Stronghold: Crusader Extreme

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Stronghold: Crusader Extreme
Desenvolvedora(s) Firefly Studios
Publicadora(s) Gamecock Media Group
Plataforma(s) Microsoft Windows
Série Stronghold
Data(s) de lançamento
  • AN 27 de Maio de 2008
[1]
Gênero(s) Estratégia em tempo real, Simulação
Modos de jogo Jogador único, Multi-jogador
Classificação Inadequado para menores de 13 anos i ESRB (América do Norte)
Stronghold: Crusader
nenhum

Stronghold: Crusader Extreme é uma versão atualizada da expansão (Stronghold: Crusader) do jogo eletrônico de 2001 da Firefly Studios, Stronghold. Crusader Extreme se passa no Oriente Médio, durante a época das Cruzadas.

Stronghold: Crusader Extreme tem adições de exércitos maiores do que 10.000 homens, novas construções e missões.[2]

Novidades[editar | editar código-fonte]

Stronghold: Crusader Extreme inclui as seguintes novidades:

  • Novo modo Extremo que permite que um jogador tenha mais de 10.000 unidades no campo de batalha
  • Novas construções (postos avançados que geram ambos inimigos e aliados, e unidades do próprio jogador humano, de acordo a quem pertence)
  • Novos poderes táticos especiais (reforços, campo curativo, ataque de pedras, ataque de flechas, time de engenheiros, esquadra de maçeiros, ouro e clamar por cavaleiros)
  • Nova trilha Cruzada Extrema com 20 missões conectadas assim como novos mapas de se jogar sozinho (para jogador único ou multi-jogador).

Em adição, Stronghold: Crusader Extreme apresentou novos inimigos artificiais que haviam aparecido anteriormente na edição Stronghold Warchest (Wazir, Marshal, Emir, Abbot e Nizar).

Ele também possuí uma versão atualizada do original Stronghold: Crusader, que inclui tudo menos os postos avançados, poderes especiais e a Trilha Cruzada Extrema.

Recepção[editar | editar código-fonte]

As novas características postas a partir do original Stronghold: Crusader, incluindo novos personagens, campanhas, e outras coisas, foram bem recebidas pela maioria do público, mas os critícos criticarem a dificuldade extrema do jogo, carência de um novo áudio, e nada de novo nos gráficos já que o jogo foi lançado em 2008. A Gamespot deu ao jogo uma nota 3.5 de 10,[3] e a 1 UP deu um D-. Os críticos destacaram também que muitas das missões da "Cruzada Extrema" eram totalmente insanas, além do fato de que os jogadores controlados pelo computador ganharem milhares de tropas logo de início, a maioria das vezes são um time de dois ou mais, fazendo com que seja quase impossível do jogador se defender de ataques.

Atualizações[editar | editar código-fonte]

Em 23 de Fevereiro de 2009, uma versão 1.2.1 foi lançada. O principal conserto foi na parte dos 10.000 soldados, que quase sempre causavam problemas.

Requerimentos de sistema[editar | editar código-fonte]

Requisitos do sistema
Mínimo Recomendado
Windows
Sistema Operacional Windows 2000, XP, XP Media e Vista.
CPU Pentium III 500 MHz (single core) Pentium III 1GHz
Memória 128 MB 256 MB (recomendado para multi-jogador)
Espaço em Disco 850 MB livres no disco rígido

Referências

  1. Gamespot. «Stronghold: Crusader Extreme». Gamespot (em inglês). Consultado em 22 de Junho de 2010. Sumário do Stronghold: Crusader Extreme na Gamespot 
  2. Firefly Studios. «Crusader Extreme». Firefly Studios (em inglês). Fireflyworlds.com. Consultado em 22 de Junho de 2010. Blog oficial com informações, dicas, tutoriais, arquivos para download, etc. 
  3. Gamespot. «PC Review Stronghold Crusader Extreme». Gamespot (em inglês). Gamespot.com. Consultado em 22 de Junho de 2010. Análise profissional do jogo 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]