) Brian Griffin
Rupert
Bart Simpson
Inimigo(s) Bertram
Lois
Nelson Muntz
Criado por Seth MacFarlane
Voz Estados Unidos Seth MacFarlane
Dublagem Brasil Wellington Lima
Primeira aparição "Death Has a Shadow"
Espécie Humano

Stewart "Stewie" Gilligan Griffin é um personagem fictício da série de animação de comédia Family Guy (br: Uma Família da Pesada). Seus pais são Lois e Peter Griffin; seus irmãos são Chris e Megan Griffin; seu melhor e único amigo é Brian Griffin, o cão da família e seu amigo de pelúcia Rupert.

Apesar de ser apenas uma criança, Stewie possui uma inteligência acima da média, sendo uma criança super dotada, não se sabe ao certo o que gerou este QI elevado, já que os pais não possuem, consequentemente nem os outros irmãos.

Stewie é um personagem com uma personalidade peculiar na série, ele já possui e toma atitudes como adulto, mesmo sendo uma criança. Stewie odeia sua família e outras pessoas, já tendo planejado diversas vezes assassinatos mal sucedidos a pessoas de sua família, como diversas vezes tentou matar sua mãe, pai ou irmã.
Sua cultura é rica, pratica métodos de não se irritar, como ioga/yoga por exemplo.
Muita das vezes funciona já que ele não é irritado, ele é um personagem frio na série e racional, lógico.
Stewie já se apaixonou várias vezes durante a série, até mesmo por sua mãe, onde quase passou a mudar o rumo de seu destino não existencial.
Mas não possui grande sorte no amor. 
É um personagem seguro de si, já que odeia onde mora, sua família e seus costumes.
Diversas vezes durante episódios, mencionou que deveria ser tratado como um rei, morando em uma mansão e com uma família bem sucedida.     Infelizmente, neste caso, é tudo ao contrário.
Mesmo criança, possui habilidades extraordinárias em física, química, engenharia e psicologia, tendo como objetivo de vida dominar o mundo. Sendo um personagem muito distante de qualquer pessoa da família, um bom exemplo disso é sua linguagem.
Mesmo sendo norte-americano, Stewie fala com um inglês britânico, com tons e gírias britânicas em vez de um sotaque americano, já que ninguém na família possui algo parecido.    Consequentemente ele aprendeu sozinho a falar e escrever, já aproveitando a aperfeiçoando o inglês  britânico.
Não se sabe ao certo sua sexualidade, pois algumas cenas na série possuem uma conotação sexual de duplo sentido com homens e mulheres, por dedução de episódios, mesmo nunca oficialmente falado pelos produtores, Stewie é bissexual na trama do seriado.

Suas aventuras se baseiam em sua inteligência. Vários episódios onde Stewie é o personagem principal, ou ele está dentro de seu armazém secreto de armas dentro do seu armário ou está viajando no tempo, muitas vezes com Rupert ou Brian, cujo, único membro da família que sabe sua super dotação (e que Stewie possui uma máquina do tempo no seu quarto). Durante essas aventuras, ora está roubando a cura do câncer do pai de sua mãe, ou está impedindo que o meteoro extinta os dinossauros e até mesmo vendo TV.

Criação e desenvolvimento do personagem[editar | editar código-fonte]

Seth MacFarlane criou e faz a voz de Stewie.

Em apenas três meses, MacFarlane criou a família Griffin e desenvolveu os personagens de Family Guy. No caso da concepção visual de Stewie, a de sua cabeça foi desenhada seguindo o modelo de uma bola de futebol americano. No episódio "Stuck Together, Torn Apart", um flashback mostrava que a cabeça de Stewie aparecia igual às dos demais bebês apresentados na animação. No entanto, flashbacks no episódio "Chitty Chitty Death Bang" mostravam que a cabeça de Stewie tinha esse formato no momento de seu nascimento.

Outra característica de destaque é o alto Q.I e a capacidade criar máquinas sofisticadas como máquinas do tempo, mas ao mesmo tempo ser ingênuo em certos aspectos. Com todos esses aspectos combinados, Stewie tornou-se um dos personagens favoritos dos espectadores da série.

Em vários episódios ele portas metralhadoras e espingardas (shotguns), ou até mesmo usa-as em atos de destruição, tentativas de assassinato e para chamar a atenção de Lois.

Junto com o cão falante Brian (também dublado por Seth MacFarlane), faz episódios especiais em que ambos são o centro da história, devido ao grande exito da mescla de caraterísticas humanas e caninas de Brian e as características geniais e diabolicas e ao mesmo tempo as vezes infantis de Stewie as vezes são aclamados pelos fãs da série até como personagens favoritos, dividindo a atenção com Peter Griffin (também dublado por Seth MacFarlane). Uma curiosidade é que foi Brian quem lhe deu o nome, pois num episodio Brian estraga a máquina do tempo de stewie e o tempo anda para trás, até ao momento quando Stewie nasce, e Brian consegue reparar a máquina á ultima da hora, ao ir ao hospital para ver como estava stewie ele diz "Onde está o Stewie?" e Meg diz, "Quem é o Stewie?", nesse momento Stewie nasce e Lois pergunta como se vai chamar, e Meg diz que Brian falou num Stewie qualquer e por isso se calhar se devia chamar assim, portanto foi Brian quem tecnicamente deu o nome a Stewie.

Outras aparições na mídia[editar | editar código-fonte]

Devido à sua grande popularidade, Griffin teve outras aparições na TV fora de Family Guy. Na FOX, apareceu em um episódio de Bones (para revelar o possível motivo de seu tumor cerebral) e na 59ª Edição Anual dos Prémios Emmy do Primetime (onde apresentou um número musical com Brian). Stewie apareceu também em um anúncio da Coca-Cola durante o intervalo do Super Bowl XLII e num segmento do Late Show with David Letterman denominado "Dez Coisas Que Você Não Deve Dizer para o Seu Filho".