Subsistema Local Integrado de Transporte

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Subsistema Local Integrado de Transporte
Informações
Local Salvador,  Brasil
Tipo de transporte Micro-ônibus
Número de linhas 64 (dez. 2013)[1]
Website www.amarelinhossa.com.br
Funcionamento
Fim de funcionamento 2013

O Subsistema Local Integrado de Transporte (SLIT), cujo ônibus é conhecido por Amarelinho, foi parte integrante do Sistema de Transporte Coletivo por Ônibus (STCO) de Salvador, Bahia.[2][3][4][5]

Eram 100 micro-ônibus que conectavam diversos bairros às principais vias de tráfego da cidade, permitindo aos usuários dos transportes coletivos o acesso aos ônibus convencionais.[3][6][7] Objetivava aumentar a acessibilidade aos corredores principais com veículos menores e com custos menores, inclusive por parte dos passageiros com Salvador Card.[8] A integração tarifária com os Amarelinhos ocorria com a cobrança da metade da tarifa, sendo o benefício também válido para estudantes.[3][9]

Em 2013, a Prefeitura de Salvador, sob a gestão do prefeito ACM Neto, incluiu na reorganização das linhas de ônibus prévia à licitação do STCO a extinção do SLIT. Algumas linhas foram incorporadas ao serviço convencional e outras extintas. A justificativa dada foi a transformação do SalvadorCard em "bilhete único", e substituição da integração feita pelos micro-ônibus por aquela feita pelo cartão. Em consequência, passageiros que antes pagavam em dinheiro devem passar a utilizar mais o bilhete avulso do SalvadorCard, o que antecipa a receita para as empresas.[10][11]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Linhas e Empresas do Slit». Consultado em 15 de Setembro de 2015. Cópia arquivada em 27 de dezembro de 2013 
  2. «Acidente com microônibus deixa nove feridos em Brotas». Aratu Online. 17/05. Cópia arquivada em 26 de dezembro de 2013  Verifique data em: |data= (ajuda)
  3. a b c Mendes, Mariana (2 de julho de 2012). «Sem Sair de Casa: site do Salvador Card facilita compra de vale transporte». A TARDE. Consultado em 15 de setembro de 2015 
  4. G1 BA (17 de maio de 2011). «Micro-ônibus bate em poste e onze pessoas ficam feridas em Salvador». G1. Consultado em 15 de setembro de 2015 
  5. Miranda, Silvia Camargo Fernandes; de Freitas, Ilce Marília Dantas Pinto. «ANÁLISE DA ACESSIBILIDADE DAS PESSOAS COM DEFICIÊNC IA NO SISTEMA DE TRANSPORTE COLETIVO POR ÔNIBUS NA CIDADE DE SALVADOR». Rede de Pólos Geradores de Viagens. Consultado em 15 de setembro de 2015 
  6. «O que é?». Consultado em 15 de Setembro de 2015. Cópia arquivada em 27 de dezembro de 2013 
  7. Murça, Mayara Condé Rocha; Müller, Carlos (janeiro de 2014). «Transporte coletivo urbano: uma análise de demanda para a cidade de Salvador». Manaus. Journal of Transport Literature. v. 8 (n. 1): 265-284. ISSN 2238-1031 
  8. Santos, José Lázaro C. «Desafios para a Mobilidade da Região Metropolitana de Salvador - Bahia». Consultado em 15 de Setembro de 2015 
  9. «Como utilizar?». Consultado em 15 de Setembro de 2015. Cópia arquivada em 27 de dezembro de 2013 
  10. Nascimento, Manoel (15 de janeiro de 2014). «Transporte Público em Salvador: O que vem – e o que já está – por aí». REVER. Consultado em 15 de setembro de 2015 
  11. Silva, Yuri (8 de janeiro de 2014). «Reorganização de linhas de ônibus gera reclamações». A Tarde. Consultado em 15 de setembro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]