Prefeitura Regional de São Mateus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Subprefeitura de São Mateus)
Ir para: navegação, pesquisa
Prefeitura Regional de São Mateus
Administração
Subprefeito Não disponível
Características geográficas
Área 45,8 km²
População 422.199 habitantes
IBGE/est. 2006
IDH 0,779 - médio (24°)
Subprefeituras limítrofes Sapopemba, Aricanduva, Itaquera, Cidade Tiradentes.
Mapa do município de São Paulo
Localização

A Prefeitura Regional de São Mateus é é regida pela Lei nº 13. 999, de 01 de Agosto de 2002 e uma das 32 prefeituras regionais da cidade de São Paulo. É composta por três distritos, São Mateus, São Rafael e Iguatemi, que somados representam uma área de 45,8 km², e habitada por mais de 381 mil pessoas.

Atualmente Fernando Elias Alves de Mello é o subprefeito da região.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Em 1842 existia na região de São Mateus uma fazenda de João Francisco Rocha. Lá eram criados carneiros, cavalos e bois. Em seguida, a fazenda se tornou propriedade de Antônio Cardoso de Siqueira. Antônio, por sua vez, dividiu o território em cinco glebas.

Em 1946 uma dessas 5 glebas (de 50 alqueires de terras) foi vendida para a Família Bei (Mateo e Salvador Bei). Essa fazenda foi chamada de São Mateus. Em 1948 a àrea foi loteada e boa parte vendida. Surgindo assim o bairro de São Mateus. Com o passar do tempo, a Família Bei foi percebendo que o bairro estava crescendo e ainda cresceria mais, então empregaram o termo "cidade" ao bairro de São Mateus.

Em 1952 foi fundada a Associação Divulgadora "A Voz da Colina", um meio de concentrar as reivindicações de melhorias da área nos setores de transporte, educação, lazer e saúde. A Associação foi fundada por Nildo Gregório da Silva e foi muito importante da história da cidade.[1]

Dados demográficos dos distrito pertencentes à Prefeitura Regional de São Mateus[editar | editar código-fonte]

São Mateus[editar | editar código-fonte]

Área: 13,20 km²

População (2010): 155.140 habitantes.

Densidade demográfica: 10.908 (habitantes/km²)[2]

Bairros: Cidade Centenário, Cidade São Mateus, Cidade Satélite Santa Bárbara, Jardim Cinco de Julho, Jardim Egle, Jardim Imperador, Jardim Itápolis, Jardim Nove de Julho, Jardim Paraguaçu, Jardim Santa Adélia, Jardim São Cristóvão, Jardim São José, Jardim Tietê, Jardim Valquiria, Parque Colonial, Parque Industrial São Lourenço, São Mateus.[3]

São Rafael[editar | editar código-fonte]

Área: 13,00 km²

População (2010): 143.992 habitantes.

Densidade demográfica: 11.934 (habitantes/km²)[2]

Bairros: Carrãozinho, Conjunto Promorar Rio Claro, Jardim Alto Alegre, Jardim Bandeirante, Jardim Buriti, Jardim Colorado, Jardim Santo André, Jardim São Francisco, Jardim São João, Jardim Vera Cruz, Jardim Vila Carrão, Núcleo Residencial Morro do Sabão, Parque das Flores, Parque São Rafael, Vila Ester.[4]

Iguatemi[editar | editar código-fonte]

Área: 19,60 km²

População (2010): 127.662 habitantes.

Densidade demográfica: 6.513 (habitantes/km²)[2]

Bairros: Iguatemi, Jardim Alto Alegre, Jardim Arantes, Jardim Augusto, Jardim Conquista, Jardim da Laranjeira, Jardim das Rosas, Jardim Iguatemi, Jardim Laranjeiras, Jardim Limoeiro, Jardim Maria Lídia, Jardim Marilu, Jardim Ricardo, Jardim Roseli, Jardim São Benedito, Jardim São Gonçalo, Núcleo Residencial São João, Palanque, Parque Boa Esperança, Recanto Alegre, Recanto Verde do Sol, Terceira Divisão, Vila Palma.[5]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia de São Paulo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. «Histórico - Portal da Prefeitura da Cidade de São Paulo». www.prefeitura.sp.gov.br. Consultado em 2 de maio de 2017 
  2. a b c «Portal da Prefeitura da Cidade de São Paulo». www.prefeitura.sp.gov.br. Consultado em 2 de maio de 2017 
  3. «Bairros São Mateus | São Paulo Bairros». www.spbairros.com.br. Consultado em 2 de maio de 2017 
  4. «Bairros São Rafael | São Paulo Bairros». www.spbairros.com.br. Consultado em 2 de maio de 2017 
  5. «Bairros Iguatemi | São Paulo Bairros». www.spbairros.com.br. Consultado em 2 de maio de 2017