Strikeforce: Fedor vs. Werdum

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde janeiro de 2014). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Strikeforce: Fedor vs. Werdum
Detalhes
Promoção Strikeforce
Data 02010-06-26 26 de junho de 2010
Local HP Pavilion
Cidade Estados Unidos San Jose, California
Público 11,757[1]
Arrecadado $1,066,739[1]
Cronologia
Strikeforce: Los Angeles Strikeforce: Fedor vs. Werdum Strikeforce Challengers: del Rosario vs. Mahe

Strikeforce: Fedor vs. Werdum foi um evento de artes marciais mistas promovido pelo Strikeforce em parceria com a M-1 Global, ocorrido em 02010-06-26 26 de junho de 2010 no HP Pavilion em San Jose, California.[2]

Background[editar | editar código-fonte]

Josh Thomson era originalmente esperado para enfrentar Lyle Beerbohm nesse evento. Em 21 de Maio, Thomson anunciou que Beerbohm se machucou em sua luta anterior com Vitor Ribeiro, e foi substituído.[3] Pat Healy acabou enfrentando Thomson.

O lutador da M-1 Global Magomed Shikhshabekov era esperado para enfrentar o lutador da American Kickboxing Academy Ron Keslar.[4] Porém, Shikhshabekov foi forçado a se retirar do card com problemas no visto, e foi substituído por Chris Cope.[5]

O evento teve a audiência aproximadamente 492,000 telespectadores na Showtime.[6]

Resultados[editar | editar código-fonte]

Card Principal (Showtime)
Categoria Vencedor Perdedor Método Round Tempo Notas
Pesados Brasil Fabrício Werdum derrotou Rússia Fedor Emelianenko Finalização (triângulo c/ chave de braço) 1 1:09
Médios Vietnã do Sul Cung Le derrotou Estados Unidos Scott Smith Nocaute (chute rodado e socos) 2 1:46
Penas Feminino Brasil Cristiane Justino derrotou Estados Unidos Jan Finney Nocaute Técnico (joelhada no corpo) 2 2:56 a[›]
Leves Estados Unidos Josh Thomson derrotou Estados Unidos Pat Healy Finalização (mata leão) 3 4:27
Card Preliminar
Médios Estados Unidos Chris Cope derrotou Estados Unidos Ron Keslar Nocaute Técnico (chute na cabeça e socos) 2 4:32
Meio Médios Estados Unidos Bret Bergmark derrotou Brasil Vagner Rocha Decisão Unânime (29-28, 30-27 e 30-26) 3 5:00
Médios Estados Unidos Yancy Medeiros derrotou Estados Unidos Gareth Joseph Nocaute (socos) 2 1:19
Leves Estados Unidos Bobby Stack derrotou Estados Unidos Derrick Burnsed Decisão Dividida (29-28, 27-30 e 29-28) 3 5:00

^ a: Pelo Cinturão Peso Pena Feminino do Strikeforce; Justino perdeu um ponto por golpear Finney na nuca.

Pagamento Anunciado[editar | editar código-fonte]

O seguinte é a lista de salários dos lutadores fornecido pela Comissão Atlética do Estado da Califórnia. Isso não inclui deduções por itens como segurança, licenças e impostos. Adicionalmente, não inclui o dinheiro pago pelos patrocinadores, que muitas vezes são uma grande parte do que sustentam os lutadores.[7]

  • Fabricio Werdum: $100,000 (sem bônus de vitória) derrotou Fedor Emelianenko: $400,000
  • Cung Le: $100,000 (sem bônus de vitória) derrotou Scott Smith: $55,000
  • Cristiane "Cyborg" Justino: $35,000 ($15,000 bônus de vitória e mais $5,000 de bônus da campeã) derrotou Jan Finney: $6,000
  • Josh Thomson: $60,000 (sem bônus de vitória) derrotou Pat Healy: $8,000
  • Chris Cope: $3,000 ($1,000 bônus de vitória) derrotou Ron Keslar: $1,500
  • Bret Bergmark: $3,000 ($1,500 bônus de vitória) derrotou Vagner Rocha: $2,500
  • Yancy Medeiros: $8,000 ($4,000 bônus de vitória) derrotou Gareth Joseph: $2,000
  • Bobby Stack: $2,800 ($1,500 bônus de vitória) derrotou Derrick Burnsed: $2,000

Notas[editar | editar código-fonte]

O comentarista do Strikeforce, ex-Campeão Meio Pesado do UFC, e ex-King of Pancrase, Frank Shamrock anounciou sua aposentadoria do MMA nesse evento.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]