Stoa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Estoa de Átalo, após restauro, em Atenas.

Stoa ou Estoa[1] (em grego: Στοά; transl.: Stoá , lit. "pórtico" ou "colunata"; pl. stoai) é um elemento arquitetônico muito utilizado na Grécia Antiga, que consistia de um corredor ou pórtico coberto, comumente destinado ao uso público.

As primeiras estoas eram abertas na entrada, com colunas que ladeavam o edifício, criando uma atmosfera envolvente e protegida. As colunas costumavam ser feitas no estilo dórico. Já os exemplos posteriores possuem dois andares, com um telhado que cobre as colunatas internas onde lojas ou oficinas estavam localizadas, e passaram a seguir a arquitetura jônica. Estes edifícios eram inteiramente abertos ao público; mercadores podiam vender neles seus produtos, artistas mostravam ali suas obras, e cerimônias religiosas podiam ocorrer ali. As estoas ficavam normalmente ao redor das ágoras, praças centrais das grandes cidades onde funcionavam os mercados.

Estoas célebres[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. "Stoá e pórtico" (em português). Consultado em 15-02-2015. 
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.