Supergirl (série de televisão)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
TV Future Icon.svg
Supergirl é uma série em exibição.
As informações podem mudar rapidamente. Editado pela última vez em 22 de fevereiro de 2017.
Supergirl
Informação geral
Formato Série
Gênero Super-herói
Ação
Aventura
Drama
Ficção científica
Duração 45 minutos
Baseado em Personagens de Jerry Siegel e Joe Shuster
Desenvolvedor(es) Greg Berlanti
Ali Adler
Andrew Kreisberg
País de origem  Estados Unidos
Idioma original Inglês
Produção
Produtor(es) Michael Grassi
Ted Sullivan
Michael Cedar
Larry Teng
Produtor(es) executivo(s) Sarah Schechter
Ali Adler
Andrew Kreisberg
Greg Berlanti
Editor(es) Andi Armaganian
Barbara Gerard
Harry Jierjian
Cinematografia Michael Barrett
David Stockton
Jeffery C. Mygatt
Distribuída por Warner Bros. Television Distribution
Elenco Melissa Benoist
Mehcad Brooks
Chyler Leigh
Jeremy Jordan
David Harewood
Floriana Lima
Chris Wood
Compositor da música tema Blake Neely
Empresa(s) de produção Berlanti Productions
DC Entertainment
Warner Bros. Television
Exibição
Emissora de televisão original CBS (1ª temporada)
The CW
Formato de exibição HDTV 1080i
Formato de áudio Dolby Digital 5.1
Transmissão original 26 de outubro de 2015 (2015-10-26) – presente
N.º de temporadas 2
N.º de episódios 33 (lista de episódios)
Cronologia
Programas relacionados Arrow
The Flash
Legends of Tomorrow

Supergirl é uma série de televisão americana desenvolvida por Greg Berlanti, Andrew Kreisberg e Ali Adler, que também são produtores executivos com Sarah Schechter. Teve sua primeira temporada transmitida pela emissora CBS, mas passou a ser exibida pela The CW a partir da segunda temporada. A série é baseada na personagem Kara Danvers / Kara Zor-El / Supergirl da DC Comics, uma mulher vinda do planeta Krypton que foi enviada a Terra para cuidar de seu primo, Superman, quando seu planeta natal estava sendo destruído. Após viver por anos como uma pessoa normal, alguns acontecimentos forçam Kara a se revelar para o mundo, adotando o alter-ego "Supergirl". É uma série situada em um universo paralelo ao de Arrow, The Flash e Legends of Tomorrow. A série foi anunciada no primeiro semestre de 2015,[1] com ordem de 20 episódios para a primeira temporada, que estreou em 26 de outubro de 2015.[2] A segunda temporada estreou em 10 de outubro de 2016.

No Brasil, a série começou a ser exibida em 4 de novembro de 2015 pela Warner Channel (TV a Cabo).[3]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Momentos antes da destruição de Krypton, a pequena Kara Zor-El é enviada a Terra por seus pais em uma missão de cuidar de Kal-El, seu primo ainda bebê. Entretanto, a nave de Kara é atingida por uma onda de choque e lançada para dentro da sombria Zona Fantasma, uma prisão intergalática atemporal. Após um período adormecida, a cápsula de Kara deixa a Zona Fantasma e alcança a Terra, onde ela encontra Kal-El adulto e super-poderoso, agindo heroicamente como o defensor do planeta conhecido como Superman. Entregue por ele a uma família de cientistas, Kara é adotada como Kara Danvers. Anos se passam, até que ela decide se revelar ao mundo e compartilhar dos poderes e da natureza heroica de seu primo, impedindo um acidente aéreo e salvando a vida de centenas de pessoas, incluindo sua irmã adotiva, Alex. Ao lado dos amigos James Olsen, Winn Schott e do DOE, do qual Alex faz parte, Kara se divide entre o trabalho árduo de assistente pessoal da celebridade da mídia Cat Grant, e a missão árdua de defender a humanidade de ameaças hostis sob o alter-ego "Supergirl".

Resumo[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Lista de episódios de Supergirl
Temporada Episódios Exibição original
Estreia da temporada Final da temporada Emissora
1 20 26 de outubro de 2015 (2015-10-26) 18 de abril de 2016 (2016-04-18) CBS
2 22[4] 10 de outubro de 2016 (2016-10-10) TBA The CW

1ª temporada (2015–2016)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Supergirl (1.ª temporada)

Após escapar de seu planeta, Krypton, durante sua destruição há anos atrás, Kara Zor-El adotou o nome de Kara Danvers quando chegou a Terra. Embora tenha sido difícil, ela conseguiu esconder seus poderes, os quais compartilha com seu primo, Superman. Agora que está adulta, Kara decide assumir suas habilidades inacreditáveis e ser a heroína que sempre foi destinada a ser, a Supergirl.

2ª temporada (2016–2017)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Supergirl (2.ª temporada)

A emissora CBS confirmou a segunda temporada da série em 12 de maio de 2016. Junto com o anúncio da renovação, o canal anunciou que a série passaria a ser exibida pela emissora The CW a partir da segunda temporada.[5] A temporada contará com 22 episódios.

3ª temporada[editar | editar código-fonte]

Em 8 de janeiro de 2017, a emissora The CW confirmou a terceira temporada da série.[6]

Elenco e personagens[editar | editar código-fonte]

Principal[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem Temporadas
1 2
Melissa Benoist Kara Zor-El / Kara Danvers / Supergirl Regular
Mehcad Brooks James Olsen / Guardião Regular
Chyler Leigh Alex Danvers Regular
Jeremy Jordan Winslow "Winn" Schott Jr. Regular
David Harewood J'onn J'onzz / Caçador de Marte Regular
Calista Flockhart Cat Grant Regular Recorrente
Chris Wood Mon-El / Mike Matthews Regular
Floriana Lima Maggie Sawyer Regular

Recorrente[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem Temporadas
1 2
David Harewood Hank Henshaw / Superman Ciborgue Recorrente
Dean Cain Jeremiah Danvers Recorrente Participação
Helen Slater Eliza Danvers Recorrente Participação
Briana Venskus Vasquez Recorrente Participação
Brit Morgan Leslie Willis / Curto-Circuito Recorrente Participação
Peter Facinelli Maxwell Lord Recorrente
Laura Benanti Alura Zor-El / Astra In-Ze Recorrente
Chris Vance Non Recorrente
Jenna Dewan-Tatum Lucy Lane Recorrente
Glenn Morshower Sam Lane Recorrente
Tawny Cypress Miranda Crane Recorrente
Blake Jenner Adam Foster Recorrente
Italia Ricci Siobhan Smythe / Banshee Prateada Recorrente
Laura Vandervoort Indigo Recorrente
Katie McGrath Lena Luthor Recorrente
Brenda Strong Lillian Luthor Recorrente
Ian Gomez Snapper Carr Recorrente
Lynda Carter Olivia Marsdin Recorrente
Sharon Leal M'gann M'orzz / Miss Marte Recorrente
Teri Hatcher TBA Recorrente
Kevin Sorbo TBA Recorrente

Produção[editar | editar código-fonte]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

A ideia de uma série centrada na super-heroína Supergirl pela Warner Bros. Television foi anunciada em setembro de 2014. Os produtores executivos são Greg Berlanti, Andrew Kreisberg e Ali Adler, autores do roteiro, e Sarah Schechter, da Berlanti Productions. Nina Tassler, da CBS Entertainment, revelou que a série seria processual, dizendo: "Serão casos, mas o que Ali Adler e Greg Berlanti alteraram foi um arco de série para ela. A beleza disto está agora em séries como The Good Wife e Madam Secretary, você pode ter elementos de história serializados, sendo um caso por semana. Ela é uma solucionadora de crimes, então ela irá ter que resolver crimes". Quando questionada sobre a presença e a influência do Superman na história, Ali Adler tomou como base "o modo como o presidente dos Estados Unidos é tratado na série Veep. De fato, é bastante inspirado nas situações vividas pela personagem de Julia Louis-Dreyfus. Enfim, a série é sobre a Supergirl, e é através de seus olhos que queremos contá-la."[7] Em março de 2015, Blake Neely, compositor de Arrow e The Flash, revelou que também seria o compositor de Supergirl.[8]

Design do traje[editar | editar código-fonte]

Traje da Supergirl

O traje da personagem foi criado pela designer Colleen Atwood, também responsável pelos trajes de Arrow e The Flash.[9] A atriz Melissa Benoist já conhecia o traje vestido por Kara Danvers nas HQs, e disse: "A micro-mini borda da saia é um pouco assustadora... mas isso é bom. Eu gosto de ser pressionada".[10] Fotos promocionais de Melissa Benoist vestindo o traje feito por Colleen Atwood foram liberadas em março de 2015. Colleen "urbanizou" a vestimenta clássica da personagem, explicando que sua intensão era "abraçar o passado... mas mais importante, inserir o estilo herói das ruas de hoje em dia." A recepção do traje, quando divulgado, ficou dividida. Natalie Abrams, da Entertainment Weekly, o descreveu como "diferente, mas com bom gosto". O novo traje esconde o diafragma da personagem, diferente das HQs, e traz uma meia-calça escura por baixo das botas. Natalie Abrams comparou a textura escura da roupa com a usada por Henry Cavill como Superman no filme O Homem de Aço, bem como o posicionamento da capa no traje, e a decisão de substituir o tom azul e vermelho brilhante dos quadrinhos.[11] Andrew Dyce, do Screen Rant, achou o novo traje um balanço perfeito entre a nostalgia clássica e o modernismo.[12] O site The Washington Post avaliou o design de Colleen Atwood como um sucesso, especificamente por sua habilidade de pegar "matrizes de desenho" e movê-las à tons escuros.[13] O site E! Online criticou a roupa, comparando-a com um "traje barato de Halloween", com cores desbotadas, descrente do "energético estilo de rua" que Colleen Atwood propôs.[14] O site TV Guide questionou o design, comentando que, apesar da imagem promocional ter Melissa Benoist tentando aparentar uma heroína poderosa, as botas de cano alto e a saia plissada a tornam "uma modelo publicitária em uma fantasia de Halloween barata."[15]

Filmagens[editar | editar código-fonte]

Em fevereiro de 2015, Andrew Kreisberg, co-criador de Arrow e The Flash, foi anunciado como desenvolvedor e produtor executivo de Supergirl. Glen Winter, que também dirige Arrow e The Flash foi anunciado como diretor do episódio piloto.[16] As gravações do episódio piloto foram de 4 de março à 29 de março de 2015. A série é gravada em Vancouver, Colúmbia Britânica, no Canadá.[17]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Crítica[editar | editar código-fonte]

A avaliação do site Rotten Tomatoes deu para a série um índice de 97% de aprovação dos críticos e com uma classificação média de 7,6/10 baseado em 66 comentários. O site disse: "Melissa Benoist brilha como a pequena prima valente do Superman em Supergirl, uma adaptação dos quadrinhos para a família que abandona o cinismo romântico."[18] O Metacritic, que usa uma média ponderada, atribuiu uma pontuação de 75/100 com base em comentários de 33 críticos, o que indica "avaliações favoráveis??".[19] Cliff Wheatley, da IGN, deu ao episódio piloto uma nota de 7/10, elogiando o desempenho de Melissa Benoist como Kara Danvers e o take cômico com o Superman.[20]

Aclamações[editar | editar código-fonte]

A série ganhou o prêmio Critics Choice Award por "Nova Série Mais Emocionante",[21] e o People's Choice Awards de "Melhor Novo Drama da TV" na temporada 2015–2016.[22]

Ano Associação Categoria Nomeado Resultado
2015 Critics' Choice Television Awards Most Exciting New Series Supergirl Venceu
2016 People's Choice Awards Favorite New TV Drama Supergirl Venceu
Saturn Awards Best Superhero Adaptation Television Series Supergirl Indicado
Breakthrough Performance[23] Melissa Benoist Venceu
Best Actress on Television Indicado
Best Supporting Actress on Television Calista Flockhart Indicado
Best Guest Starring Role on Television Laura Benanti Indicado
Teen Choice Awards Breakout Series Supergirl Indicado

Crossover com The Flash[editar | editar código-fonte]

Poster do Crossover

Em novembro de 2014, Greg Berlanti manifestou o interesse na existência de Supergirl no Universo Compartilhado da DC Comics na TV, mas em uma Terra paralela à de suas outras séries, Arrow e The Flash.[24] Em janeiro de 2015, o presidente da emissora The CW, Mark Pedowitz, revelou que ele também estava aberto a um crossover entre as séries e as emissoras (The CW e CBS). No entanto, a diretora da CBS, Nina Tassler, afirmou: "Essas duas séries são de canais diferentes... então acho melhor mantermos Supergirl somente conosco por um tempo".[25] Em fevereiro de 2016, foi anunciado que Grant Gustin, que interpreta Barry Allen / Flash em The Flash, apareceria no décimo oitavo episódio da primeira temporada de Supergirl, intitulado "Worlds Finest".[26] "Estamos muito animados em anunciar algo que nós sonhamos desde que começamos a trabalhar em Supergirl... Queremos agradecer a Grant Gustin por ter arrumado um tempo em sua imensa carga de trabalho para vir nos visitar e a todo mundo na CBS, The CW, Warner Bros. e DC Comics", disseram Greg Berlanti e Andrew Kreisberg, sobre a confirmação do crossover.[27] Antes da exibição do episódio, Ross A. Lincoln, do Deadline.com, observou que "a razão no universo" para o crossover seria devido à capacidade de Barry de viajar para várias dimensões, o que implica na existência da Supergirl em um multiverso,[28] o que foi confirmado no episódio "Welcome to Earth-2" de The Flash, mostrando uma imagem de Melissa Benoist como Supergirl durante uma sequência em que personagens viajam através desse multiverso.[29]

Referências

  1. «Escolhida atriz que será Supergirl na nova série da rede americana CBS». Minha Série. 22 de janeiro de 2015 
  2. «Showatch». The Futon Critic. 26 de outubro de 2015 
  3. «Supergirl». Warner Channel. 4 de novembro de 2015. Consultado em 4 de novembro de 2016 
  4. «22 episode order. Vancouver. CW. Details to come. #season2 #off2bed #Johannesburg». Twitter. 12 de maio de 2016. Consultado em 12 de maio de 2016 
  5. «Supergirl é renovada para 2ª temporada e vai para o canal CW!». Minha Série. 12 de maio de 2016 
  6. «The CW Renews The Flash, Supernatural, Crazy Ex and 4 Others». TVLine. 8 de janeiro de 2017. Consultado em 8 de janeiro de 2017 
  7. http://www.ew.com/article/2015/07/06/supergirl-superman-cbs
  8. https://twitter.com/cowonthewall/status/579163922797711360
  9. http://www.ew.com/article/2015/01/12/supergirl
  10. http://www.comicbookresources.com/article/melissa-benoist-embraces-supergirls-iconic-qualities-powerful-humanity
  11. http://www.ew.com/article/2015/03/06/supergirl-debuts-new-costume-whats-different
  12. http://screenrant.com/supergirl-tv-show-suit-images/
  13. http://www.washingtonpost.com/news/comic-riffs/wp/2015/03/06/first-look-melissa-benoists-supergirl-costume-revealed-by-cbs/
  14. https://web.archive.org/web/20150307021132/http://www.eonline.com/photos/14534/all-the-greatest-superhero-costumes-on-tv-ranked-from-super-tragic-to-super-epic/470337
  15. http://www.tvguide.com/news/cbs-supergirl-costume/
  16. http://www.hollywoodreporter.com/live-feed/supergirl-chyler-leigh-david-harewood-778058
  17. http://www.comicbookresources.com/article/cbs-supergirl-includes-old-school-dc-tv-nod-on-set
  18. «Supergirl: Season 1 (2015)». Rotten Tomatoes. Consultado em 18 de março de 2016 
  19. «Supergirl: Season 1». Metacritic. Consultado em 18 de março de 2016 
  20. Wheatley, Cliff (20 de outubro de 2015). «SUPERGIRL: "PILOT" REVIEW». IGN. Consultado em 20 de outubro de 2015 
  21. Petski, Denise (26 de Maio de 2015). «'Supergirl', 'Minority Report' Among Critics' Choice TV Awards' Top New Series». Deadline Hollywood. Consultado em 18 de março de 2016 
  22. Melrose, Kevin (7 de Janeiro de 2016). «'Furious 7,' 'Supergirl' Win People's Choice Awards». Spinoff Online. Consultado em 18 de março de 2016 
  23. McClendon, Lamarco (11 de Maio de 2016). «'Better Call Saul', Melissa Benoist, Nichelle Nichols To Be Honored at Saturn Awards». Variety. Consultado em 12 de Maio de 2016 
  24. Stack, Tim; Brissey, Breia (5 de dezembro de 2014). «The Man Behind the Masks». Time Warner. Entertainment Weekly (1340): 42–46 
  25. Cornet, Roth (12 de janeiro de 2015). «CBS President Nina Tassler Doubtful About a Supergirl/Flash/Arrow Crossover». IGN. Consultado em 12 de janeiro de 2015 
  26. «Grant Gustin revela título do crossover de The Flash e Supergirl». Adoro Cinema. Consultado em 18 de março de 2016 
  27. «The Flash e Supergirl – Crossover é oficialmente confirmado!». Legião dos Heróis. Consultado em 18 de março de 2016 
  28. Lincoln, Ross A. (3 de fevereiro de 2016). «Crossover Confirmed: 'The Flash' To Meet 'Supergirl' In March Episode». Deadline.com. Consultado em 3 de fevereiro de 2016 
  29. «SUPERGIRL APARECE VOANDO EM CENA DO EPISÓDIO 2×13 DE THE FLASH». Supergirl Brasil. Consultado em 18 de março de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]