Prefeitura Regional de Santo Amaro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Subprefeitura de Santo Amaro)
Ir para: navegação, pesquisa
Prefeitura Regional de Santo Amaro
Administração
Subprefeito Roberto Arantes Filho
desde 02 de janeiro de 2017
Características geográficas
Área 37,5 km²
População 219.659 habitantes
IBGE/censo 2010
IDH 0,939 - muito elevado ()
Subprefeituras limítrofes M'Boi Mirim, Campo Limpo, Pinheiros, Vila Mariana, Jabaquara, Cidade Ademar e Capela do Socorro.
Mapa do município de São Paulo
Localização

A Prefeitura Regional de Santo Amaro é regida pela Lei nº 13. 999, de 01 de Agosto de 2002 e uma das 32 prefeituras regionais da cidade de São Paulo. É composta por três distritos, Santo Amaro, Campo Belo e Campo Grande, que, somados, são equivalentes a uma área de 37,5 km², sendo habitada por 238 mil pessoas, segundo o senso de 2010, e tendo sua densidade demográfica de 6.347 habitantes por km² [1] [2]

A Prefeitura Regional de Santo Amaro e as demais prefeituras de São Paulo foram criadas com o objetivo de facilitar e melhorar a administração da cidade.[3] No local, a população pode fazer reclamações e também pedidos por diferentes tipos de serviço, entre eles: Construção e recuperação de ruas e calçadas, plantio, pode ou corte de árvores nas ruas, tapa-buraco, conservação e recuperação de praças de parques, entre outros. Também podem ser resolvidos problemas que envolvam as secretarias de Negócios Jurídicos, Habitação e Modernização, Finanças e Saúde da cidade de São Paulo.[3]

História[editar | editar código-fonte]

Com a vinda dos portugueses para o Brasil no período de Colonização, mais especificamente em 1556, na Capitania de São Vicente, os Jesuítas que queriam realizar o processo de catequização dos índios e outros trabalhos para a Companhia de Jesus, estavam divididos em três locais distintos escolhidos por Manuel de Nóbrega, Padre Provincial dos Jesuítas, sendo eles: Casa de São Paulo da Companhia de Jesus, localizada em São Paulo (cidade); Casa de São Vicente, em São Vicente (São Paulo); e Jeribatiba, em Santo Amaro.[4]

Devido a esse processo de catequização, muitos índios e colonos permaneceram na região de Santo Amaro após esse período.[5]Com isso, o jesuíta espanhol, José de Anchieta, propôs a criação de uma Igreja com a intenção de constituir um povoado. Uma estátua em madeira de Santo Amaro, padroeiro dos agricultores, foi doada para a Igreja pelo casal João Paes e sua mulher, Suzana Rodrigues em 1560, período em que a região começou a ser chamada de Santo Amaro.[6] Atualmente, a imagem é mantida na Igreja matriz de Santo Amaro.

Gestão atual[editar | editar código-fonte]

Em uma de suas primeiras ações como novo prefeito de São Paulo, João Doria Junior nomeou diversos políticos como subprefeitos das Prefeituras Regionais da cidade. Em Santo Amaro, Roberto Arantes Filho assumiu o cargo. Morador do bairro há mais de 20 anos, Roberto se orgulha da proximidade que tem com os moradores da região, alegando ser um facilitador na hora de trabalhar. [7] [8]

O prefeito tem como principais metas retomar projetos antigos ou parados, para melhorar a qualidade de vida dos moradores da região. Além disso, os projetos "Cidade Linda" e "Corujão da Saúde" estão sendo trabalhados da Prefeitura Regional de Santo Amaro. Como principal desafio em sua gestão, o subprefeito coloca a recuperação da Água Espraiada. [9]

Distrito Santo Amaro[editar | editar código-fonte]

Área: 15,60 km²

População: 71.560 hab (2010)

Densidade demográfica (Hab/km²): 4.587[10]

Principais Bairros: Alto da Boa Vista, Chácara Flora, Chácara Monte Alegre, Chácara Santo Antônio, Chácara São Luís, Granja Julieta, Jardim Cordeiro, Jardim Dom Bosco, Jardim Petrópolis, Jardim Santo Amaro, Santo Amaro, Várzea de Baixo, Vila Cruzeiro, Vila Elvira, Vila União.[11]

Distrito Campo Belo[editar | editar código-fonte]

Área: 8,80 km²

População: 65.752 hab (2010)

Densidade Demográfica (Hab/km²): 7.472[10]

Principais Bairros: Brooklin Novo, Brooklin Paulista, Campo Belo, Jardim Aeroporto, jardim Brasil, Nova Piraju, Vila Alexandria, Vila Carmem, Vila Congonhas, Vila Noca.[12]

Distrito Campo Grande[editar | editar código-fonte]

Área: 13,10 km²

População: 100.713 hab (2010)

Densidade Demográfica (Hab/km²): 7.688[10]

Principais Bairros: Campininha, Campo Grande, Conjunto Residencial Sabará, Jardim Alva, Jardim Bélgica, Jardim Diomar, Jardim Luanda, Jardim Marajoara, Jardim Sabará, Jardim Santa Cruz, Jardim Umuarama, Parque Residencial Júlia, Vila Anhanguera, Vila Campo Grande, Vila Santana, Vila São Pedro.[13]

Datas Importantes[editar | editar código-fonte]

  • 1686: O povoado é reconhecido como freguesia pelo então bispo do Rio de Janeiro, D. José E. Barros Alarcão, que a nomeia de Santo Amaro. [14]
  • 1737: É feito um caminho para ligar Santo Amaro e São Paulo. [14]
  • 1829: Começa de fato o crescimento da região. Terras são sorteadas aos colonos alemães e finalmente é reconhecida a primeira colônia de imigrantes em Santo Amaro. [14]
  • 1832: Santo Amaro é reconhecida como Vila. [14]
  • 1833: Em abril ocorre a formação do poder legislativo de Santo Amaro, com 7 vereadores determinados pelo eleitorado paroquial.
  • 1835: Em 4 de março ocorre a eleição do primeiro prefeito de Santo Amaro, Manoel José Moraes
  • 1835: Criação dos corpos militares da Guarda Nacional em Santo Amaro;
  • 1841: Inauguração da primeira escola pública em Santo Amaro;
  • 1868: Primeiro Jornal;
  • 1886: Inauguração da linha férrea de São Paulo e Santo Amaro. A primeiro trem fez uma viagem que percorria desde a Rua São Joaquim à Praça Santacruz. [14]
  • 1894: Inauguração da atual Casa de Cultura
  • 1896: Inauguração do antigo Jardim Público, agora Praça Floriano Peixoto;
  • 1907: Início da construção da represa de Guarapiranga. Terminada a construção, o local se tornou ponto turístico na cidade. [14]
  • 1924: Criação da Igreja Matriz de Santo Amaro;
  • 1932: Reurbanização da cidade;
  • 1935: O Interventor federal solicita um decreto que anexa Santo Amaro à São Paulo, tornando-se um bairro da cidade. [14]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

A região ainda possui fortes influências católicas devido ao período colonial no qual ocorreram as missōes da Companhia de Jesus.[15][9]

Antes de se tornar um bairro de São Paulo (cidade),em 1940, Santo Amaro era uma cidade independente. [16]

Estátuas importantes[editar | editar código-fonte]

Entre a Avenida Santo Amaro e Avenida Pinheiro, o artista Júlio Guerra estabeleceu sua obra em homenagem à Manoel de Borba Gato (bandeirante paulista). A escultura, erguida em 1960, tem mais de 10 metros de altura e pesa o equivalente à 20 toneladas. [17] Logo ficou reconhecida como cartão-postal, diretamente associada ao bairro paulista .[18]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia de São Paulo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. «Institucional - Portal da Prefeitura da Cidade de São Paulo». www.prefeitura.sp.gov.br. Consultado em 30 de abril de 2017 
  2. «Portal da Prefeitura da Cidade de São Paulo». www.prefeitura.sp.gov.br. Consultado em 2 de maio de 2017 
  3. a b «Saiba quando procurar as subprefeituras de SP - São Paulo - R7». noticias.r7.com. Consultado em 1 de maio de 2017 
  4. «Histórico - Portal da Prefeitura da Cidade de São Paulo». www.prefeitura.sp.gov.br. Consultado em 30 de abril de 2017 
  5. «Histórico - Portal da Prefeitura da Cidade de São Paulo». www.prefeitura.sp.gov.br. Consultado em 30 de abril de 2017 
  6. «Cinco curiosidades sobre Santo Amaro - Geral - Estadão». Estadão 
  7. Pinheiros, Gazeta de. «Grupo1 de Jornais». morumbinews.com.br. Consultado em 1 de maio de 2017 
  8. News, Grupo Sul. «"Água Espraiada é o principal desafio de Santo Amaro", afirma prefeito regional». noticias, grupo, sul (em bretão) 
  9. a b News, Grupo Sul. «"Água Espraiada é o principal desafio de Santo Amaro", afirma prefeito regional». noticias, grupo, sul (em bretão) 
  10. a b c «Portal da Prefeitura da Cidade de São Paulo». www.prefeitura.sp.gov.br. Consultado em 1 de maio de 2017 
  11. «Bairros Santo Amaro | São Paulo Bairros». www.spbairros.com.br. Consultado em 1 de maio de 2017 
  12. «Bairros Campo Belo | São Paulo Bairros». www.spbairros.com.br. Consultado em 1 de maio de 2017 
  13. «Bairros Campo Grande | São Paulo Bairros». www.spbairros.com.br. Consultado em 1 de maio de 2017 
  14. a b c d e f g «Banco de Dados Folha - Acervo de Jornais». almanaque.folha.uol.com.br. Consultado em 2 de maio de 2017 
  15. «Cinco curiosidades sobre Santo Amaro - Geral - Estadão». Estadão 
  16. «Cinco curiosidades sobre Santo Amaro - Geral - Estadão». Estadão 
  17. «Santo Amaro, a cidade que virou bairro industrial de São Paulo - Geral - Estadão». Estadão 
  18. «Histórico - Portal da Prefeitura da Cidade de São Paulo». www.prefeitura.sp.gov.br. Consultado em 1 de maio de 2017