Submarine Command

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Submarine Command
 Estados Unidos
1951 •  pb •  87 min 
Direção John Farrow
Produção Joseph Sistrom
Roteiro Jonathan Latimer
Elenco William Holden
Nancy Olson
William Bendix
Gênero guerra
Música David Buttolph
Distribuição Paramount Pictures
Lançamento 1951
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Submarine Command é um filme de guerra estadunidense de 1951, dirigido por John Farrow para a Paramount Pictures. O filme é notabilizado por ser o primeiro a mostrar o transtorno de estresse pós-traumático que acometeu soldados que voltaram da Segunda Guerra Mundial. O astro William Holden investiu 20 mil dólares de seu próprio bolso mas o filme foi criticado por seu aspecto melodramático.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O oficial da Marinha norte-americana Ken White é inexperiente em combates e serve como imediato do capitão Rice que comanda o submarino "Tiger Shark" durante o período final da Segunda Guerra Mundial. No último dia da guerra,[1] 14 de agosto de 1945, quando o capitão estava no convés do submarino acompanhado de Ken, do contra-mestre Perkins e do marinheiro Boyer, um avião inimigo aparece e ataca, atingindo mortalmente o capitão e o contra-mestre. Ken e Boyer conseguem fugir pela escotilha e quando percebem que os dois companheiros foram atingidos, Boyer quer voltar para socorrê-los. Mas Ken não quer arriscar o submarino e ordena a submersão. Quando se preparava para contra-atacar, os inimigos desistem ao serem avisados da rendição do Japão. Ken sabe que fez o certo mas se ressente da perda do capitão e da silenciosa acusação de covardia por parte do marinheiro Boyer. Após voltar para terra, Ken se casa com Carol, mas anos depois volta a sofrer com a lembrança da morte do capitão quando é avisado que o submarino será reformado e com Boyer entre os tripulantes. O casamento de Ken entra em crise até que a Guerra da Coreia[2] começa e ele é chamado para comandar novamente o submarino, quando então terá a chance de provar para os outros e para si mesmo sua coragem em combate.

Adaptações[editar | editar código-fonte]

  • Submarine Command foi apresentado em Lux Radio Theatre no dia 17 de novembro de 1952. O programa radiofônico, que teve 1 hora de duração, foi estrelado por William Holden e Alexis Smith [3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. http://www.allmovie.com/work/submarine-command-112134
  2. MOVIE REVIEW Submarine Command (1951)
  3. Kirby, Walter (23 de novembro de 1952). «Better Radio Programs for the Week». The Decatur Daily Review. p. 48. Consultado em 16 de junho de 2015 – via Newspapers.com 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.