Superliga Brasileira de Voleibol Feminino de 2013–14 - Série A

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Superliga Série A 2013/2014
Voleibol Volleyball (indoor) pictogram.svg
Informações gerais
País  Brasil
Organizador CBV
Período de 27 de setembro de 2013 a 27 de abril de 2014
Participantes 14
Resultados
Campeão Rio de Janeiro Rio de Janeiro (9º título)
Vice-campeão São Paulo Sesi-SP
MVP UNI Fofão
Baixa Rebaixamento Maranhão Maranhão Vôlei
Estatísticas
Número de jogos 196
Maior pontuador(a) AMI Tandara Caixeta (470 pontos)
◄◄ 2012-13 Bola de volei de quadra.svg 2014-15 ►►
Página oficial da competição

A Superliga Brasileira de Voleibol Feminino de 2013-14 - Série A é a 20ª edição desta competição organizada pela Confederação Brasileira de Voleibol através da Unidade de Competições Nacionais. Também é a 36ª edição do Campeonato Brasileiro de Voleibol Feminino, a principal competição entre clubes de voleibol feminino do Brasil. [1] Participam do torneio catorze equipes provenientes de cinco estados brasileiros (São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Santa Catarina e Maranhão) e do Distrito Federal.

Regulamento[editar | editar código-fonte]

A fase classificatória da competição será disputada por doze equipes em dois turnos. Em cada turno, todos os times jogarão entre si uma única vez. Os jogos do segundo turno serão realizados na mesma ordem do primeiro, apenas com o mando de quadra invertido. Os oito primeiros colocados se classificarão para os play-offs. Nesta fase, a vitória por 3-0 ou 3-1 garantirá três pontos para o ganhador e nenhum ponto para o perdedor. Já com o placar de 3-2, o ganhador da partida levará dois pontos e o perdedor um. [1]

Os play-offs serão divididos em três fases - quartas-de-final, semi-finais e final.

Nas quartas-de-final haverá um cruzamento entre as equipes com os melhores índices técnicos seguindo a lógica: 1ª x 8ª (A); 2ª x 7ª(B); 3ª x 6ª(C) e 4ª x 5ª(D). Estas jogarão partidas em melhor de 3 (jogos), sendo um mando de campo para cada e o jogo de desempate, quando houver, no ginásio da equipe com o melhor índice técnico da fase classificatória. [1]

As semifinais serão disputadas pelas equipes que passarem das quartas-de-final, seguindo a lógica: vencedora do duelo A x vencedora do duelo D; vencedora do duelo B x vencedora do duelo C. Estas jogarão novamente partidas em melhor de 3 (jogos), sendo um mando de campo para cada e o jogo de desempate, quando houver, no ginásio da equipe com o melhor índice técnico da fase classificatória. [1]

As vencedoras se classificarão para a final, que será disputada em jogo único[1] no estado do primeiro colocado da fase classificatória.[1][2] A terceira e a quarta colocações serão definidas pelo melhor índice técnico da fase classificatória. [1]

Pela primeira vez na história do torneio os sets serão disputados até 21 pontos com a diferença mínima de dois pontos (com exceção do quinto set, que será vencido pela equipe que fizer 15 pontos com pelo menos dois de diferença). Ocorrerão paradas técnicas no 7º e no 14º pontos da equipe que primeiro os alcançarem.[1]


Equipes participantes[editar | editar código-fonte]

Catorze equipes disputam o título da Superliga Feminina de 2013/2014 - Série A. São elas:

Equipe Cidade Última participação Temporada 2012/2013
Banana Boat/Praia Clube Minas Gerais Uberlândia 2012/2013
Grêmio Barueri São Paulo Barueri estreante -
Brasília Vôlei Distrito Federal (Brasil) Brasília estreante -
E.C. Pinheiros São Paulo São Paulo 2012/2013
Maranhão Vôlei/CEMAR Maranhão São Luís estreante -
Decisão Engenharia/Minas Minas Gerais Belo Horizonte 2012/2013
Molico Nestlé São Paulo Osasco 2012/2013
Rio do Sul Santa Catarina Rio do Sul 2012/2013
São Bernardo Vôlei São Paulo São Bernardo do Campo 2012/2013 12º
São Cristóvão Saúde/São Caetano São Paulo São Caetano do Sul 2012/2013 11º
Sesi-SP São Paulo São Paulo 2012/2013
Unilever Rio de Janeiro Rio de Janeiro 2012/2013
Uniara/AFAV São Paulo Araraquara estreante -
Vôlei Amil São Paulo Campinas 2012/2013

Classificação[editar | editar código-fonte]

  • Vitória por 3 sets a 0 ou 3 a 1: 3 pontos para o vencedor;
  • Vitória por 3 sets a 2: 2 pontos para o vencedor e 1 ponto para o perdedor.
  • Não comparecimento, a equipe perde 2 pontos.
  • Em caso de igualdade por pontos, os seguintes critérios servem como desempate: número de vitórias, média de sets e média de pontos.
Equipes classificadas para às quartas-de-final e garantidas na Série A 2014/2015.
Rebaixada para a Série B 2015.
Pos Times Jogos Resultados Sets Pontos
Pts T V D 3x0 3x1 3x2 2x3 1x3 0x3 SV SP SA PF PS PA
1 Osasco 76 26 26 0 17 7 2 0 0 0 78 11 7,091 1860 1487 1,251
2 Campinas 64 26 22 4 14 3 5 3 1 0 73 25 2,920 1943 1601 1,214
3 Rio de Janeiro 59 26 20 6 11 6 3 2 2 2 66 30 2,200 1882 1642 1,146
4 Sesi-SP 53 26 17 9 11 4 2 4 5 0 64 35 1,829 1910 1656 1,153
5 Praia Clube 49 26 17 9 5 7 5 3 1 5 58 44 1,318 1943 1793 1,084
6 Pinheiros 47 26 17 9 8 2 7 3 3 3 60 43 1,395 1922 1803 1,066
7 São Caetano 40 26 13 13 6 4 3 4 4 5 51 49 1,041 1865 1816 1,027
8 Brasília Vôlei 35 26 10 16 4 5 1 6 6 4 48 55 0,873 1852 1900 0,975
9 Barueri 31 26 9 17 5 2 2 6 2 9 41 57 0,719 1673 1850 0,904
10 São Bernardo Vôlei 27 26 10 16 6 1 3 0 4 12 34 55 0,618 1522 1697 0,897
11 Araraquara 18 26 7 19 1 2 4 1 4 14 27 67 0,403 1547 1855 0,834
12 Minas 18 26 5 21 0 3 2 5 4 12 29 70 0,414 1711 1947 0,879
13 Rio do Sul 17 26 4 22 0 3 1 6 6 10 30 71 0,423 1739 1930 0,901
14 Maranhão Vôlei 12 26 5 21 1 0 4 1 7 13 24 71 0,338 1513 1905 0,794

Fase classificatória[editar | editar código-fonte]

Para um dado resultado encontrado nesta tabela, a linha se refere ao mandante e a coluna, ao visitante.

  AMI BSB ECP GRB MAR MOL MTC PRA RDS SBV SCS SES UNA UNI Pos
São Paulo AMI Campinas 3–0 3–0 3–1 3–0 2–3 3–0 3–2 3–0 3–0 3–1 2–3 3–0 3–2
Distrito Federal (Brasil) BSB Brasília Vôlei 1–3 3–2 3–0 3–0 1–3 2–3 1–3 3–1 2–3 1–3 3–1 2–3 1–3
São Paulo ECP Pinheiros 3–2 3–2 3–0 3–1 0–3 1–3 3–1 3–0 3–0 3–2 1–3 3–0 1–3
São Paulo GRB Barueri 0–3 3–0 2–3 3–0 0–3 3–1 3–0 3–2 2–3 0–3 2–3 3–0 0–3
Maranhão MAR Maranhão Vôlei 0–3 1–3 2–3 1–3 0–3 3–2 0–3 3–2 0–3 3–0 3–2 3–2 0–3 14º
São Paulo MOL Osasco 3–1 3–0 3–0 3–0 3–0 3–1 3–0 3–0 3–0 3–1 3–1 3–0 3–0
Minas Gerais MTC Minas 0–3 0–3 0–3 3–2 3–1 0–3 2–3 2–3 3–1 0–3 0–3 0–3 0–3 12º
Minas Gerais PRA Praia Clube 2–3 3–2 3–2 3–2 3–1 0–3 3–0 3–0 3–1 3–2 3–1 3–0 0–3
Santa Catarina RDS Rio do Sul 0–3 1–3 2–3 2–3 3–1 1–3 3–1 0–3 1–3 2–3 1–3 1–3 3–1 13º
São Paulo SBV São Bernardo Vôlei 0–3 0–3 0–3 3–0 3–0 0–3 3–2 1–3 3–0 0–3 0–3 3–0 0–3 10º
São Paulo SCS São Caetano 0–3 3–2 0–3 0–3 3–0 2–3 3–1 1–3 3–0 3–0 3–2 3–1 2–3
São Paulo SES Sesi-SP 2–3 3–0 2–3 3–0 3–0 1–3 3–0 3–0 3–0 3–1 3–0 3–0 1–3
São Paulo UNA Araraquara 0–3 1–3 0–3 3–2 3–1 0–3 3–2 1–3 3–2 0–3 1–3 0–3 0–3 11º
Rio de Janeiro UNI Rio de Janeiro 2–3 3–1 3–2 3–1 3–0 0–3 3–0 3–2 3–0 3–0 3–1 1–3 3–0

Playoffs[editar | editar código-fonte]

  Quartas-de-final Semifinais Final
   de 20 de março a 4 de abril  de 8 a 22 de abril  27 de abril
                                   
   São Paulo Osasco 3 3 -  
 Distrito Federal (Brasil) Brasília Vôlei 0 1 -  
   São Paulo Osasco 1 2 -  
   São Paulo Sesi-SP 3 3 -  
 São Paulo Sesi-SP 3 1 3
   Minas Gerais Praia Clube 1 3 2  
     São Paulo Sesi-SP 1
   Rio de Janeiro Rio de Janeiro 3
   São Paulo Campinas 3 3 -  
 São Paulo São Caetano 0 0 -  
   São Paulo Campinas 0 2 -
   Rio de Janeiro Rio de Janeiro 3 3 -  
 Rio de Janeiro Rio de Janeiro 3 3 -
   São Paulo Pinheiros 2 0 -  

Premiação[editar | editar código-fonte]

Superliga Brasileira de Voleibol Feminino de 2013-14
Rio de Janeiro
Rio de Janeiro
Campeão
(9º título)


Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas[editar | editar código-fonte]


Referências

  1. a b c d e f g h CBV. «Superliga 2013/2014 - Regulamento oficial» (PDF). pp. 1–17. Consultado em 6 de setembro de 2013 
  2. «SUPERLIGA: Comissão Gestora é apresentada em dia de importantes mudanças». CBV. 6 de janeiro de 2014. Consultado em 1 de março de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]