Super Bowl 50

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Super Bowl L)
Ir para: navegação, pesquisa
Super Bowl 50
Levi's Stadium Super Bowl 50.jpg
1 2 3 4 OT Total
CAR 0 7 0 3 / 10
DEN 10 3 3 8 / 24
Data 7 de Fevereiro de 2016
Estádio Levi's Stadium, Santa Clara, California
MVP da Partida Von Miller
Árbitro Clete Blakeman
Público 71,088[1]
Cerimônia
Hino Nacional Lady Gaga
Cara ou Coroa Joe Montana, Marcus Allen, Fred Biletnikoff, Jim Plunkett, Jerry Rice, Steve Young
Halftime Show Coldplay feat. Beyoncé e Bruno Mars com Mark Ronson
Transmissão (EUA)
Transmissora CBS
Custo de 30 segundos comerciais $5.01 milhões
O Levi's Stadium, onde o jogo aconteceu.

O Super Bowl 50 foi a quinquagésima edição do Super Bowl da National Football League e aconteceu em 7 fevereiro de 2016 no Levi's Stadium, em Santa Clara, Califórnia, e decidiu o campeão da temporada de 2015 da NFL. Os times na disputa foram o campeão da AFC, o Denver Broncos, e o da NFC, o Carolina Panthers. A cidade-sede e o estádio foram anunciados em 2013, juntamente com o anúncio da cidade-sede e estádio do Super Bowl LI. Foi também o primeiro Super Bowl na Califórnia desde o Super Bowl XXXVII.[2]

Após debates internos, a NFL decidiu não utilizar a numeração romana ("Super Bowl L") para este Super Bowl, devido às dificuldades gráficas no desenvolvimento de uma logomarca visualmente atraente com a letra "L". Assim, esta edição utilizará numeração arábica.[3][4] O uso da numeração romana voltará a partir do Super Bowl LI.[5][6] De acordo com Jaime Weston, o vice-presidente de marcas e criação da liga, o principal motivo para a mudança foi a dificuldade de desenvolver uma logomarca para o jogo. A NFL utiliza o mesmo padrão gráfico para o desenvolvimento para as logos desde o Super Bowl XLV, porém apenas a letra "L" não ficava esteticamente atraente.[3] Além desta mudança, o número arábico "50" representou com algarismos dourados atrás do Vince Lombardi Trophy, ao invés de utilizar números prateados abaixo do troféu.[3]

O Denver Broncos se consagrou como o campeão do Super Bowl 50 após vencer Carolina Panthers por 24 a 10.[7] O linebacker Von Miller, dos Broncos, foi eleito o MVP da final.[8]

A atração principal no show do intervalo foi a banda britânica Coldplay[9] contando com a participação da cantora Beyoncé[10] e também Bruno Mars e Mark Ronson.[11]

Conforme os contratos de transmissão dos direitos entre a NFL e as emissoras NBC, Fox e CBS, esta edição foi televisionada por esta última.[12]

Resumo das pontuações[editar | editar código-fonte]

Jogada Pontuação
1.º Quarto
DE - field goal de 34 jardas de Brandon McManus, 10:43 DE 3-0
DE - fumble recuperado na endzone por Malik Jackson para touchdown, 6:27 10-0
2.º Quarto
CAR – touchdown de corrida de 1 jarda por Jonathan Stewart (ponto extra bem sucedido, por Graham Gano), 11:25 10–7
DE - field goal de 34 jardas de Brandon McManus, 6:58 13–7
3.º Quarto
DE - field goal de 30 jardas de Brandon McManus, 8:18 16–7
4.º Quarto
CAR - field goal de 39 jardas de Graham Gano, 10:21 16–10
DE – touchdown de corrida de 2 jardas por C. J. Anderson (conversão de dois pontos bem sucedida), 3:08 24–10
Final: Denver Broncos 24 x 10 Carolina Panthers

Referências

  1. Breech, John (11 de fevereuri de 2016). «Fans at Super Bowl 50 spent nearly $11 million, bought 8K glasses of wine». CBSSports.com. Consultado em 14 de fevereiro de 2016  Verifique data em: |data= (ajuda)
  2. Rosenberg, Mike (21 de maio de 2011). «Super Bowl 50 to be hosted by San Francisco 49ers' new Santa Clara stadium» (em inglês). p. mercurynews.com. Consultado em 3 de fevereiro de 2014 
  3. a b c Darren Rovell. NFL: It's Super Bowl 50, not L. ESPN 
  4. Gregg Rosenthal (June 4, 2014). «NFL won't use Roman numerals for Super Bowl 50». NFL.com. Consultado em 16 de agosto de 2014  Verifique data em: |data= (ajuda)
  5. Rovell, Darren. «NFL: It's Super Bowl 50, not L». ESPN.com. Consultado em 4 de junho de 2014 
  6. Rosenthal, Gregg. «NFL won't use Roman numerals for Super Bowl 50». NFL.com. Consultado em 4 de junho de 2014 
  7. "Defesa carrega ataque 'no colo' até o título, e Broncos escrevem certo por linhas tortas". Página acessada em 8 de fevereiro de 2016.
  8. "Símbolo da defesa dos Broncos, Von Miller é eleito o MVP do Super Bowl 50". Página acessada em 8 de fevereiro de 2016.
  9. «Coldplay will perform at Pepsi Super Bowl 50 Halftime Show» (Nota de imprensa). National Football League. 3 de dezembro de 2015. Consultado em 8 de fevereiro de 2016 
  10. «Beyonce returning to Super Bowl halftime spectacle». ESPN. Associated Press. Consultado em 8 de fevereiro de 2016 
  11. Framke, Caroline (8 de janeiro de 2016). «Beyoncé and Bruno Mars join Coldplay for the Super Bowl 50 halftime show». Vox. Consultado em 8 de fevereiro de 2016 
  12. «NBC, Fox, CBS Extend NFL Deals Through 2022». Consultado em 16 de agosto de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]