Suicidologia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Suicidologia é o estudo do comportamento e causas suicidas realizado por profissionais da Psiquiatria ou da Psicologia. Suicidólogo é o nome que recebem quando da formação na referida especialidade.[1]

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) e a associação internacional de prevenção de suicídio, cerca de dez a vinte milhões de pessoas tentam suicídio por ano, e implica e um milhão de mortes por ano. No Brasil, segundo o Ministério da Justiça uma média de 25 pessoas se suicidam por dia.[2]

Em 3 de setembro de 2016, o professor do Departamento de Saúde Mental da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Humberto Corrêa, foi eleito presidente da Associação Latino-Americana de Suicidologia, em Santiago, Chile.[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Elane Souza. «Suicidologia: estudo do comportamento suicida, o CVV e os grupos vulneráveis». Jusbrasil. Consultado em 26 de setembro de 2017 
  2. Nilton Salvador. «Suicidologia». iG. Consultado em 26 de setembro de 2017 
  3. «Professor é eleito presidente da Associação Latino-Americana de Suicidologia». UFMG. Consultado em 26 de setembro de 2017 


Ícone de esboço Este artigo sobre medicina é um esboço relacionado ao Projeto Saúde. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.