Stuart Rosenberg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Julho de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Stuart Rosenberg (Brooklyn, Nova York, 11 de Agosto de 1927 - Beverly Hills, Califórnia, 15 de Março de 2007) foi um diretor de cinema norte-americano.

Entre os seus trabalhos mais notáveis contam-se: Além da Imaginação, Cool Hand Luke, Voyage of the Damned, The Amityville Horror e The Pope of Greenwich Village.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Rosenberg estudou Literatura Irlandesa na New York University e começou a trabalhar como editor enquanto acabava de se formar.

Na década de 1950, começou a dirigir séries de televisão, a primeira das quais, "Decoy", teve a atriz Beverly Garland no papel de uma agente policial. Outras séries que dirigiu foram "Alfred Hitchcock apresenta" ("Alfred Hitchcock Presents"), "Além da Imaginação" ("The twilight zone") e "Os intocáveis".

"Rebeldia Indomável (br) e O presidiário (pt)", de 1967, com Paul Newman e George Kennedy à frente do elenco, contava a história de um recluso rebelde numa prisão do sul dos Estados Unidos. Candidato a quatro Óscares da Academia, o filme conquistou apenas um: o de melhor ator secundário, para George Kennedy.

Depois de "O presidiário", Rosenberg dirigiu Jack Lemmon e Catherine Deneuve em "The April Fools" e assinou ainda a realização de "WUSA", "Pocket Money" e "The drowning pool", nas quais voltou a trabalhar com Paul Newman.

A sua filmografia inclui títulos como "Brubaker" (1980), com Robert Redford, "The Amityville Horror" e "My Heroes Have Always Been Cowboys" (1991), o seu último filme.

Em 1993 começou a exercer funções de professor no American Film Institute. Entre os seus alunos estiveram realizadores e produtores como Darren Aronofsky, Todd Field, Mark Waters, Scott Silver, Doug Ellin e Rob Schmidt.

Morte[editar | editar código-fonte]

Rosenberg faleceu na sua casa de Beverly Hills, Califórnia, aos 79 anos de idade, vitima de um ataque cardíaco.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

No cinema[editar | editar código-fonte]

Na televisão[editar | editar código-fonte]

  • 1964: Calhoun: County Agent
  • 1965: Memorandum for a Spy
  • 1966: A Small Rebellion
  • 1966: Fame Is the Name of the Game

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]