Sueco moderno

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Capa da Bíblia de Gustavo Vasa, impressa em Uppsala em 1541. "A Bíblia / É / As Sagradas Escrituras / em Sueco. Impressa em Uppsala. 1541".

O Sueco ModernoNysvenska – é a designação da lingua sueca usada no período aproximado de 1520-1850, sucedendo ao Sueco AntigoFornsvenska.[1][2][3]

Costuma ser dividido em dois estádios:

A saída da Suécia da União de Kalmar e a subida ao trono do rei Gustavo Vasa marcam um período de emancipação e modernização da Suécia. No que respeita à língua escrita, assistimos igualmente a uma individualização e uniformização do idioma sueco, baseada na nova tradução da Bíblia, conhecida como Bíblia de Gustavo Vasa.
O texto então apresentado, foi uma primeira tentativa de estabelecer uma grafia uniforme do idioma sueco, na sua forma moderna – nysvenska. Para diferenciar o sueco do dinamarquês, foram introduzidas as letras å, ä e ö, substituido kk por ck, e passado a usar o infinitivo terminado em -a em vez de -e.
Em 1786, o rei Gustavo III fundou a Academia Sueca, com a finalidade de serem estabelecidas regras para a ortografia e bom uso da Língua Sueca.[4][5]

Um texto em sueco moderno do séc. XVI[editar | editar código-fonte]

Extrato de uma carta de Gustavo Vasa ao seu filho Magnus, escrita já em sueco moderno:[5]

Algumas inovações do Sueco Moderno[5][editar | editar código-fonte]

  • Introduzidas as letras å, ä e ö.
  • Substituido kk por ck.
  • Passado a usar o infinitivo terminado em -a em vez de -e.
  • Desaparecem grafias de vogais duplas, como een e öö.
  • Desaparecem sucessivamente grafias do sueco antigo, como dh e th.
  • A letra i é substituída por j, ou desaparece, em palavras como kiämpe, kiöpa, siö, giöra.
  • A ordem inversa OBJETO-VERBO é substituída por VERBO-OBJETO.
  • Muitas palavras alemãs e dinamarquesas foram expurgadas.
  • Palavras francesas foram incorporadas, p.ex. armé, toalett, frisyr, trottoar.

Referências

  1. Ulf Teleman. «Äldre nysvenska (1525–1732)» (em sueco). Nationalencyklopedin – Enciclopédia Nacional Sueca. Consultado em 7 de abril de 2017 
  2. Ulf Teleman. «Yngre nysvenska (1732–1900)» (em sueco). Nationalencyklopedin – Enciclopédia Nacional Sueca. Consultado em 7 de abril de 2017 
  3. https://sites.google.com/a/skola.malmo.se/pagy-sve3/svensk-spraakhistoria
  4. stolofalex.weebly.com/uploads/4/5/2/5/45255791/den_svenska_språkhistorien.docx
  5. a b c «Nysvenska (ca 1520-1850)» (em sueco). Svensk språkhistoria. Consultado em 7 de abril de 2017