Supergirl (série de televisão)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Supergirl
Informação geral
Formato série
Gênero
Duração 40–45 minutos
Baseado em
Desenvolvedor(es)
País de origem Estados Unidos
Idioma original inglês
Produção
Produtor(es)
  • Michael Grassi
  • Ted Sullivan
  • Michael Cedar
  • Larry Teng
Produtor(es) executivo(s)
Editor(es)
  • Andi Armaganian
  • Barbara Gerard
  • Harry Jierjian
Cinematografia
  • Michael Barrett
  • David Stockton
  • Jeffery C. Mygatt
Distribuição Warner Bros. Television Distribution
Elenco
Música Blake Neely
Empresa(s) produtora(s)
Localização
Exibição
Emissora original
  • CBS (1ª temporada)
  • The CW (2ª temporada–presente)
Formato de exibição HDTV 1080i
Formato de áudio Dolby Digital 5.1
Transmissão original 26 de outubro de 2015 (2015-10-26) – presente
Temporadas 5
Episódios 106 (lista de episódios)

Supergirl é uma série de televisão americana desenvolvida por Greg Berlanti, Andrew Kreisberg e Ali Adler, que também são produtores executivos com Sarah Schechter. Teve sua primeira temporada transmitida pela emissora CBS, mas passou a ser exibida pela The CW a partir da segunda temporada. A série é baseada na personagem Kara Danvers / Kara Zor-El / Supergirl da DC Comics, uma mulher vinda do planeta Krypton que foi enviada a Terra para cuidar de seu primo, Superman, quando seu planeta natal estava sendo destruído. Após viver por anos como uma pessoa normal, alguns acontecimentos forçam Kara a se revelar para o mundo, adotando o alter-ego "Supergirl". A série foi anunciada no primeiro semestre de 2015,[1] com ordem de 20 episódios para a primeira temporada, que estreou em 26 de outubro de 2015.[2] A segunda temporada estreou em 10 de outubro de 2016.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Momentos antes da destruição de Krypton, a pequena Kara Zor-El é enviada a Terra por seus pais em uma missão de cuidar de Kal-El, seu primo ainda bebê. Entretanto, a nave de Kara é atingida por uma onda de choque e lançada para dentro da sombria Zona Fantasma, uma prisão intergalática atemporal. Após um período adormecida, a cápsula de Kara deixa a Zona Fantasma e alcança a Terra, onde ela encontra Kal-El adulto e super-poderoso, agindo heroicamente como o defensor do planeta conhecido como Superman. Entregue por ele a uma família de cientistas, Kara é adotada como Kara Danvers. Anos se passam, até que ela decide se revelar ao mundo e compartilhar dos poderes e da natureza heroica de seu primo, impedindo um acidente aéreo e salvando a vida de centenas de pessoas, incluindo sua irmã adotiva, Alex. Ao lado dos amigos James Olsen, Winn Schott e do DOE, do qual Alex faz parte, Kara se divide entre o trabalho árduo de assistente pessoal da celebridade da mídia Cat Grant, e a missão árdua de defender a humanidade de ameaças hostis sob o alter-ego "Supergirl".

Resumo[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Lista de episódios de Supergirl
TemporadaEpisódiosOriginalmente exibidoNielsen ratings
Estreia da temporada Final da temporada EmissoraRankMédia de telespectadores
(em milhões)
12026 de outubro de 2015 (2015-10-26)18 de abril de 2016 (2016-04-18)CBS399.81[3]
22210 de outubro de 2016 (2016-10-10)22 de maio de 2017 (2017-05-22)The CW1293.12[4]
3239 de outubro de 2017 (2017-10-09)18 de junho de 2018 (2018-06-18)1542.82[5]
42214 de outubro de 2018 (2018-10-14)19 de maio de 2019 (2019-05-19)1691.67[6]
5196 de outubro de 2019 (2019-10-06)17 de maio de 2020 (2020-05-17)1181.58[7]
620[8]2021 (2021)[9]ASAASAASA

1ª temporada (2015–2016)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Supergirl (1.ª temporada)

Após escapar de seu planeta, Krypton, durante sua destruição há anos atrás, Kara Zor-El adotou o nome de Kara Danvers quando chegou a Terra. Embora tenha sido difícil, ela conseguiu esconder seus poderes, os quais compartilha com seu primo, Superman. Agora que está adulta, Kara decide assumir suas habilidades inacreditáveis e ser a heroína que sempre foi destinada a ser, a "Supergirl".

2ª temporada (2016–2017)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Supergirl (2.ª temporada)

Kara e seus aliados lidam com brigas entre a população nativa da Terra e a população extraterrestre, e investigam uma sombria organização chamada Cadmus, liderada por Lillian Luthor, mãe do arqui-inimigo de Superman, Lex Luthor. Ao mesmo tempo, Kara se torna amiga da filha de Lillian, Lena Luthor, a nova chefe executiva da LuthorCorp, e luta com os sentimentos que sente por Mon-El, um sobrevivente e príncipe do planeta vizinho de Krypton, Daxam, que chegou à Terra recentemente. James se torna um vigilante de combate de rua mascarado chamado "Guardião"; Alex começa a namorar Maggie Sawyer; e J'onn faz amizade com uma jovem marciana, M'gann, da raça de Marcianos Brancos, os quais mataram seu povo.

3ª temporada (2017–2018)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Supergirl (3.ª temporada)

Kara esteve sonhando com Mon-El, obsessiva com seu vigilantismo e ignorando o tempo de inatividade com os outros em sua vida. Lena e James se opõem contra o industrialista Morgan Edge em seus planos para os condomínios residenciais. James administra a CatCo, com Cat como Porta-voz da Casa Branca e Snapper de férias. Kara se demite da CatCo, acreditando que ela precisa priorizar seu vigilantismo, afastando Alex, que irá se casar com Maggie. Edge contrata o criminoso Bloodsport, que ataca a revelação da estátua da Supergirl perto do mar com um submarino, obrigando Kara a ir debaixo d'água para detê-los. Quando ela desmaia, seu sonho com Mon-El a reanima e ela para os vilões. A fim de anular as tentativas de Edge de comprar a CatCo e silenciá-lo, Lena a compra ela mesma. Kara decide voltar para a CatCo e se junta a seus amigos. Enquanto isso, uma mulher, Samantha, a quem Alex ajudou perto do rio acorda depois de sonhar com uma criatura perturbadora [10][11]

4ª temporada (2018–2019)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Supergirl (4.ª temporada)

Na quarta temporada, Kara ficou ocupada em seus deveres heróicos trabalhando com a DOE, e como repórter na CatCo, provando que ela pode realizar múltiplas tarefas. Os irmãos Graves atacam um alienígena, Dr. Vose, e rouba um dispositivo EMP de seu laboratório. J'onn acredita que seja um crime de ódio, com o recente aumento do ódio anti-alienígena no país, embora Kara discorde. A dupla planeja atacar a cúpula da presidente Marsdin para marcar o aniversário de seu ato de anistia. Supergirl salva a presidente e captura Otis, mas Mercy escapa. Imagens da câmera do ataque acabam expondo a verdadeira identidade da presidente como uma alienígena. Os Graves estão trabalhando com um misterioso mascarado que diz que ele é um "agente da liberdade" enquanto apunhala Fiona Byrne, uma telepata alienígena que J'onn conheceu em um grupo de apoio para outros alienígenas. A duplicata de Kara é vista atravessando paredes em uma caverna subterrânea cercada por soldados kasnianos [12][13]

5ª temporada (2019-2020)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Supergirl (5.ª temporada)

Na quinta temporada, Kara e companhia se deparam com uma nova ameaça conhecida como Leviatã, que envia seu agente Rama Khan, um ser imortal de séculos, para matar Kara, o qual acaba sendo derrotado por Kara e seus amigos. Após uma crise envolvendo a destruição do multiverso, Kara ajusta sua nova vida no universo recém-criado a "Terra-Prime", graças ao sacrifício de Oliver Queen para reconstruir o multiverso, no qual ela trabalha para Lex, que agora é o dono do D.E.O. e onde o Leviatã não é mais uma ameaça pública.

6ª temporada (2021)[editar | editar código-fonte]

Em 7 de janeiro de 2020, a emissora The CW renovou a série para uma sexta temporada.[14]

Elenco e personagens[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Lista de personagens de Supergirl
Melissa Benoist estrela da série e personagem principal de Supergirl.
Chyler Leigh estrela da série e intérprete de Alex Danvers.

Uma kryptoniana de 24 anos que mora em National City, que deve assumir seus poderes depois de escondê-los por muito tempo. Ela ajuda sua irmã adotiva, Alex Danvers, como parte do Departamento de Operações Extranormais (DEO). Ela descobre a verdade que seu pai adotivo, Jeremiah Danvers, também trabalhou para o DEO, para que eles não capturassem Kara. Os colegas de Alex na DEO ajudam Kara a aperfeiçoar seus poderes. [15][16] Kara tem um emprego diário, trabalhando como assistente de Cat Grant na CatCo.[17] Benoist expressou sua empolgação por interpretar o personagem e ser capaz de "(contar) uma história sobre um ser humano realmente percebendo seu potencial e sua força".[18] No final da primeira temporada, Kara foi promovida por Cat e tornou-se repórter júnior no início da segunda temporada. Malina Weissman (temporadas 1 e 2) e Izabela Vidovic (temporadas 3 e 4) retratam versões mais jovens de Kara. [19][20]

Ex-fotógrafo do Daily Planet, James se mudou para National City e se tornou o novo diretor de arte de sua ex-colega, Cat Grant, na CatCo Worldwide Media. Ele é inicialmente um potencial interesse amoroso por Kara.[21][20] Entre suas razões para se mudar pelo país, está o rompimento com sua noiva, Lucy Lane, e de olho na recém-revelada Supergirl de Superman. Enquanto trabalhava no Planeta Diário, James recebeu o Prêmio Pulitzer por tirar a primeira foto do Superman. Na segunda temporada, James se torna Guardião. Ele também se torna o CEO interino da CatCo depois que Cat Grant deixa a empresa.

A irmã adotiva humana de Kara. Ela é uma cientista e agente governamental que serve como o braço direito de Hank Henshaw no DEO. Tendo sido extensivamente treinada em combate por Henshaw, Alex, por sua vez, fornece treinamento rigoroso a Kara, a fim de diminuir sua dependência excessiva de seus poderes. Ela e Kara suspeitam do DEO ao saber que o pai desaparecido foi forçado a trabalhar lá para proteger Kara, mas Alex descobre que Henshaw é realmente o sobrevivente marciano J'onn J'onzz disfarçado. Na segunda temporada, Alex descobre que seu pai está vivo e o procura. Ela também conhece e faz amizade com a detetive da polícia Maggie Sawyer e começa a desenvolver sentimentos por ela, forçando Alex a confrontar sua sexualidade. Jordan Mazarati e Olivia Nikkanen retratam um jovem Alex.[20] No final da terceira temporada, Alex se torna o nova diretora do DEO.

  • Jeremy Jordan como Winslow "Winn" Schott Jr. / Homem-Brinquedo (temporadas 1–3; temporada 5: recorrente):

Um especialista em tecnologia que trabalhou ao lado de Kara na CatCo, ele é o melhor amigo de Kara e serve como um de seus aliados, ajudando-a a desenvolver sua fantasia e ajudando-a em suas aventuras. Winn tem sentimentos não correspondidos por Kara e é um rival de James por seu carinho. No entanto, no final de "Para a Garota Que Já Tem Tudo", Winn aceitou que é melhor que eles permaneçam como melhores amigos e, em "Solidão", ele começa a se interessar pela nova assistente de Cat Grant, que também é rival de Kara; Siobhan Smythe, que é subsequentemente demitida por Cat e que, em "Melhores do Mundo", e se torna uma supervilão metahumano sobrenatural chamado Banshee Prateada. Na série, ele é filho do Homem-Brinquedo. Na segunda temporada, Winn deixou a CatCo para trabalhar no DEO como agente de recepção. Ele também trabalha com James Olsen como seu parceiro vigilante. No final da terceira temporada, ele partiu para o futuro com Mon-El e se juntou à Legião de Super-Heróis.

O chefe do DEO que leva a aparência de Hank Henshaw após Henshaw ser morto no Peru enquanto o caçava. J'onn J'onzz usa a aparência de Henshaw para reformar a DEO por dentro e também vigiar Alex e Kara. A evolução de Henshaw foi discutida durante as filmagens do piloto, com os produtores executivos dizendo brincando que Harewood seria um bom ator para interpretar o Caçador de Marte em uma série de televisão em potencial, para a qual Geoff Johns, da DC Comics, perguntou por que não poderia ser feito em Supergirl. Harewood refletiu que ele tinha dificuldade em "encontrar um ângulo para interpretar Hank Henshaw" no piloto, e ficou empolgado quando lhe disseram sobre a mudança na história de futuro de seu personagem.[22] Harewood também interpretou na série o verdadeiro Hank Henshaw, que se tornou Superman Ciborgue.

A fundadora superficial do conglomerado de mídia CatCo Worldwide Media, que sente, desde que "classificou" Kara como "Supergirl", que possui a custódia proprietária do novo herói. Antes de fundar a CatCo, era colunista de fofocas do Planeta Diário e, antes disso, assistente pessoal do editor-chefe do Planeta Diário, Perry White. Cat investiga e revela que Supergirl é prima de Superman, o que faz com que Kara se torne um alvo de alguns vilões da galeria do super-herói. Cat também serve como mentora de Kara, dando conselhos sobre ser uma mulher no mundo dos homens. No episódio "Aquisição Hostil", ela suspeita que Kara seja a Supergirl. No segundo episódio da segunda temporada, Cat anuncia que vai tirar uma licença da CatCo, deixando James para administrar a empresa em seu lugar. Na terceira temporada, ela se tornou secretária de imprensa da Casa Branca da presidente Olivia Marsdin.

Um príncipe do planeta Daxam com poderes semelhantes aos de Superman e Supergirl, Mon-El aterrissa na Terra no pod no final da primeira temporada.

Uma detetive do Departamento de Polícia de National City que se interessa especialmente pelos casos envolvendo alienígenas e meta-humanos. Lima se tornou uma atriz recorrente na terceira temporada, partindo no quinto episódio da temporada.

A CEO da L-Corp (anteriormente conhecido como Luthor Corp) e a meia-irmã paterna mais nova de Lex Luthor. Ela chega em National City após Lex ter sido preso, na esperança de renomear a Luthor Corp como uma força para o bem. Como filha de Lionel Luthor, de quem ela é próxima, Lena tenta resgatar seu nome de família depois que os crimes de Lex o mancharam e romper com o legado de seu meio-irmão e madrasta. Inicialmente, ela acreditava que era filha adotiva de Lionel e Lillian Luthor, mas Lena descobre que ela é realmente filha ilegítima de Lionel por seu caso extraconjugal. Lena conhece Kara depois que Kara é designada para entrevistar Lena sobre a L-Corp. Logo depois, as duas se tornam amigas próximas.

  • Odette Annable como Samantha Arias / Régia (temporada 3; temporada 5: participação):

Outra kriptoniana enviado à Terra quando criança e mãe solteira para sua filha Ruby. A personalidade alternativa vilã de Samantha, Régia, surge no meio da terceira temporada, mas ela não tem conhecimento disso e das ações de seu alter ego.

Um intelecto de nível 12, meio IA e meio orgânico, e membro da Legião de Super-Heróis do planeta Colu no século 31.

  • Sam Witwer como Benjamin Lockwood / Agente da Liberdade (temporada 4; temporada 5: participação):

O brilhante, implacável, fundador e líder dos Filhos da Liberdade, um grupo de ódio supremacista humano que apóia uma ordem mundial humana em primeiro lugar.

  • Nicole Maines como Nia Nal / Sonhadora (temporada 4–presente):

Uma jovem transgênero com alma e desejo feroz de proteger os outros e a mais nova adição à equipe de reportagem da CatCo. A personagem é a primeira super-heroína transgênero na televisão.

  • April Parker Jones como Coronel Lauren Haley (temporada 4):

Uma militar de carreira de linha dura que vive e morre por ordem de seus oficiais comandantes. Dedicada ao seu país, ela sempre age no seu melhor interesse - mesmo que não seja o dela.

  • Azie Tesfai como Kelly Olsen (temporada 5; temporada 4: recorrente):

A irmã mais nova de James que voltou recentemente para os Estados Unidos após um trabalho de militar no exterior.

  • Andrea Brooks como Eve Teschmacher (temporada 5; temporada 2–4: recorrente):

Um ex-assistente da CatCo que se tornou parte da equipe de pesquisa de Lena na L-Corp antes de ser revelado como uma espiã que trabalhava para Lex Luthor. Ela também é revelada como uma espiã pouco disposta a trabalhar para o Leviatã, que vem manipulando Lex Luthor.

CEO da Obsidian Tech, que é a nova editora-chefe da Catco Worldwide Media e antiga amiga de Lena Luthor.

  • Staz Nair como William Dey (temporada 5):

Um novo repórter estrela da Catco Worldwide Media que permanece secretamente no emprego dos jornais do London Times e age disfarçado para investigar Andrea Rojas, suspeitando que ela é uma criminosa.

  • LaMonica Garrett como Mar Novu / Monitor (temporada 5; temporada 4: participação):

O Monitor é um Multiversal testando diferentes Terras no multiverso, preparando-se para uma "crise" iminente, fornecendo o Livro do Destino a John Deegan, liberando o irmão de J'onn J'onzz e recuperando o cadáver de Lex Luthor, enquanto o Anti -Monitor é o seu oposto polar, um mal sendo dedicado a acabar com o multiverso.

Produção[editar | editar código-fonte]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

A ideia de uma série centrada na super-heroína Supergirl pela Warner Bros. Television foi anunciada em setembro de 2014. Os produtores executivos são Greg Berlanti, Andrew Kreisberg e Ali Adler, autores do roteiro, e Sarah Schechter, da Berlanti Productions. Nina Tassler, da CBS Entertainment, revelou que a série seria processual, dizendo: "Serão casos, mas o que Ali Adler e Greg Berlanti alteraram foi um arco de série para ela. A beleza disto está agora em séries como The Good Wife e Madam Secretary, você pode ter elementos de história serializados, sendo um caso por semana. Ela é uma solucionadora de crimes, então ela irá ter que resolver crimes". Quando questionada sobre a presença e a influência do Superman na história, Ali Adler tomou como base "o modo como o presidente dos Estados Unidos é tratado na série Veep. De fato, é bastante inspirado nas situações vividas pela personagem de Julia Louis-Dreyfus. Enfim, a série é sobre a Supergirl, e é através de seus olhos que queremos contá-la."[23] Em março de 2015, Blake Neely, compositor de Arrow e The Flash, revelou que também seria o compositor de Supergirl.[24]

Design do traje[editar | editar código-fonte]

Traje da Supergirl

O traje da personagem foi criado pela designer Colleen Atwood, também responsável pelos trajes de Arrow e The Flash.[25] A atriz Melissa Benoist já conhecia o traje vestido por Kara Danvers nas HQs, e disse: "A micro-mini borda da saia é um pouco assustadora... mas isso é bom. Eu gosto de ser pressionada".[26] Fotos promocionais de Melissa Benoist vestindo o traje feito por Colleen Atwood foram liberadas em março de 2015. Colleen "urbanizou" a vestimenta clássica da personagem, explicando que sua intensão era "abraçar o passado... mas mais importante, inserir o estilo herói das ruas de hoje em dia." A recepção do traje, quando divulgado, ficou dividida. Natalie Abrams, da Entertainment Weekly, o descreveu como "diferente, mas com bom gosto". O novo traje esconde o diafragma da personagem, diferente das HQs, e traz uma meia-calça escura por baixo das botas. Natalie Abrams comparou a textura escura da roupa com a usada por Henry Cavill como Superman no filme O Homem de Aço, bem como o posicionamento da capa no traje, e a decisão de substituir o tom azul e vermelho brilhante dos quadrinhos.[27] Andrew Dyce, do Screen Rant, achou o novo traje um balanço perfeito entre a nostalgia clássica e o modernismo.[28] O site The Washington Post avaliou o design de Colleen Atwood como um sucesso, especificamente por sua habilidade de pegar "matrizes de desenho" e movê-las à tons escuros.[29] O site E! Online criticou a roupa, comparando-a com um "traje barato de Halloween", com cores desbotadas, descrente do "energético estilo de rua" que Colleen Atwood propôs.[30] O site TV Guide questionou o design, comentando que, apesar da imagem promocional ter Melissa Benoist tentando aparentar uma heroína poderosa, as botas de cano alto e a saia plissada a tornam "uma modelo publicitária em uma fantasia de Halloween barata."[31]

Filmagens[editar | editar código-fonte]

Em fevereiro de 2015, Andrew Kreisberg, co-criador de Arrow e The Flash, foi anunciado como desenvolvedor e produtor executivo de Supergirl. Glen Winter, que também dirige Arrow e The Flash foi anunciado como diretor do episódio piloto.[32] As gravações do episódio piloto foram de 4 de março a 29 de março de 2015. A série é gravada em Vancouver, Colúmbia Britânica, no Canadá.[33]

Transmissão[editar | editar código-fonte]

No Canadá, Supergirl foi ao ar na Global Television Network em uma transmissão simultânea a transmissão americana durante a primeira temporada; a partir da segunda temporada passou a ser transmitida no canal Showcase.

A série estreou em 29 de outubro de 2015, no Reino Unido, na Sky One. A série estreou na Austrália em 6 de dezembro de 2015, na FOX8. No Brasil, a série é exibida pelo canal a cabo Warner Channel, pelo streaming Netflix e foi exibida na rede aberta pela Rede Globo.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Resposta da crítica[editar | editar código-fonte]

Temporada Resposta da crítica
Rotten Tomatoes Metacritic
1 92% (72 reviews)[34] 75% (33 reviews)[35]
2 92% (20 reviews)[36] 81% (4 reviews)[37]
3 77% (14 reviews)[38] TBA
4 87% (7 reviews)[39] TBA
5 86% (110 reviews)[40] TBA

A avaliação do site Rotten Tomatoes deu para a série um índice de 97% de aprovação dos críticos e com uma classificação média de 7,6/10 baseado em 66 comentários. O site disse: "Melissa Benoist brilha como a pequena prima valente do Superman em Supergirl, uma adaptação dos quadrinhos para a família que abandona o cinismo romântico."[41] O Metacritic, que usa uma média ponderada, atribuiu uma pontuação de 75/100 com base em comentários de 33 críticos, o que indica "avaliações favoráveis??".[42] Cliff Wheatley, da IGN, deu ao episódio piloto uma nota de 7/10, elogiando o desempenho de Melissa Benoist como Kara Danvers e o take cômico com o Superman.[43]

O Rotten Tomatoes deu à segunda temporada da série um índice de 92% de aprovação dos críticos, com uma classificação média de 7,88/10, baseado em 20 comentários. O site disse: "A chegada do primo mais famoso em Supergirl não prejudica a liderança do programa, que continua a oferecer força, ação e relacionabilidade".[36] O Metacritic relatou "aclamação universal" e atribuiu uma pontuação de 81/100, com base em comentários de 4 críticos.[37]

A terceira temporada da série possui um índice de 78% de aprovação dos críticos no Rotten Tomatoes, e com uma classificação média de 6,9/10 baseado em 15 comentários. O site disse: "Temas mais pesados ​​levam a apostas mais altas, mas Supergirl dá sua heroína de mesmo nome e seus colegas muito espaço para crescimento, criando uma terceira temporada bem equilibrada e envolvente".[38]

A quarta temporada da série possui um índice de 87% de aprovação dos críticos no Rotten Tomatoes, e com uma classificação média de 7,27/10 baseado em 7 comentários. O site disse: "Embora seja um pouco inconsistente, a quarta temporada de Supergirl ainda cresce graças à forte e relevante escrita, trazida à vida por seu elenco encantador".[39]

Audiência[editar | editar código-fonte]

Audiência e classificações por temporada de Supergirl
Temporada Horário (ET) Emissora Episódios Primeira exibição Última exibição Rank Méd. audiência
(milhões)
Adultos de
18–49 anos
(média)
Data Audiência
(milhões)
Data Audiência
(milhões)
1 Segundas 20:00 CBS 20 26 de outubro de 2015 (2015-10-26) 12.96[44] 18 de abril de 2016 (2016-04-18) 6.11[45] 39 9.81 2.4[3]
2 The CW 22 10 de outubro de 2016 (2016-10-10) 3.06[46] 22 de maio de 2017 (2017-05-22) 2.12[47] 129 3.12 1.0[4]
3 23 9 de outubro de 2017 (2017-10-09) 1.87[48] 18 de junho de 2018 (2018-06-18) 1.78[49] 154 2.82 0.9[5]
4 Domingos 20:00 22 14 de outubro de 2018 (2018-10-14) 1.52[50] 19 de maio de 2019 (2019-05-19) 1.07[51] 169 1.67 0.5[6]
5 Domingos 21:00 19 6 de outubro de 2019 (2019-10-06) 1.26[52] 17 de maio de 2020 (2020-05-17) 0.65[53] 118 1.58 0.5[7]
Supergirl: espectadores dos EUA por episódio (milhões)

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Nomeado(s) Resultado Ref.
2015 Critics' Choice Television Awards Most Exciting New Series Supergirl Venceu [58]
2016 People's Choice Awards Favorite New TV Drama Supergirl Venceu [59]
Saturn Awards Best Actress on Television Melissa Benoist Indicado [60]
Best Guest Starring Role on Television Laura Benanti Indicado
Best Superhero Adaptation Television Series Supergirl Indicado
Best Supporting Actress on Television Calista Flockhart Indicado
Breakthrough Performance Melissa Benoist Venceu
Teen Choice Awards Breakout Series Supergirl Indicado [61]
2017 GLAAD Awards Outstanding Drama Series Supergirl Indicado [62]
Kids' Choice Awards Favorite TV Show – Family Show Supergirl Indicado [63]
Saturn Awards Best Actress on a Television Series Melissa Benoist Venceu [64]
Best Guest Performance on a Television Series Tyler Hoechlin Indicado
Best Superhero Adaptation Television Series Supergirl Venceu
Best Supporting Actor on a Television Series Mehcad Brooks Indicado
Teen Choice Awards Choice Action TV Actor Chris Wood Indicado [65]
Choice Action TV Actress Melissa Benoist Venceu
Choice Action TV Show Supergirl Indicado
Choice Liplock Melissa Benoist e Chris Wood Indicado
Choice TV Ship Melissa Benoist e Chris Wood Indicado
Choice TV Villain Teri Hatcher Indicado
2018 People's Choice Awards The Sci-Fi/Fantasy Show of 2018 Supergirl Indicado [66]
Saturn Awards Best Actress on a Television Series Melissa Benoist Indicado [67]
Best Superhero Adaptation Television Series Supergirl Indicado
Best Supporting Actress on Television Odette Annable Indicado
Teen Choice Awards Choice Action TV Actor Chris Wood Indicado [68]
Choice Action TV Actress Melissa Benoist Venceu
Choice Action TV Show Supergirl Indicado
Choice Scene Stealer Katie McGrath Indicado
Choice TV Villain Odette Annable Indicado
2019 GLAAD Awards Outstanding Drama Series Supergirl Indicado [69]
Saturn Awards Best Superhero Television Series Supergirl Venceu [70]
Best Actress on Television Melissa Benoist Indicado
Best Supporting Actor on Television David Harewood Indicado
Best Guest Starring Role on Television Jon Cryer Indicado
Teen Choice Awards Choice Action TV Show Supergirl Indicado [71]
Choice Action TV Actress Melissa Benoist Indicado
Choice TV Villain Jon Cryer Indicado
2020 GLAAD Awards Outstanding Drama Series Supergirl Indicado [72]

Lista de Dez Melhores dos Críticos
Listas de dez melhores dos críticos de 2015[73]

  • Número 10 – People
  • Não ranqueada – Variety
  • Número 7 – The Washington Post

Listas de dez melhores dos críticos de 2016[74]

  • Número 5 – Cinema Blend

Universo Arrow[editar | editar código-fonte]

Pôster do crossover

Em novembro de 2014, Greg Berlanti manifestou o seu interesse na existência de Supergirl no Universo Arrow, mas em uma Terra paralela à de suas outras séries, Arrow e The Flash.[75] Em janeiro de 2015, o presidente da emissora The CW, Mark Pedowitz, revelou que ele também estava aberto a um crossover entre as séries e as emissoras (The CW e CBS). No entanto, a diretora da CBS, Nina Tassler, afirmou: "Essas duas séries são de canais diferentes... então acho melhor mantermos Supergirl somente conosco por um tempo".[76] Em fevereiro de 2016, foi anunciado que Grant Gustin, que interpreta Barry Allen / Flash em The Flash, apareceria no décimo oitavo episódio da primeira temporada de Supergirl, intitulado "Os Melhores dos Mundos".[77] "Estamos muito animados em anunciar algo que nós sonhamos desde que começamos a trabalhar em Supergirl... Queremos agradecer a Grant Gustin por ter arrumado um tempo em sua imensa carga de trabalho para vir nos visitar e a todo mundo na CBS, The CW, Warner Bros. e DC Comics", disseram Greg Berlanti e Andrew Kreisberg, sobre a confirmação do crossover.[78] Antes da exibição do episódio, Ross A. Lincoln, do Deadline.com, observou que "a razão no universo" para o crossover seria devido à capacidade de Barry de viajar para várias dimensões, o que implica a existência da Supergirl em um multiverso,[79] o que foi confirmado no episódio "Bem-Vindos à Terra-2" de The Flash, mostrando uma imagem de Melissa Benoist como Supergirl durante uma sequência em que personagens viajam através desse multiverso.[80] A terra em que a série habita é a Terra-38 no multiverso Arrow.[81]

Durante a segunda temporada, Supergirl aparece em "Invasão!", Um episódio crossover de The Flash, Arrow e Legends of Tomorrow,[82], quando ela é recrutada por Barry Allen e Cisco Ramon no final do episódio "Medusa" para ajudar combater uma invasão pelos dominadores.[83] Supergirl e The Flash também apareceram em um crossover musical, apresentando vários covers de músicas existentes, juntamente com dois números originais. Semelhante a "Invasão!", O crossover começa no final do episódio da Supergirl "Desafortunada" e ocorre principalmente durante o episódio "Dueto" de The Flash, apresentando o Music Meister como o antagonista que coloca o Flash e a Supergirl em um filme de alucinação compartilhada.[84] Após "Invasão!", Guggenheim disse "Se há um apetite por parte dos fãs e da rede", o crossover no próximo ano pode ser "um crossover divido em quatro partes".[85]

No evento Paleyfest de 2017, Kreisberg reiterou o interesse da equipe criativa de fazer um crossover completo de quatro partes no ano seguinte.[86] Na San Diego Comic Con 2017, foi confirmado que outro crossover de quatro partes aconteceria, com Supergirl desempenhando um papel maior do que na temporada anterior. O evento de crossover de quatro partes, intitulado "Crise na Terra-X", ocorreu nos dias 27 e 28 de novembro de 2017, em Supergirl e Arrow (na primeira noite) e The Flash e Legends of Tomorrow (na segunda noite).[87][88]

Em maio de 2018, a estrela de Arrow, Stephen Amell, anunciou no evento da The CW que o próximo crossover do Universo Arrow contaria com Batwoman e Gotham City. O crossover, intitulado "Elseworlds", foi ao ar em dezembro de 2018, à frente de uma potencial série solo de 2019 para a personagem.[89][90] Supergirl foi confirmada para ter um episódio participante em agosto, o qual encerrou o crossover de três partes, trocando o dia de exibição com The Flash para o evento. Portanto, o episódio participante do programa foi ao ar na terça-feira, 11 de dezembro.[91] O final de "Elseworlds" indicou o próximo crossover das séries, "Crise nas Infinitas Terras".[92] O episódio de Supergirl abriu o crossover de cinco partes em 8 de dezembro de 2019, com as duas partes finais indo ao ar em 14 de janeiro de 2020.[93] No final do evento, foi construída a Terra-Prime, onde a Terra-38 se fundiu com a terra anterior da Terra-1 e com a Terra do Raio Negro, criando um universo ficcional onde todas as séries da The CW existem juntas.[94]

Spin-off[editar | editar código-fonte]

Em outubro de 2019, a The CW e a Warner Bros. Television anunciaram o desenvolvimento de uma série derivada intitulada Superman & Lois, com Tyler Hoechlin e Elizabeth Tulloch reprisando seus papéis como Clark Kent / Superman e Lois Lane. Todd Helbing estava programado para escrever a série e serviria como produtor executivo ao lado de Greg Berlanti, Sarah Schechter e Geoff Johns.[95] Em janeiro de 2020, a série Superman e Lois foi confirmada.[96]

Em fevereiro de 2020, Jordan Elsass e Alexander Garfin foram escalados como filhos adolescentes de Lois e Clark, Jonathan Kent e Jordan Kent. Em 2 de abril de 2020, Dylan Walsh foi escalado como Samuel Lane, pai de Lois. Ele substitui Glenn Morshower, que anteriormente interpretou o personagem em Supergirl. Em 7 de abril de 2020, Emmanuelle Chriqui foi escalada como Lana Lang, a velha amiga de Clark que se casou e é a administradora de empréstimos do Banco de Smallville. No dia seguinte, Erik Valdez foi escalado como Kyle Cushing, um bombeiro e o marido de Lana. Em 12 de maio de 2020, Wolé Parks foi escalado como O Estranho. No dia seguinte, Inde Navarrette foi escalado como Sarah Cushing, filha de Kyle e Lana.

Superman & Lois está programado para estrear em janeiro de 2021.[97]

Outras mídias[editar | editar código-fonte]

Histórias em quadrinhos[editar | editar código-fonte]

Em julho de 2015, uma história em quadrinhos de quatro páginas intitulada Sister Act, escrita por Ali Adler, Greg Berlanti e Andrew Kreisberg, foi lançada digitalmente on-line e, um dia depois, na edição de setembro de 2015 da TV Guide.

A partir de janeiro de 2016, a DC Comics lançou uma revista digital quinzenal, com 13 edições, Adventures of Supergirl. Escrito por Sterling Gates e desenhado por uma equipe rotativa de artistas, incluindo Bengala, Jonboy Meyers, Emanuela Lupacchino e Emma Vieceli, a história em quadrinhos, embora não esteja diretamente ligada ao programa, conta histórias ambientadas no universo do programa. A série digital foi coletada impressa como uma série de seis edições publicada duas vezes por mês entre maio e julho de 2016 e como uma graphic novel completa em setembro daquele ano.[98]

Novels[editar | editar código-fonte]

Em novembro de 2017, a Abrams Books começou a publicar uma nova trilogia de livros de Supergirl, escrita por Jo Whittemore, destinada a leitores de nível médio em conjunto com uma trilogia semelhante dos romances de The Flash. A primeira, Supergirl: Age of Atlantis, foi lançada em 7 de novembro de 2017 e apresenta a Supergirl lidando com um surto de novas pessoas poderosas em National City, bem como uma misteriosa criatura humanóide marinha capturada pelo D.E.O. e aparentemente atraída pelo novas pessoas superpoderadas. Uma sequência, Supergirl: Curse of the Ancients, foi lançada em 1 de maio de 2018, com um terceiro livro, intitulado Supergirl: Master of Illusion, lançado em 8 de janeiro de 2019.

Guia[editar | editar código-fonte]

Um guia para a série, publicado pela Abrams, foi lançado em 12 de março de 2019. Supergirl: The Secret Files of Kara Danvers: The Ultimate Guide to the Hit TV Show apresenta "perfis detalhados de personagens e super poderes, uma galeria de heróis e vilões , guia de episódios e muito mais das três primeiras temporadas da série."

Videogames[editar | editar código-fonte]

O videogame Lego DC Super-Villains apresenta DLC inspirado por Supergirl no "DC Super Heroes: TV Series DLC Character Pack". O pacote DLC inclui Supergirl como um personagem jogável. Na versão mobile de Injustice: Gods Among Us, as versões do programa da Supergirl e da Supergirl Blindada aparecem como personagens jogáveis.

Home media[editar | editar código-fonte]

Temporada
completa
Datas de lançamento do DVD Datas de lançamento do Blu-ray Material adicional
Região 1 Região 2 Região 4 Região A Região B
1 9 de agosto de 2016[99] 25 de julho de 2016[100] 27 de julho de 2016[101] 9 de agosto de 2016[99] 25 de julho de 2016[100]
  • Painel da Comic-Con de 2015[carece de fontes?]
  • Cenas deletadas
  • Gag reel
  • Featurettes
    • The Man From Mars
    • Krypton: A World Left Behind
2 22 de agosto de 2017[102] 21 de agosto de 2017[103] 23 de agosto de 2017[104] 22 de agosto de 2017[102] 21 de agosto de 2017[103]
  • Painel da Comic-Con de 2016[105]
  • Uma conversa entre Andrew Kreisberg e Kevin Smith
  • Supergirl Lives Audio Commentary estrelando Andrew Kreisberg e Kevin Smith
  • Did You Know facts for fans
  • Featurettes
    • Supergirl: Alien Fight Night
    • Aliens Among Us
3 18 de setembro de 2018[106] 17 de setembro de 2018[107] 19 de setembro de 2018[108] 18 de setembro de 2018[106] 17 de setembro de 2018[107]
  • Todos os quatro episódios do crossover Crisis on Earth-X
  • Painel da Comic-Con de 2017[109]
  • Cenas deletadas
  • Gag reel
  • Inside the Crossover: Crisis on Earth-X
  • Featurettes
    • She Will Reign!
4 17 de setembro de 2019 23 de setembro de 2019
  • Todos os três episódios do crossover Elseworlds
  • Inside the Crossover: Elseworlds
  • Gag reel
  • Cenas deletadas
  • Featurettes
    • Villains: Modes of Persuasion

Referências

  1. «Escolhida atriz que será Supergirl na nova série da rede americana CBS». Minha Série. 22 de janeiro de 2015 
  2. «Showatch». The Futon Critic. 26 de outubro de 2015 
  3. a b de Moraes, Lisa (26 de maio de 2016). «Full 2015–16 TV Season Series Rankings: 'Blindspot', 'Life In Pieces' & 'Quantico' Lead Newcomers». Deadline Hollywood. Consultado em 27 de maio de 2016. Cópia arquivada em 27 de maio de 2016 
  4. a b de Moraes, Lisa (26 de maio de 2017). «Final 2016–17 TV Rankings: 'Sunday Night Football' Winning Streak Continues». Deadline Hollywood. Consultado em 26 de maio de 2017. Cópia arquivada em 2 de junho de 2017 
  5. a b de Moraes, Lisa; Hipes, Patrick (22 de maio de 2018). «2017-18 TV Series Ratings Rankings: NFL Football, 'Big Bang' Top Charts». Deadline Hollywood. Consultado em 22 de maio de 2018. Cópia arquivada em 24 de setembro de 2018 
  6. a b de Moraes, Lisa (21 de maio de 2019). «2018–19 TV Season Ratings: CBS Wraps 11th Season At No. 1 In Total Viewers, NBC Tops Demo; 'Big Bang Theory' Most Watched Series». Deadline Hollywood. Consultado em 5 de junho de 2019. Cópia arquivada em 5 de junho de 2019 
  7. a b Porter, Rick (4 de junho de 2020). «TV Ratings: 7-Day Season Averages for Every 2019-20 Broadcast Series». The Hollywood Reporter. Consultado em 12 de junho de 2020. Cópia arquivada em 6 de junho de 2020 
  8. Agard, Chancellor (22 de setembro de 2020). «'Supergirl' will end with upcoming sixth season». Entertainment Weekly. Consultado em 6 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 23 de setembro de 2020 
  9. Erro de citação: Etiqueta <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs de nome 2021SeasonStartDates
  10. «The CW Renews The Flash, Supernatural, Crazy Ex and 4 Others». TVLine. 8 de janeiro de 2017. Consultado em 8 de janeiro de 2017 
  11. «The CW Sets Fall 2017 Premiere Dates For 'Dynasty' & 'Valor' And Returning Series Returning Series». Deadline.com. 8 de junho de 2017. Consultado em 8 de junho de 2017 
  12. Goldberg, Leslie (2 de abril de 2018). «'Riverdale,' 'Flash,' 'Supernatural' Among 10 CW Renewals». The Hollywood Reporter. Consultado em 2 de abril de 2018 
  13. Swift, Andy (20 de junho de 2018). «The CW Sets Fall Premiere Dates, Including New 'Super' Sunday». TVLine. Consultado em 20 de junho de 2018 
  14. York, Beto (7 de janeiro de 2020). «"Supergirl" é renovada para 6ª Temporada». Séries em Cena. Consultado em 12 de março de 2020 
  15. Andreeva, Nellie (22 de janeiro de 2015). «Melissa Benoist Is Supergirl: CBS Pilot Casts 'Glee' Actress In Lead Role». Deadline Hollywood. Consultado em 10 de março de 2020 
  16. Goldman, Eric (13 de maio de 2015). «CBS Schedule: Supergirl Airing on Mondays; Person of Interest Held for Midseason». IGN. Consultado em 10 de março de 2020 
  17. Mitovich, Matt Webb (31 de outubro de 2014). «CBS' Supergirl Casting Jimmy Olsen, Cat Grant and Others». TVLine. Consultado em 10 de março de 2020 
  18. Scott Huver (25 de fevereiro de 2015). «Melissa Benoist Embraces "Supergirl's" Iconic Qualities & Powerful Humanity». Comic Book Resources. Consultado em 10 de março de 2020 
  19. Goldberg, Lesley (9 de março 2015). «CBS Casts Young 'Supergirl' (Exclusive)». The Hollywood Reporter. Consultado em 10 de março de 2020 
  20. a b c Swift, Andy (5 de Setembro de 2017). «Supergirl Recasts Two Key Roles». TVLine. Consultado em 10 de março de 2020 
  21. Goldberg, Lesley (9 de março 2015). «CBS Casts Young 'Supergirl' (Exclusive)». The Hollywood Reporter. Consultado em 10 de março de 2020 
  22. Ratcliffe, Amy (7 de dezembro de 2015). «"SUPERGIRL" EPS, HAREWOOD & LEIGH DISCUSS TONIGHT'S MAJOR REVEAL». Comic Book Resources. Consultado em 10 de março de 2020 
  23. http://www.ew.com/article/2015/07/06/supergirl-superman-cbs
  24. https://twitter.com/cowonthewall/status/579163922797711360
  25. http://www.ew.com/article/2015/01/12/supergirl
  26. http://www.comicbookresources.com/article/melissa-benoist-embraces-supergirls-iconic-qualities-powerful-humanity
  27. http://www.ew.com/article/2015/03/06/supergirl-debuts-new-costume-whats-different
  28. http://screenrant.com/supergirl-tv-show-suit-images/
  29. http://www.washingtonpost.com/news/comic-riffs/wp/2015/03/06/first-look-melissa-benoists-supergirl-costume-revealed-by-cbs/
  30. https://web.archive.org/web/20150307021132/http://www.eonline.com/photos/14534/all-the-greatest-superhero-costumes-on-tv-ranked-from-super-tragic-to-super-epic/470337
  31. http://www.tvguide.com/news/cbs-supergirl-costume/
  32. http://www.hollywoodreporter.com/live-feed/supergirl-chyler-leigh-david-harewood-778058
  33. http://www.comicbookresources.com/article/cbs-supergirl-includes-old-school-dc-tv-nod-on-set
  34. «Supergirl: Season 1 (2015)». Rotten Tomatoes. Consultado em 29 de outubro de 2017 
  35. «Supergirl: Season 1». Metacritic. Consultado em 29 de outubro de 2017 
  36. a b «Supergirl: Season 2 (2016)». Rotten Tomatoes. Consultado em 29 de outubro de 2017 
  37. a b «Supergirl: Season 2». Metacritic. Consultado em 29 de outubro de 2017 
  38. a b «Supergirl: Season 3 (2017)». Rotten Tomatoes. Consultado em 29 de outubro de 2017 
  39. a b «Supergirl: Season 4». Rotten Tomatoes. Consultado em 12 de março de 2020 
  40. {{citar web |url=https://rottentomatoes.com/tv/supergirl/s05 |título=Supergirl: Season 5 |obra=Rotten Tomatoes |acessodata=12 de março de 2020}
  41. «Supergirl: Season 1 (2015)». Rotten Tomatoes. Consultado em 18 de março de 2016 
  42. «Supergirl: Season 1». Metacritic. Consultado em 18 de março de 2016 
  43. Wheatley, Cliff (20 de outubro de 2015). «SUPERGIRL: "PILOT" REVIEW». IGN. Consultado em 20 de outubro de 2015 
  44. Porter, Rick (3 de novembro de 2015). «Monday final ratings: 'Supergirl' and 'Blindspot' adjust down, 'Big Bang Theory' adjusts up». TV by the Numbers. Tribune Digital Ventures. Consultado em 13 de março de 2020 
  45. {Porter, Rick (19 de abril de 2016). «Monday final ratings: 'Supergirl' finale adjusts up, 'NCIS: LA' adjusts down». TV by the Numbers. Consultado em 13 de março de 2020 
  46. Porter, Rick (11 de outubro de 2016). «'Timeless,' 'Conviction,' 'DWTS,' 'Lucifer' adjust down, 'Big Bang' adjusts up: Monday final ratings». TV by the Numbers. Consultado em 13 de março de 2020 
  47. Porter, Rick (23 de maio de 2017). «'The Voice' adjusts up, 'Jane the Virgin' adjusts down: Monday final ratings». TV by the Numbers. Consultado em 13 de março de 2020 
  48. Porter, Rick (10 de outubro de 2017). «'Big Bang Theory' and 'Good Doctor' adjust up, other CBS shows and 'The Brave' down: Monday final ratings». TV by the Numbers. Consultado em 13 de março de 2020 
  49. Porter, Rick (19 de junho de 2018). «'The Proposal,' other originals hold, 'Whose Line' rerun adjusts down: Monday final ratings». TV by the Numbers. Consultado em 13 de março de 2020 
  50. Welch, Alex (16 de outubro de 2018). «'DWTS: Juniors' and 'Family Guy' adjust up, 'Alec Baldwin Show' and 'God Friended Me' adjust down: Sunday final ratings». TV by the Numbers. Consultado em 13 de março de 2020 
  51. Welch, Alex (21 de maio de 2019). «'American Idol' adjusts up, 'America's Funniest Home Videos' adjusts down: Sunday final ratings». TV by the Numbers. Consultado em 13 de março de 2020 
  52. Welch, Alex (8 de outubro de 2019). «'Sunday Night Football' adjusts up, 'The Simpsons,' 'Bless the Harts,' and others adjust down: Sunday final ratings». TV by the Numbers. Consultado em 13 de março de 2020 
  53. Metcalf, Mitch (19 de maio de 2020). «Updated: ShowBuzzDaily's Top 150 Sunday Cable Originals & Network Finals: 5.17.2020». Showbuzz Daily. Consultado em 12 de junho de 2020 
  54. «Supergirl: Season One Ratings». TV Series Finale. 12 de maio de 2016 
  55. «Supergirl: Season Two Ratings». TV Series Finale 
  56. «Supergirl: Season Three Ratings». TV Series Finale 
  57. «Supergirl: Season Four Ratings». TV Series Finale 
  58. Petski, Denise (26 de maio de 2015). «'Supergirl', 'Minority Report' Among Critics' Choice TV Awards' Top New Series». Deadline Hollywood. Consultado em 2 de fevereiro de 2016 
  59. Melrose, Kevin (7 de janeiro de 2016). «'Furious 7', 'Supergirl' Win People's Choice Awards». Spinoff Online. Consultado em 10 de Janeiro de 2016 
  60. Petski, Denise (26 de maio de 2015). «'Supergirl', 'Minority Report' Among Critics' Choice TV Awards' Top New Series». Deadline Hollywood. Consultado em 2 de fevereiro de 2016 
  61. Crist, Allison (29 de julho de 2016). «Teen Choice Awards: Complete List of Nominees». The Hollywood Reporter. Consultado em 31 de julho de 2016 
  62. Schwindt, Oriana (31 de janeiro de 2017). «'Moonlight,' Netflix's 'The OA,' 'Supergirl' Snag GLAAD Media Awards Nominations». Variety. Consultado em 3 de março de 2017 
  63. Levy, Dani (2 de fevereiro de 2017). «2017 Nickelodeon Kids Choice Awards Nominations — Full List». Variety. Consultado em 2 de fevereiro de 2017 
  64. McNary, Dave (1 de março de 2017). «Saturn Awards Nominations 2017: 'Rogue One,' 'Walking Dead' Lead». Variety. Consultado em 1 de março de 2017 
  65. Swertlow, Meg (20 de junho de 2017). «Teen Choice Awards 2017 Nominations Announced: See the "First Wave" of Potential Winners». E! Online. Consultado em 20 de junho de 2017 
  66. «2018 People's Choice Awards: Complete List of Nominations». E! News. 5 de setembro de 2018. Consultado em 5 de setembro de 2018 
  67. McNary, Dave (15 de março de 2018). «'Black Panther,' 'Walking Dead' Rule Saturn Awards Nominations». Variety. Consultado em 15 de março de 2018. Cópia arquivada em 15 de março de 2018 
  68. «Teen Choice Awards 2018: Here's the Full List of Nominations». Moviefone (em inglês). Consultado em 25 de junho de 2018 
  69. Nordyke, Kimberly (4 de maio de 2019). «GLAAD Media Awards: 'Boy Erased,' 'Pose,' 'Gianni Versace' Among Winners». The Hollywood Reporter. Consultado em 5 de maio de 2019 
  70. Mancuso, Vinnie (16 de julho de 2019). «'Avengers: Endgame', 'Game of Thrones' Lead the 2019 Saturn Awards Nominations». Collider. Consultado em 17 de julho de 2019 
  71. «Teen Choice Awards 2019: Complete List of Winners and Nominees». Us Weekly. 12 de agosto de 2019. Consultado em 13 de agosto de 2019 
  72. Chris, Gardner; Annie, Howard (8 de janeiro de 2020). «GLAAD Media Awards: 'Booksmart,' 'Bombshell,' 'Rocketman' Among Nominees». The Hollywood Reporter. Consultado em 12 de março de 2020 
  73. «Best of 2015: Television Critic Top Ten Lists». Metacritic. 8 de dezembro de 2015. Consultado em 15 de janeiro de 2017. Cópia arquivada em 6 de julho de 2016 
  74. «Best of 2016: Television Critic Top Ten Lists». Metacritic. 13 de dezembro de 2016. Consultado em 15 de janeiro de 2017. Cópia arquivada em 20 de janeiro de 2017 
  75. Stack, Tim; Brissey, Breia (5 de dezembro de 2014). «The Man Behind the Masks». Time Warner. Entertainment Weekly (1340): 42–46 
  76. Cornet, Roth (12 de janeiro de 2015). «CBS President Nina Tassler Doubtful About a Supergirl/Flash/Arrow Crossover». IGN. Consultado em 12 de janeiro de 2015 
  77. «Grant Gustin revela título do crossover de The Flash e Supergirl». Adoro Cinema. Consultado em 18 de março de 2016 
  78. «The Flash e Supergirl – Crossover é oficialmente confirmado!». Legião dos Heróis. Consultado em 18 de março de 2016 
  79. Lincoln, Ross A. (3 de fevereiro de 2016). «Crossover Confirmed: 'The Flash' To Meet 'Supergirl' In March Episode». Deadline.com. Consultado em 3 de fevereiro de 2016 
  80. «SUPERGIRL APARECE VOANDO EM CENA DO EPISÓDIO 2×13 DE THE FLASH». Supergirl Brasil. Consultado em 18 de março de 2016. Arquivado do original em 29 de março de 2016 
  81. Day, Carla (29 de novembro de 2016). «'The Flash' Recap: "Invasion!" – The Gang's All Here». Collider. Consultado em 12 de março de 2020 
  82. Burlingame, Russ (23 de outubro de 2016). «Marc Guggenheim Reveals the Title Of Arrow's 100th Episode». ComicBook.com. Consultado em 12 de março de 2020 
  83. Abrams, Natalie (18 de outubro de 2016). «Arrow boss teases 100th episode, crossover catalyst». Entertainment Weekly. Consultado em 12 de março de 2020 
  84. Schwartz, Terri (20 de janeiro de 2017). «The Flash / Supergirl Crossover Episode Details Revealed». IGN. Consultado em 12 de março de 2020 
  85. Bryant, Jacob (29 de novembro de 2016). «Marc Guggenheim Teases Mega-Crossover, Celebrating 'Arrow's' 100th Episode». Variety. Consultado em 12 de março de 2020 
  86. Jacob, Bryant (19 de março de 2017). «Kevin Smith Helps Celebrate the CW's 'Arrowverse' at PaleyFest». Consultado em 12 de março de 2020 
  87. Mitovich, Matt Webb (2 de agosto de 2017). «Arrow-verse's Next 4-Show Crossover Event Set for Two Nights in November». TVLine. Consultado em 12 de março de 2020 
  88. Bryant, Jacob (2 de agosto de 2017). «CW Announces Dates for 'Arrowverse' Crossover Episodes». Variety. Consultado em 12 de março de 2020 
  89. Abrams, Natalie (17 de maio de 2018). «Next CW superhero crossover to introduce Batwoman». Entertainment Weekly. Consultado em 12 de março de 2020 
  90. Swift, Andy (17 de julho de 2018). «Batwoman TV Series in Development, Will Feature Out Lesbian Kate Kane». TVLine. Consultado em 12 de março de 2020 
  91. Nolan, Emma (24 de agosto de 2018). «Arrowverse crossover 2018 air date, cast, trailer plot: When will it air?». Express. Consultado em 12 de março de 2020 
  92. Mitovich, Matt Webb (11 de dezembro de 2018). «Arrowverse Crossover Title for Fall 2019 (!) Is Revealed — And It Is a Doozy». TVLine. Consultado em 12 de março de 2020 
  93. Mitovich, Matt Webb (4 de agosto de 2019). «Arrowverse 'Crisis on Infinite Earths' Crossover Adds Black Lightning Stars, Bruce Wayne — Get Full Schedule». TVLine. Consultado em 12 de março de 2020 
  94. Agard, Chancellor (14 de janeiro de 2020). «'Crisis on Infinite Earths' introduces a major change for the CW's superhero shows». Entertainment Weekly. Consultado em 12 de março de 2020 
  95. Matt Webb, Mitovich (28 de outubro de 2019). «Superman & Lois Series in Development at The CW, Starring Tyler Hoechlin and Elizabeth Tulloch — Get Details». TVLine. Consultado em 12 de março de 2020 
  96. Andreeva, Nellie (14 de Janeiro de 2020). «'Superman & Lois' And 'Walker, Texas Ranger' Reboot With Jared Padalecki Get CW Series Orders». Deadline Hollywood. Consultado em 12 de março de 2020 
  97. Ausiello, Michael (14 de maio de 2020). «The CW Delays New Season Until 2021: Superman & Lois to Follow Flash, Walker Fills Winchester Void, Supergirl Delayed». TVLine. Consultado em 11 de junho de 2020 
  98. «Adventures of Supergirl 2016». DC Comics 
  99. a b Lambert, David (2 de junho de 2016). «Supergirl – 'The Complete 1st Season' Press Release for DVDs, Blu-rays». TV Shows on DVD. Consultado em 24 de agosto de 2016. Arquivado do original em 12 de agosto de 2016 
  100. a b «Supergirl – Season 1 [DVD] [2016]». Amazon. Consultado em 1 de julho de 2016 
  101. «Supergirl – Season 1». JBHiFi. Consultado em 1 de julho de 2016 
  102. a b «Supergirl: The Complete Second Season». Consultado em 12 de setembro de 2018 – via Amazon 
  103. a b «Supergirl – Season 2 [DVD] [2017]». Amazon. Consultado em 12 de setembro de 2018 
  104. «Supergirl – Season 2». JBHiFi. Consultado em 12 de setembro de 2018 
  105. Lovett, Jamie (24 de maio de 2017). «Supergirl Season 2 Blu-ray, DVD Information Released». ComicBook.com. Consultado em 13 de setembro de 2018 
  106. a b «Supergirl: The Complete Third Season». Amazon 
  107. a b «Supergirl – Season 3 [DVD] [2018]». Amazon. Consultado em 12 de setembro de 2018 
  108. «Supergirl – Season 3». JBHiFi. Consultado em 12 de setembro de 2018 
  109. Hemmert, Kylie (29 de maio de 2018). «Supergirl Season 3 Blu-ray and DVD Details Announced!». comingsoon.net. Consultado em 13 de setembro de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]