Estregnésia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Strängnäs)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Arrows-move.svg
Em 19 de junho de 2018 foi proposta a renomeação deste artigo para Strängnäs. Se não concorda, use a página de discussão.
Obs.: Ver explicação na discussão do artigo
Localização de Estregnésia na Suécia

Strängnäs ou Estregnésia (em sueco: Strängnäs; em latim: Stregnesia) é uma cidade da Suécia, com cerca de 13 000 habitantes e 31 000 em todo o município.[1][2] É a sede do município de Estregnésia, pertencente ao condado de Sudermânia, localizado no centro da Suécia.[3] Localizada numa pequena península na margem do Lago Malar, fica a 30 km a leste da cidade de Eskilstuna.[3][4] O centro da cidade está dominado pela Catedral de Estregnésia.[3]

Etimologia e uso[editar | editar código-fonte]

A palavra Strängnäs (PRONUNCIADA strênh-nés) significa armadilhas no istmo. A ocorrência mais antiga de que há memória é ”Strigines”, datada de 1120, na qual é apontada como sede de diocese. Num documento em latim de 1275, é citada como ”Strengines”.[5][6][7]
Nas poucas ocorrências do termo em português, é usada a forma original ”Strängnäs”.[8][9]

Referências

  1. «Strängnäs». Norstedts uppslagsbok (em sueco). Estocolmo: Norstedts. 2007-2008. p. 1243. 1488 páginas. ISBN 9789113017136 
  2. «Strängnäs kommun». Norstedts uppslagsbok (em sueco). Estocolmo: Norstedts. 2007-2008. p. 1242. 1488 páginas. ISBN 9789113017136 
  3. a b c «Strängnäs» (em sueco). Nationalencyklopedin – Enciclopédia Nacional Sueca. Consultado em 9 de novembro de 2016. 
  4. «Strängnäs» (em inglês). Google Maps. Consultado em 16 de junho de 2018. 
  5. Wahlberg, Mats (2003). «Strängnäs». Svenskt ortnamnslexikon [Dicionário das localidades suecas] (em sueco). Uppsala: Språk- och folkminnesinstitutet e Institutionen för nordiska språk vid Uppsala universitet. p. 310. 422 páginas. ISBN 91-7229-020-X 
  6. «Strängnäs» (em sueco). Nationalencyklopedin – Enciclopédia Nacional Sueca. Consultado em 16 de junho de 2018. 
  7. Elof Hellquist. «Strängnäs» (em sueco). Projekt Runeberg - Svensk etymologisk ordbok (Projeto Runeberg - Dicionário etimológico sueco - Arquivo Nacional da Suécia). Consultado em 17 de junho de 2018. 
  8. Nuno Miguel Gaspar. «Os Vitrais do Palácio da Pena e a Colecção de D. Fernando II. Contributos para o seu estudo» (PDF). Universidade de Lisboa. Consultado em 17 de junho de 2018. 
  9. Maria Cristina Pereira. «Encontros com as Imagens Medievais» (PDF). Universidade Federal do Amapá. Consultado em 17 de junho de 2018. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Estregnésia
Ícone de esboço Este artigo sobre Cidades da Suécia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.