Sulfonilureia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

As sulfoniluréias são fármacos que promovem a liberação de insulina a partir das células beta do pâncreas. Também conhecidos como secretagogos juntamente com as meglitinidas por aumentarem a secreção de insulina para o sangue. O tratamento crônico pode levar a uma concentração de insulina igualada com o início do tratamento. No pâncreas, em células isoladas das ilhotas de langerans, são responsáveis por aumentar a liberação de insulina. As sulfoniluréias fecham os canais de potássio e promovem a despolarização das células Beta do Pâncreas, com esses canais fechados a quantidade de cálcio dentro da célula aumenta, isso estimula a exocitose dos grânulos de insulina ou Gogos .A mais antiga das sulfoniluréias usadas em medicina no Brasil é a clorpropamida e que atualmente está em desuso devido ao surgimento de substâncias melhores como a glibenclamida, gliclazida, glipizida e a glimepirida e que se encontram à venda no comércio brasileiro para administração oral.

Classificação[editar | editar código-fonte]

Primeira geração[editar | editar código-fonte]

Segunda geração[editar | editar código-fonte]

Terceira geração[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Bioquímica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre fármacos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.