Superliga Indiana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Superliga Indiana
ISL
Dados gerais
Organização AIFF e FSDL
Edições 8 Atual
Local de disputa Índia Índia
Número de equipes 11
Sistema Pontos Corridos e Mata-Mata
Soccerball current event.svg Edição atual
editar

A Indian Super League, em português Superliga Indiana, é um campeonato de futebol profissional fundado em 2014, que surgiu como uma das ligas mais ricas do mundo, sendo disputado na Índia.

História[editar | editar código-fonte]

Atualmente, a liga é composta por 11 clubes. Cada temporada do torneio geralmente vai de novembro a março. Durante a fase da liga da competição, cada clube joga contra todos os outros clubes em um estilo casa e fora. No final da fase da liga, a equipe com mais pontos é declarada Premiers e recebe um troféu chamado League Winners Shield, e os quatro melhores clubes se classificam para os play-offs . A temporada então culmina com a Final da ISL para determinar os campeões que recebem o Troféu ISL.

A competição foi fundada em 21 de outubro de 2013 com o objetivo de aumentar o esporte do futebol na Índia e aumentar sua exposição no país. A liga começou em outubro de 2014 com oito equipes. Durante suas três primeiras temporadas, a competição operou sem o reconhecimento oficial da Confederação Asiática de Futebol (AFC), o órgão regulador do esporte na Ásia. A competição também foi estruturada nos mesmos moldes da Indian Premier League , a principal competição de críquete do país, baseada em franquia Twenty20 . Cada temporada durou apenas 3 meses, de outubro a dezembro, e as partidas foram realizadas diariamente. No entanto, antes da temporada 2017-18temporada, a liga se expandiu para dez equipes, expandiu sua programação para seis meses e ganhou o reconhecimento da AFC.

Os vencedores da fase da liga participam diretamente da Liga dos Campeões da AFC e o vencedor da final da ISL participa dos playoffs de qualificação da Copa da AFC .

Em 2017[editar | editar código-fonte]

  • Dois novos times se juntaram à liga como equipes de expansão: Bengaluru FC e Jamshedpur . Os dois novos clubes são o nono e o décimo times da liga. Isso tornou a primeira edição do ISL na qual mais de oito equipes estão participando.

Em 2019[editar | editar código-fonte]

  • Em fevereiro de 2019, foi relatado que o time Pune City estava com dificuldades financeiras e que seus proprietários estavam procurando vender a franquia. O clube supostamente estava atrasado em pagar jogadores e também tentou discutir a fusão com os rivais locais da Cidade de Mumbai mas sem sucesso . Após a temporada 2018-19 , Pune City liberou todos os seus jogadores e se dissolveu, o Hyderabad FC assumiu sua vaga na Superliga Indiana.
  • Em 31 de agosto de 2019, a Delhi Soccer Private Limited (Delhi Dynamos) assinou um Memorando de Entendimento (MoU) com o Governo de Odisha, para mudar a base da capital nacional Nova Délhi para Bhubaneswar , Odisha e renomear a franquia como Odisha . A nova casa para a equipe foi decidida como o Estádio Kalinga em Bhubaneswar.

Em 2020[editar | editar código-fonte]

  • Em 16 de janeiro de 2020, foi anunciado que os proprietários do Atlético Kolkata haviam comprado uma participação de 80% do Mohun Bagan , um clube de Calcutá que participa da I-League . Como resultado, também foi anunciado que a marca Atlético Kolkata se fundiria com Mohun Bagan e que um novo clube seria formado em 1 de junho de 2020, O clube se chamará ATK Mohun Bagan e estreará na Superliga Indiana já na temporada 2020-21.
  • Em 27 de setembro de 2020, East Bengal F.C. juntou-se à liga como uma equipe de expansão e se tornou a 11ª equipe da liga.
  • Devido a pandemia do Corona Vírus não houve público na final da temporada 2019–20, onde o Atlético Kolkata se sagrou campeão.

Em 2021[editar | editar código-fonte]

Em 2022[editar | editar código-fonte]

  • A temporada 2022-23 da superliga indiana será a primeira temporada da liga como a única liga da primeira divisão, antes dividindo o posto com a I-League.

Participantes[editar | editar código-fonte]

Equipes Cidades Estados Estádios (mando) Desde
ATK Mohun Bagan Calcutá Bengala Ocidental Salt Lake 2020
Bengaluru Bangalore Karnataka Sree Kanteerava 2017
Chennaiyin Chennai Tamil Nadu Jawaharlal Nehru
(Chennai)
2014
East Bengal F.C. West Bengal Calcutá Estádio Kalyani 2020
Goa Vasco da Gama Goa Fatorda 2014
Hyderabad FC Hyderabad Telangana Estádio Atlético Balayoge 2019
Jamshedpur FC Jamshedpur Jharkhand JRD Tata Sports Complex 2017
Kerala Blaster Cochim Kerala Jawaharlal Nehru
(Cochim)
2014
Mumbai City Bombaim Maharashtra Mumbai Football Arena 2014
North East United Guwahati Assam Estádio Atlético Indira Gandhi 2014
Odisha F.C. Odisha Bhubaneswar Estádio Kalinga 2019

Extintos[editar | editar código-fonte]

Equipes Cidades Estados Estreou Dissolvido Motivo
Pune City Pune Maharashtra 2014 2019 Extinto
Delhi Dynamos Nova Deli Deli 2014 2019 Renomeado como Odisha
Atlético Kolkata Calcutá Bengala Ocidental 2014 2020 Fusão com o Mohun Bagan para formar o ATK Mohun Bagan

Edições[editar | editar código-fonte]

Ano Campeão Placar Vice Público Estádio ISL Shield
2014 Atlético Kolkata 1–0 Kerala Blasters 36.484 Estádio DY Patil
2015 Chennaiyin 3–2 Goa 18.477 Estádio Fatorda
2016 Atlético Kolkata 1–1
(4–3)
pen
Kerala Blasters 54.146 Estádio Jawaharlal Nehru
2017–18 Chennaiyin 3–2 Bengaluru 25.753 Sree Kanteerava
2018–19 Bengaluru 1–0
(E)
Goa 7.372 Mumbai Football Arena
2019–20 Atlético Kolkata 3–1 Chennaiyin
0
Estádio Fatorda
Goa
2020–21 Mumbai City 2–1 ATK Mohun Bagan
0
Estádio Fatorda
Mumbai City
2021–22 Hyderabad FC 1–1
(3–1) Pen
Kerala Blasters
11.500
Estádio Fatorda
Jamshedpur FC

Campeões[editar | editar código-fonte]

Superliga Indiana[editar | editar código-fonte]

Clube Títulos Edições
Atlético de Kolkata
3
2014, 2016, 2019–20
Chennaiyin
2
2015, 2017–18
Bengaluru
1
2018–19
Mumbai City
1
2020–21
Hyderabad FC
1
2021–22

ISL Shield[editar | editar código-fonte]

Clube Títulos Edições
Goa
1
2019–20
Mumbai City
1
2020–21
Jamshedpur FC
1
2021–22

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Artilheiros[editar | editar código-fonte]

Ano Gols Jogadores Clubes
2014
8
Brasil Elano Chennaiyin
2015
13
Colômbia Stiven Mendoza Chennaiyin
2016
10
Brasil Marcelinho Delhi Dynamos
2017–18
18
Espanha Coro Goa
2018–19
16
Espanha Coro Goa
2019–20
15
Nigéria Bartholomew Ogbeche Kerala Blasters
Lituânia Nerijus Valskis Chennaiyin
Fiji Roy Krishna Atlético Kolkata
2020–21
14
Espanha Igor Angulo Goa
Fiji Roy Krishna ATK Mohun Bagan
2021–22
18
Nigéria Bartholomew Ogbeche Hyderabad FC

Transmissão[editar | editar código-fonte]

O campeonato é transmitido para a América Latina pela ESPN América Latina[1] e pela Fox Sports Latinoamérica. Para a América do Norte a transmissão fica por responsabilidade da ESPN2 e ESPN Deportes.[2]

Pelo serviço de streaming, a transmissão fica a cargo da DAZN,[3][4]A plataforma pode ser acessada em 97% dos dispositivos, incluindo Smart TVs, smartphones, tablets, videogames e PCs.[5][6]

A Eleven Sports também transmite o campeonato via streaming, com narração em Português brasileiro.[7][8]

Na Europa a competição é transmitida pela Eurosport,[9] já na Ásia, a transmissão é competência da Fox Sports Asia.[10]

Para o continente, quem faz a transmissão do campeonato é a BeIN Sports, que também é responsável pelo sinal internacional.[11]

A principal emissora na Índia e no subcontinente indiano é a Star Sports na televisão. Hotstar e JioTV são parceiros oficiais de streaming na Índia e no subcontinente indiano. A cobertura ao vivo da temporada 2020-21 da ISL estava disponível em mais de 80 territórios em todo o mundo. [96] FSDL em 25 de novembro de 2021, anunciou uma parceria mundial com a empresa alemã de mídia de futebol OneFootball para transmitir a Super Liga Indiana (ISL) em mais de 200 países em todo o mundo (excluindo o subcontinente indiano).

Referências

  1. Redação. «Brasileirão terá transmissão pela ESPN e Star+ na América Latina | VCFAZ». Consultado em 24 de outubro de 2021 
  2. «ESPN Customer Marketing and Sales - ESPN Deportes». espncms.com. Consultado em 24 de outubro de 2021 
  3. https://www.goal.com/br/not%C3%ADcias/dazn-o-que-e-como-e-usado-e-em-quais-paises-o-novo-servico/1rt47l3bts2ra1pdlvwbt4u7k5
  4. https://tecnoblog.net/270159/dazn-chega-brasil-2019/
  5. «DAZN Brasil | Esportes online ao vivo e do seu jeito». www.dazn.com (em inglês). Consultado em 24 de outubro de 2021 
  6. «Vale a pena assinar o DAZN? Veja prós e contras». Canaltech. 12 de maio de 2021. Consultado em 24 de outubro de 2021 
  7. elevensports.com. «ELEVEN live football streaming: Watch Football Online». elevensports.com. Consultado em 24 de outubro de 2021 
  8. «Eleven Sports compra a plataforma de streaming Mycujoo». MKT Esportivo. 9 de novembro de 2020. Consultado em 24 de outubro de 2021 
  9. «Competições transmitidas pela Eurosport». www.eurosport.pt. Consultado em 24 de outubro de 2021 
  10. «Fox Sports». www.foxsportsasia.com. Consultado em 24 de outubro de 2021 
  11. «beIN SPORTS - World's leading Live Sports TV network - Local Editions». www.beinsports.com. Consultado em 24 de outubro de 2021 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]