Superman no cinema

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Superman Lives)
Ir para: navegação, pesquisa
Superman S symbol.svg

O personagem fictício Superman, um super-herói de histórias em quadrinhos publicadas pela editora norte-americana DC Comics, tem aparecido em vários filmes desde sua criação. O personagem estreou nos cinemas com uma série de curta-metragens animados em 1941, e posteriormente em dois seriados em 1948 e 1950. A Lippert Pictures, um estúdio independente, produziu o primeiro longa-metragem de Superman, Superman and the Mole Men, estrelado por George Reeves, em 1951.

Em 1974, Ilya e Alexander Salkind e Pierre Spengler adquiriram os direitos de distribuição do personagem. Após inúmeros roteiros, Richard Donner foi contratado para dirigir uma nova série de filme, iniciada por Superman (1978). Por discordâncias internas com os Salkind, Donner deixou a produção de Superman II, que foi concluída por Richard Lester. Lester dirigiu também a sequência, Superman III, lançada em 1983. Os Salkind ainda produziram o spin-off Supergirl antes de venderem os direitos de produção a Cannon Films, resultando no criticado Superman IV: The Quest for Peace, de 1987. Ilya Salkind planejou um quinto filme sobre o personagem antes dos direitos serem adquiridos pela Warner Bros. em 1993.

Ao longo de mais de uma década após, a Warner Bros. desenvolveria e cancelaria os filmes Superman Lives (de Tim Burton), Batman vs. Superman (de Wolfgang Petersen) e Superman: Flyby (de J. J. Abrams). Em 2004, Bryan Singer foi contratado para assumir a franquia, lançando Superman Returns em 2006, no qual o super-herói foi interpretado por Brandon Routh. No mesmo ano, foi lançada a versão de Donner de Superman II. Apesar da recepção positiva, a Warner Bros. não mostrou-se satisfeita com a performance de bilheteria de Superman Returns e cancelou os planos de uma sequência. A companhia cinematográfica chegou a planejar um filme da Liga da Justiça, dirigido por George Miller e com D.J. Cotrona como Superman; contudo, o projeto foi arquivado em 2008. A franquia seria reiniciada em 2013 com Man of Steel, dirigido por Zack Snyder, produzido por Christopher Nolan e protagonizado por Henry Cavill. Snyder e Cavill trabalham juntos novamente em Batman v Superman: Dawn of Justice (2016).

Filmes[editar | editar código-fonte]

Filme Diretor Roteirista(s) Produtor(es) Distribuição
Superman Spencer Gordon Bennet
Thomas Carr
Lewis Clay, Royal K. Cole, Arthur Hoerl, George H. Plympton e Joseph F. Poland Sam Katzman Columbia Pictures
Atom Man vs. Superman Spencer Gordon Bennet David Mathews, George H. Plympton e Joseph F. Poland
Superman and the Mole Men Lee Sholem Richard Fielding Barney A. Sarecky Lippert Pictures
Superman Richard Donner Mario Puzo, David Newman, Leslie Newman e Robert Benton Pierre Spengler Warner Bros.
Superman II Richard Lester Mario Puzo, David Newman, Leslie Newman e Tom Mankiewicz
Superman III David Newman e Leslie Newman Ilya Salkind e Pierre Spengler
Superman IV: The Quest for Peace Sidney J. Furie Lawrence Konner e Mark Rosenthal Menahem Golan e Yoram Globus
Superman Returns Bryan Singer Michael Dougherty e Dan Harris Jon Peters, Bryan Singer e Gilbert Adler
Man of Steel Zack Snyder David S. Goyer Christopher Nolan, Charles Roven, Emma Thomas e Deborah Snyder
Batman v Superman: Dawn of Justice Chris Terrio e David S. Goyer Deborah Snyder e Charles Roven

Primeiros filmes e cinesseriados[editar | editar código-fonte]

Curtas animados da Paramount[editar | editar código-fonte]

A primeira aparição do Superman nos cinemas foi em uma série de 17 curta-metragens de animação entre 1941 e 1943. Eles foram lançados pela Paramount Pictures. Dos dezessete, nove foram produzidos por Fleischer Studios e mais oito por seu sucessor, Famous Studios.

Cinesseriados[editar | editar código-fonte]

Ver artigos principais: Superman (1948) e Atom Man vs. Superman

As primeiras aparições do Superman em live-action no cinema foram em dois seriados da Columbia Pictures: Superman (1948)|Superman em 1948 e Atom Man vs. Superman em 1950, ambos com Kirk Alyn e Noel Neill.

Superman and the Mole Men (1951)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Superman and the Mole Men

Superman and the Mole Men é um filme de super-herói de 1951, estrelado por George Reeves como Superman e Phyllis Coates como Lois Lane. O filme foi produzido por Barney Sarecky e dirigido por Lee Sholem com o roteiro original de Richard Fielding (um pseudónimo para Robert Maxwell e Whitney Ellsworth). Filmado em um orçamento baixo, serviu como um teste para a série de TV sindicalizada Adventures of Superman, para o qual se tornou um episódio piloto de duas partes intitulado "The Unknown People".[1]

Quadrilogia Superman (1978 – 1987)[editar | editar código-fonte]

Superman (1978)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Superman
Richard Donner (esquerda) dirigiu Superman e cerca de 75% de Superman II antes de ser substituido por Richard Lester (direita). Lester também dirigiu Superman III e IV.

Em 1973, o produtor Ilya Salkind convenceu seu pai, Alexander Salkind, a adquirir os direitos de Superman. Os Salkind contrataram Mario Puzo para produzir roteiro de dois filmes. A proposta incluía ainda contratar Steven Spielberg para assumir a direção, porém, Alexander Salkind rejeitou a ideia por conta do super orçamento de Jaws.[2] Marlon Brando e Gene Hackman foram contratados para interpretarem Jor-El e Lex Luthor, respectivamente, e Guy Hamilton para dirigir o filme. Contudo, Brando sofria censura na Itália por conta de Last Tango in Paris e Hamilton estava impedido de filmar na Inglaterra por débitos com o governo. Os Salkind, então, contrataram Richard Donner para dirigir o primeiro filme. Tom Mankiewicz se encarregou de revisar o roteiro, trazendo um tom mais sério e algumas referências culturais à figura de Jesus Cristo.[3] O ator Christopher Reeve foi contratado como protagonista, apesar do contragosto dos Salkind.[2] O filme foi um sucesso comercial e de crítica, tornando-se um dos mais aclamados filmes do gênero já produzidos.

Superman II (1980)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Superman II

A produção dos dois primeiros filmes foi comprometida pelas tensões entre Richard Donner e a família Salkind.[3] Devido ao estouro do orçamento do filme anterior, os produtores decidiram suspender provisoriamente a produção de Superman II e mesclar o clímax deste com o primeiro filme.[2][3] Apesar do sucesso de Superman, Donner não dirigiu toda a sequência, que foi concluída por Richard Lester. Marlon Brando não fechou para o segundo filme por questões de financiamento, enquanto John Williams preferiu dar continuidade a outros projetos. Superman II foi outro sucesso comercial e de crítica, apesar da competição acirrada com Raiders of the Lost Ark, de George Lucas e Steven Spielberg. Em 2006, atendendo a inúmeras sugestões para produzir sua própria versão de Superman II, Donner lançou Superman II: The Richard Donner Cut, uma edição especial contendo cenas exclusivas do diretor.[4]

Superman III (1983)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Superman III

Para o terceiro título da franquia, Ilya Salkind ampliou o escopo do filme a uma escala cósmica, introduzindo os vilões Brainiac e Mister Mxyzptlk, assim como Supergirl. O plano original consistia em criar um cenário fraternal entre Brainiac e Supergirl e um romance entre ela e Superman, apesar da relação de parentesco entre ambos. A Warner Bros. rejeitou a ideia e produziu sua própria versão de Superman III, tendo como trama a tentativa de Gus Gorman (Richard Pryor) de deter Superman através da kryptonita. Apesar do sucesso comercial, fãs do super-herói ficaram decepcionados com a performance cômica de Richard Pryor, que diluiu o tom sério e dramático dos dois primeiros filmes. Além disso, houve também uma controvérsia sobre a versão má e egoísta de Superman.

Superman IV: The Quest for Peace (1987)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Superman IV: The Quest for Peace

A Cannon Films assumiu a frente de um quarto filme da franquia, tendo Christopher Reeve novamente como protagonista devido seu grande interesse por questões nucleares. Contudo, a Cannon decidiu enxugar o orçamento, passando de 35 milhões para 15 milhões de dólares, com efeitos especiais ruins e reedição pesada, o que contribuiu para a recepção pobre do filme.[3] A Warner Bros. decidiu encerrar a franquia por conta do baixo rendimento destes dois últimos títulos.[3]

Filmes cancelados[editar | editar código-fonte]

Superman V[editar | editar código-fonte]

Antes do fracasso de Superman IV: The Quest for Peace, a Cannon Films considerou produzir um quinto filme da série, tendo Albert Pyun como diretor. A falência da companhia resultou no repasse dos direitos de Superman à família Salkind. Ilya Salkind escreveu o roteiro para Superman V (também chamado Superman: The New Movie) com apoio de Cary Bates e Mark Jones no início da década de 1990. O roteiro descrevia a morte e ressurreição de Superman, predatando o lançamento de A Morte do Superman nos quadrinhos.

Superman Reborn e Superman Lives[editar | editar código-fonte]

Com o sucesso de vendas e repercussão de A Morte do Superman nos quadrinhos, a Warner Bros. comprou os direitos de filmagem da família Salkind em 1993, entregando o projeto ao produtor Jon Peters que já havia produzido o filme Batman de Tim Burton. A companhia não desejava usar Superman: The New Movie e Peters contratou Jonathan Lemkin para escrever um novo roteiro. A Warner instituiu Lemkin a escrever o filme para grandes públicos, um estilo para a nova geração dos anos 1990. O estilo família do filme compara-se ao de Batman Forever. A maioria das produtoras de brinquedos infantis insistiu em ter acesso ao roteiro do filme antes da American Toy Fair de 1993.

O roteiro de Lemkin, intitulado Superman Reborn, gira em torno do relacionamento de Clark Kent e Lois Lane e o confronto de Superman com Doomsday. Quando Superman assume sua paixão por Lois, sua força vital gera em Lois uma gravidez virginal. O filho, que atinge 21 anos de idade em semanas, torna-se o Superman ressurreto e salva o mundo. A Warner não aprovou o roteiro por conta das similaridades com a temática de Bruce Wayne em Batman Forever.

Peters, então, contratou Gregory Poirier para reescrever o roteiro. O roteiro de Poirier descrevia Brainiac criando Doomsday através de sangue kriptoniano. Superman enfrenta crises com Lois Lane e procura um psiquiatra antes de ser morto pelo vilão. Um alienígena chamado Cadmus, vítima de Brainiac, rouba seu corpo. Superman é ressuscitado e junta-se a Cadmus na vingança contra Brainiac.

Posteriormente o roteiro chegou na mão do roteirista e diretor Kevin Smith, sendo fã de HQs, propôs mudanças, renomeou o título do filme para Superman Lives e reescreveu o roteiro a pedido do produtor Jon Peters em 1997. Peters fez sugestões duvidosas a Smith, como superman não poderia voar, não poderia usar uniforme, teria que lutar contra uma aranha gigante no 3º ato, Brainiac teria que lutar contra ursos polares perto Fortaleza da Solidão e queria que houvesse a presença de uma espécie de cachorro espacial para Luthor, similar a Chewie de Star Wars [5]. O roteiro de Kevin Smith seria dirigido por Tim Burton e superman seria interpretado por Nicolas Cage [6]. A despeito das intervenções de Peters, Kevin Smith conseguiu concluir o roteiro, mas o produtor e Tim Burton não ficaram satisfeitos com o roteiro de Kevin Smith que foi demitido, outros roteiristas foram contratados e o filme chegou entrar em pré-produção na direção de Tim Burton, tendo consumido cerca de $50 milhões em gastos que inclui vários uniformes para superman (sendo um deles alienígena), testes de efeitos especiais de voo, artes conceituais e os próprios salários de Nicolas Cage e Tim Burton [7]. Existe um documentário dedicado totalmente a esse filme cancelado chamado Death of Superman Lives: What Happened?[8].

Superman Returns (2006)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Superman Returns
Bryan Singer, o diretor de Superman Returns.

Após a saída de Ratner e McG, Bryan Singer, alegadamente fã do filme de Richard Donner, foi contactado pela Warner Bros. Aceitando assumir a direção de um novo filme, Singer abandonou outros dois filmes já em fase de pré-produção: X-Men: The Last Stand (que viria a ser dirigido coincidentemente por Ratner) e um remake de Logan's Run. O filme se baseia nos eventos de Superman e Superman II como história de fundo,[9][10] A trama retratada por Singer gira em torno do retorno de Superman à Terra após cinco anos de busca por sobreviventes de Krypton. O super-herói descobre, entre outros fatos, que em sua ausência Lois Lane havia tido um filho e estava comprometida. Singer deu continuidade à tendência de Donner ao contratar o até então desconhecido Brandon Routh como Superman (que relembra fisicamente Christopher Reeve) e atores mais conhecidos para os papéis secundários, como Kevin Spacey no papel de Lex Luthor. Além disso, trouxe toda sua equipe de X2 para a produção deste filme. Através de metragem digital de arquivos, o ator já falecido Marlon Brando reaparece como Jor-El, o pai biológico de Superman. Após o lançamento, Superman Returns recebeu avaliações geralmente positivas dos críticos. No entanto, o filme também tem recebido críticas mistas ao longo dos anos, com críticas focadas em sua duração, história e falta de sequências de ação. Enquanto um sucesso de bilheteria, a Warner Bros. esperava ter um lucro melhor.

Em fevereiro de 2006, quatro meses antes do lançamento de Superman Returns, a Warner Bros. anunciou o lançamento de sua sequência, tendo Bryan Singer como diretor novamente.[11] Também foi esperado que Brandon Routh,[12] Kate Bosworth,[13] Kevin Spacey,[14] Sam Huntington,[15] Frank Langella[16] e Tristan Lake Leabu reprisassem seus papéis.[17] Contudo, após os resultados de crítica, a companhia decidiu abortar o projeto. Alan F. Horn, presidente da Warner Bros., explicou que Superman Returns foi um filme muito bem-sucedido, mas deveria ter arrecadado acima de 500 milhões de dólares em bilheterias.[18] Singer reagiu incrédulo às queixas do estúdio, dizendo: "Esse filme ganhou US$ 400 milhões! Não sei o que constitui um desempenho insuficiente nos dias de hoje ..." [19] As filmagens supostamente seriam iniciadas em março de 2008;[20] sem nenhum roteiro preparado, no entanto, mas com o título provisório de Man of Steel e os planos de incluir Darkseid como vilão principal. Singer já adiantara que esta sequência seria mais voltada para o gênero ação do que Superman Returns,[21] enquanto o roteirista Michael Dougherty estava interessado em ter Brainiac como vilão.[22]

Em 2007, a Warner Bros. encarregou Michele e Kieran Mulroney de escrever um roteiro para o roteiro de um filme da Liga da Justiça, interrompendo o desenvolvimento da sequência de Superman Returns.[23] O roteiro de Justice League foi concluído em junho do mesmo ano, o que permitiria ao estúdio iniciar as gravações imediatamente.[24] No mês seguinte, Singer assumiu a direção de Valkyrie no mês seguinte,[21] e George Miller foi contratado para dirigir Justice League: Mortal.[25] O roteiro incluía um Superman totalmente diferente em uma continuidade separada do filme de Singer; Routh não foi contactado para reprisar seu papel em Justice League: Mortal,[26] e o papel acabou indo para D.J. Cotrona.[27] A produção do filme chegou a ser iniciada em março de 2008,[28] porém a Comissão de Cinema da Austrália processou a Warner Bros. por taxas de filmagens[29] Com o cancelamento de Justice League: Mortal, Bryan Singer reafirmou seu interesse na sequência de Superman Returns no mesmo mês, afirmando que estava em desenvolvimento inicial.[19] Paul Levitz, presidente da DC Comics, ainda esperava que Roth reprisasse o papel principal,[12] mas o contrato de Routh para uma sequência expirou em 2009.[30] "Superman Returns não funcionou como um filme da maneira que queríamos", admitiu Jeff Robinov, presidente de produção da Warner Bros., em agosto de 2008.[31] O projeto acabou sendo cancelado.

Universo Estendido DC[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Universo Estendido da DC

Man of Steel (2013)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Man of Steel (filme)
Zack Snyder reiniciou a franquia Superman no cinema, com Man of Steel.

Em junho de 2008, a Warner Bros. reuniu opiniões de escritores de quadrinhos, roteiristas e diretores sobre como reiniciar a série de filmes de Superman.[32] Durante as discussões da história de The Dark Knight Rises, David S. Goyer, ciente dos planos da Warner Bros. de recomeçar a franquia Superman, comunicou a Christopher Nolan suas ideias sobre a adaptação do personagem a um contexto moderno. Impressionado com a idealização de Goyer, Nolan compartilhou-a pouco tempo depois com a companhia,[33] que o contratou para produzir e Goyer para escrever o novo filme,[34] devido ao grande sucesso de crítica e bilheteria de The Dark Knight.[35][36] Nolan disse que admirou o trabalho de Singer em Superman Returns por sua conexão com a versão de Donner, e anteriormente usou o filme de 1978 como fonte de inspiração para Batman Begins, mas afirmou que o novo filme não teria qualquer relação com a série de filmes anterior.[37] Zack Snyder foi contratado como diretor do filme em outubro de 2010.[38] Em janeiro de 2011, Henry Cavill foi escalado como Superman.[39] O filme se tornou um sucesso de bilheteria,[40] mas teve um recepção mista da crítica.[41]

Batman v Superman: Dawn of Justice (2016)[editar | editar código-fonte]

Em junho de 2013, foi reportado que Snyder e Goyer estariam retornando para uma sequência de Man of Steel.[42] Em julho, na San Diego Comic-Con, a Warner Bros anunciou que Superman e Batman se encontrariam pela primeira vez em um formato cinematográfico no filme.[43][44] Em agosto, Ben Affleck foi escolhido como Bruce Wayne / Batman.[45] Snyder sentiu que um Batman relativamente mais velho (Affleck) seria uma justaposição para um Superman mais jovem (Cavill). Em dezembro, Chris Terrio foi contratado para reescrever o roteiro de Goyer.[46] Em maio de 2014, o título do filme foi revelado como Batman v Superman: Dawn of Justice.[47] O filme também é inspirado por elementos narrativos do arco de história "A Morte do Superman". Apesar do filme ter ganho lucro, foi considerado um desapontamento de bilheteria por não atingir US$ 1 bilhão como esperado[48] e recebeu críticas geralmente negativas.[49]

Liga da Justiça (2017)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Liga da Justiça

Em junho de 2012, logo após a conclusão das filmagens de Man of Steel, a Warner Bros. contratou Will Beall para escrever o roteiro de um longa-metragem da Liga da Justiça.[50] Com o lançamento de Man of Steel em junho de 2013, Goyer foi contratado para escrever um novo roteiro de Liga da Justiça, com o roteiro de Beall sendo descartado.[51] Em abril de 2014, foi anunciado que Snyder retornaria como diretor.[52] Em março de 2016, foi revelado que Terrio estaria escrevendo Liga da Justiça.[53] Em 5 de fevereiro de 2016, Cavill anunciou nas mídias sociais que já havia começado a se exercitar para o filme antes do início das filmagens.[54] Liga da Justiça está programado para ser lançado na América do Norte em 17 de novembro de 2017.[55]

Sequência de Man of Steel sem título definido[editar | editar código-fonte]

Em outubro de 2014, uma sequência de Man of Steel foi anunciada.[56] Snyder revelou, em julho de 2015, que antes de Batman v Superman: Dawn of Justice ser planejado, houve discussão sobre quem seria o vilão de Man of Steel 2: "Me lembro de ter falado ‘Quem será o próximo vilão? Não podemos fazer outra invasão alienígena.’ Brainiac também estava sendo cotado, mas Metallo seria o principal ‘cara mal’ da sequência."[57] Em junho de 2016, Russel Crowe confirmou que uma trilogia de Man of Steel foi originalmente planejada antes de ser descartada devido ao anúncio de Batman v Superman.[58] Em agosto de 2016, foi informado que a Warner anunciou que a sequência seria uma prioridade para o estúdio e obter o tom certo para o personagem é de grande importância.[59] A notícia de outro filme solo do Superman foi confirmada posteriormente por Dany Garcia, agente de Henry Cavill.[60] Enquanto promovia Arrival, em novembro de 2016, Amy Adams confirmou que o roteiro do filme está sendo trabalhado.[61]

Elenco e personagens[editar | editar código-fonte]

Os intérpretes de Clark Kent / Superman no cinema, a partir de 1978. Da esquerda para a direita: Christopher Reeve, Brandon Routh e Henry Cavill.
Personagem Filmes com Christopher Reeve Superman Returns
(2006)
Universo Estendido DC
Superman
(1978)
Superman II
(1980)
Superman II:
The Richard Donner Cut

(2006)
Superman III
(1983)
Superman IV:
The Quest for Peace

(1987)
Man of Steel
(2013)
Batman v Superman:
Dawn of Justice

(2016)
Liga da Justiça
(2017)
Kal-El / Clark Kent Christopher Reeve Brandon Routh Henry Cavill
Lois Lane Margot Kidder Kate Bosworth Amy Adams
Lex Luthor Gene Hackman   Gene Hackman Kevin Spacey   Jesse Eisenberg  
Jor-El Marlon Brando   Marlon Brando Russell Crowe  
Lara Lor-Van Susannah York   Susannah York   Ayelet Zurer  
Jonathan Kent Glenn Ford   Kevin Costner  
Martha Kent Phyllis Thaxter   Eva Marie Saint Diane Lane  
Perry White Jackie Cooper Frank Langella Laurence Fishburne  
Jimmy Olsen Marc McClure Sam Huntington   Michael Cassidy  
General Zod Terence Stamp   Michael Shannon Michael Shannon
Greg Plitt
 
Lana Lang Diane Sherry   Annette O'Toole   Jadin Gould Emily Peterson  
Brad Wilson Brad Flock   Gavan O'Herlihy  
Non Jack O'Halloran  
Ursa Sarah Douglas   Antje Traue  
Eve Teschmacher Valerie Perrine  
Otis Berg Ned Beatty  
O Presidente dos Estados Unidos   E.G. Marshall   Patrick Wilson  
Apocalypse   Robin Atkin Downes  

Personagens secundários[editar | editar código-fonte]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Desempenho nas bilheterias[editar | editar código-fonte]

Filme Data de lançamento Bilheteria total Ref(s)
Norte América Outros
territórios
Norte América Total quando ajustado para inflação Outros
territórios
Mundial
Superman
15 de dezembro de 1978
$134,218,018 $$492,840,345 $166 milhões $300,218,018 [62]
Superman II 19 de junho de 1981 4 de dezembro de 1980 $108,185,706 $314,463,864 $82.2 milhões $190,385,706 [63][64]
Superman III
17 de junho de 1983
$59,950,623 $144,157,913 $20.2 milhões $80,150,623 [64][65]
Superman IV: The Quest for Peace
24 de julho de 1987
$15,681,020 $33,056,913 $21 milhões $36,681,020 [64][66]
Superman Returns
28 de junho de 2006
$200,081,192 $237,699,627 $191 milhões $391,081,192 [67]
Man of Steel
14 de junho de 2013
$291,045,518 $299,236,370 $377 milhões $668,045,518
Batman v Superman: Dawn of Justice
25 de março de 2016
$330,360,194 $330,360,194 $542.3 milhões $872,662,631
Total $1,153,818,709 $1,866,197,806 $1,399.7 milhão $2,553,521,146

Crítica[editar | editar código-fonte]

Filme Rotten Tomatoes Metacritic
Superman 93% (61 resenhas)[68] 86 (11 resenhas)[69]
Superman II 89% (45 resenhas)[70] 87 (11 resenhas)[71]
Superman III 26% (43 resenhas)[72] 42 (9 resenhas)[73]
Superman IV: The Quest for Peace 12% (42 resenhas)[74] 22 (10 resenhas)[75]
Superman Returns 76% (259 resenhas)[76] 72 (40 resenhas)[77]
Man of Steel 55% (301 resenhas)[41] 55 (47 resenhas)[78]
Batman v Superman: Dawn of Justice 27% (360 resenhas)[49] 44 (51 resenhas)[79]

Coleções dos filmes[editar | editar código-fonte]

Os quatro primeiros filmes do Superman foram lançados anteriormente em VHS, e durante toda a história da série de filmes, os três box set dos filmes foram lançados pela Warner Bros. O primeiro ocorreu em 1 de maio de 2001, quando The Complete Superman Collection foi lançado tanto em DVD quanto em VHS, contendo os lançamentos em DVD /home video de Superman, Superman II, Superman III e Superman IV: The Quest for Peace. O box foi avaliado em US$ 49,99 para o lançamento em DVD e US$ 29,99 para o lançamento em VHS.[80]

Os quatro filmes com Christopher Reeve foram lançados novamente em 28 de novembro de 2006, com novos lançamentos em DVD para coincidir com Superman Returns, também lançado naquele ano. Superman foi lançado em uma edição especial de quatro discos semelhante a Superman II, que foi lançado em uma edição especial de dois discos. Tanto o Superman III quanto IV foram lançados em "edições de luxo" de um único disco, e os quatro lançamentos estavam disponíveis juntos na The Christopher Reeve Superman Collection, um box de 8 discos que foi avaliado em US$ 79,92.[81]

Também em 28 de novembro de 2006, um box set em DVD de 14 discos, intitulado Superman Ultimate Collector's Edition, foi lançado, contendo Superman, Superman II, Superman II: The Richard Donner Cut, Superman III, Superman IV: The Quest for Peace, Superman Returns e o documentário Look, Up in The Sky: The Amazing Story of Superman. Todos os conteúdos do box foram alojados dentro de uma caixa de estanho. O box foi avaliado em US$ 99,92 e foi extremamente elogiado quando lançado pela primeira vez.[82] No entanto, após apenas um dia no mercado, a Warner Bros. anunciou que houve dois erros descobertos dentro do box. O primeiro era que a faixa de áudio 2,0 em Superman era em vez disso a faixa de áudio 5.1 já no disco. O segundo foi que o disco de Superman III não era a edição de luxo de 2006 como anunciado, mas a versão de 2001 em vez disso. A Warner Bros. ofereceu um número gratuito para substituir os discos defeituosos por pessoas que já haviam compraram o box.[83] Devido à demanda popular, um box corrigido foi lançado e a 'Superman Ultimate Collector's Edition voltou a armazenar prateleiras em 29 de maio de 2007.[84]

Em 14 de outubro de 2008, outra coleção dos filmes do Superman com Christopher Reeve foi lançada, intitulada Superman: 4 Film Favorites, contendo os quatro filmes, mas com muito menos material bônus do que os boxes anteriores. A coleção incluiu o primeiro disco de ambas as edições especiais do lançamento de 2006 e as duas edições de luxo.

Em 1 de abril de 2011, foi anunciado que toda a antologia do Superman estaria a caminho para Blu-ray pela primeira vez. O box set foi lançado em 7 de junho de 2011.[85]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Superman and the Mole Men (1951)» (em inglês). Turner Entertainment. Consultado em 28 de agosto de 2013 
  2. a b c Freiman, Barry M. «One-on-One Interview with Producer Ilya Salkind». Superman Homepage 
  3. a b c d e «You Will Believe: The Cinematic Saga of Superman». DVD Talk 
  4. «Superman II: The Richard Donner Cut». Rotten Tomatoes 
  5. «Superman Lives: O roteiro de Kevin Smith». Omelete 
  6. «Documentário sobre o filme do Superman de Tim Burton em Blu-ray nos EUA». Blog do Jotacê 
  7. «Superman | Versão de Tim Burton agora ganha um vídeo com o teste de uniforme». Omelete 
  8. «The Death of "Superman Lives": What Happened». Wikipedia (em inglês) 
  9. Chattaway, Peter T. (28 de junho de 2006). «Superman Returns» (em inglês). Christianity Today 
  10. Dargis, Manohla (27 de junho de 2006). «'Superman Returns' to Save Mankind From Its Sins» (em inglês). The New York Times 
  11. «Studio sets 'Super' sequel». IGN. 23 de fevereiro de 2006 
  12. a b «Exclusive: DC Comics president gives 'Superman' update». Latino Review. 10 de setembro de 2008 
  13. «'Superman Returns' Lois Lane, Kate Bosworth». Superhero Hype!. 16 de junho de 2006 
  14. «Spacey set for 'Superman' sequel». Variety. 10 de junho de 2007 
  15. «Huntington signed for two 'Superman' sequels». Superhero Hype!. 9 de junho de 2006 
  16. «Frank Langella on the Return of Perry White». Superhero Hype!. 8 de novembro de 2007 
  17. Fred Topel (17 de novembro de 2016). «Brandon Routh and Bryan Singer Tease 'Superman Returns' Sequel» (em inglês). Rotten Tomatoes. Consultado em 8 de setembro de 2014. Arquivado do original em 8 de setembro de 2014 
  18. «Horn Planning Superman Sequel for 2009» (em inglês). Superhero Hype!. 18 de agosto de 2006 
  19. a b Olly Richards (12 de março de 2008). «Singer Talks Superman Returns Sequel». Empire. Consultado em 14 de março de 2008 
  20. «'Superman' Sequel Eyeing March '08 Start» (em inglês). Superhero Hype!. 19 de março de 2007. Consultado em 13 de março de 2008 
  21. a b Brock, Ben (4 de fevereiro de 2014). «Bryan Singer Says 'Superman Returns' Was Made For 'More Of A Female Audience,' Sequel Would've Featured Darkseid'» (em inglês). IndieWire 
  22. Bell, Christopher (6 de novembro de 2010). «What Might Have Been: 'Superman Returns' Co-Writer Talks Loosely Planned Sequel» (em inglês). The Playlist 
  23. «'Justice' prevails for Warner Bros.» (em inglês). Variety. 22 de fevereiro de 2007 
  24. «'Justice League' film gets script». Variety. 15 de junho de 2007 
  25. Diane Garrett (20 de setembro de 2007). «George Miller to lead 'Justice League'». Variety (em inglês). Consultado em 20 de setembro de 2007 
  26. Frosty (23 de abril de 2008). «Brandon Routh Exclusive Video Interview – 'Lie To Me'». Collider.com (em inglês). Consultado em 1 de novembro de 2008 
  27. Cieply, Michael (1 de março de 2008). «A Film's Superheroes Face Threat of Strike». The New York Times 
  28. Hornery, Andrew (9 de fevereiro de 2008). «Gale is lassoed for film». The Sydney Morning Herald 
  29. Buchanan, Kyle (20 de outubro de 2010). «The Social Network's Armie Hammer Talks Special Effects, Misogyny, and the Downside of Being Tall and Handsome». New York 
  30. Josh Wigler (6 de julho de 2009). «Brandon Routh Says His 'Superman' Contract Has Expired» (em inglês). MTV Splash Page. Consultado em 2 de dezembro de 2010 
  31. Schuker, Lauren A. E. (22 de agosto de 2008). «Warner Bets on Fewer, Bigger Movies». The Wall Street Journal (em inglês). Consultado em 22 de outubro de 2008 
  32. Wigler, Josh (26 de março de 2009). «Mark Millar On His 'Superman' Movie Trilogy: 'Nothing Is Happening'» (em inglês). MTV News. Consultado em 31 de maio de 2017 
  33. «Christopher Nolan on Batman and Superman» (em inglês). Superhero Hype!. 4 de junho de 2010. Consultado em 31 de maio de 2017 
  34. Finke, Nikki; Fleming, Mike (9 de fevereiro de 2010). «It's A Bird! It's A Plane! It's Chris Nolan! He'll Mentor Superman 3.0 And Prep 3rd Batman» (em inglês). Deadline.com. Consultado em 31 de maio de 2017 
  35. Finke, Nikki; Fleming, Mike (9 de fevereiro de 2010). «It's A Bird! It's A Plane! It's Chris Nolan! He'll Mentor Superman 3.0 And Prep 3rd Batman». Deadline.com. Consultado em 3 de dezembro de 2010. Cópia arquivada em 21 de março de 2011 
  36. Schuker, Lauren A. E. (22 de agosto de 2008). «Warner Bets on Fewer, Bigger Movies». The Wall Street Journal (em inglês). Consultado em 22 de outubro de 2010. Cópia arquivada em 21 de março de 2011 
  37. Boucher, Geoff (10 de março de 2010). «Christopher Nolan takes flight with Superman: "We have a fantastic story"». Los Angeles Times (em inglês). Tribune Company. Consultado em 7 de julho de 2010 
  38. Fleming, Michael (4 de outubro de 2010). «SCOOP: Zack Snyder Directing Superman». Deadline.com (em inglês). Consultado em 4 de outubro de 2010 
  39. «Henry Cavill to Play Superman!!» (em inglês). Superhero Hype!. 30 de janeiro de 2011. Consultado em 30 de janeiro de 2011 
  40. «Man of Steel (2013)». Box Office Mojo. Consultado em 15 de julho de 2014 
  41. a b «Man of Steel». Rotten Tomatoes. Flixster. Consultado em 15 de outubro de 2013 
  42. Reynolds, Simon (15 de abril de 2014). «Exclusive: Hans Zimmer poised to return for Batman vs Superman score» (em inglês). Digital Spy. Consultado em 15 de abril de 2014 
  43. Kit, Borys (20 de julho de 2013). «Superman and Batman Film Set for Comic-Con Reveal». The Hollywood Reporter (em inglês). Consultado em 21 de julho de 2013 
  44. Sperling, Nicole (20 de julho de 2013). «Comic-Con 2013: 'Superman & Batman' movie will follow 'Man of Steel'». Los Angeles Times (em inglês). Consultado em 21 de julho de 2013 
  45. Schillaci, Sophie (22 de agosto de 2013). «Ben Affleck Is Batman for 'Man of Steel' Sequel». The Hollywood Reporter (em inglês). Consultado em 23 de agosto de 2013 
  46. Siegel, Tatiana (18 de dezembro de 2013). «Batman-Superman Film Enlists 'Argo' Writer (Exclusive)». The Hollywood Reporter (em inglês). Consultado em 18 de dezembro de 2013 
  47. Siegel, Tatiana; Kit, Borys (21 de maio de 2014). «Warner Bros. Unveils Title of New Batman-Superman Film». The Hollywood Reporter (em inglês). Consultado em 22 de maio de 2014 
  48. Scott Mendelson (15 de abril de 2015). «Box Office: As 'Batman V Superman' Tops $800M, Here's One Big Advantage Marvel Had Over DC». Forbes (em inglês). Consultado em 1 de junho de 2017 
  49. a b «Batman v Superman: Dawn of Justice». Rotten Tomatoes. Flixster. Consultado em 28 de março de 2016 
  50. Jeff Sneider (5 de junho de 2012). «Beall writing 'Justice League' for Warner Bros.». Variety (em inglês). Consultado em 8 de setembro de 2014 
  51. Nikki Finke (10 de junho de 2013). «'Man Of Steel' Sequel Underway With Zack Snyder And David S. Goyer» (em inglês). Deadline.com. Consultado em 8 de setembro de 2014 
  52. Alex Stedman (27 de abril de 2014). «Zack Snyder to Direct 'Justice League' Movie». Variety (em inglês). Consultado em 8 de setembro de 2014 
  53. Robinson, Will (11 de março de 2016). «'Batman v Superman: Dawn of Justice' writer Chris Terrio discusses movie». Entertainment Weekly (em inglês). Consultado em 6 de maio de 2017 
  54. Cavill, Henry (5 de fevereiro de 2016). «Superman training started today». Facebook (em inglês). Consultado em 15 de abril de 2016 
  55. Breznican, Anthony (21 de fevereiro de 2016). «Justice League begins shooting April 11». Entertainment Weekly (em inglês). Consultado em 6 de maio de 2017 
  56. Fischer, Russ (15 de outubro de 2014). «DC Comics Movies Announced: 'Suicide Squad,' 'Wonder Woman,' 'Justice League,' 'The Flash,' 'Aquaman'» (em inglês). /Film. Consultado em 15 de outubro de 2014 
  57. Staskiewicz, Keith (6 de julho de 2015). «Zack Snyder on the Superman villain that almost was» (em inglês). Entertainment Weekly. Consultado em 1 de junho de 2017 
  58. «Russell Crowe on why he wasn't in Batman v Superman, and doing a standalone Dr Jekyll movie» (em inglês). Digital Spy. Junho de 2016 
  59. Gonzalez, Umberto (8 de agosto de 2016). «Warner Bros. Puts 'Man of Steel' Sequel Into Active Development (Exclusive)» (em inglês). The Wrap. Consultado em 31 de maio de 2017 
  60. Ahmed, Tufayel (15 de setembro de 2016). «DWAYNE JOHNSON'S ROCK: MEET DANY GARCIA, THE WOMAN BEHIND HOLLYWOOD'S HIGHEST EARNER» (em inglês). Newsweek. Consultado em 31 de maio de 2017 
  61. Melrose, Kevin (6 de novembro de 2016). «Amy Adams Confirms Man of Steel 2 Script is 'in the Works'» (em inglês). Comic Book Resources. Consultado em 31 de maio de 2017 
  62. «Superman (1978)». Box Office Mojo. Consultado em 17 de maio de 2007 
  63. «Superman II (1981)». Box Office Mojo. Consultado em 17 de maio de 2007 
  64. a b c Block, Alex Ben; Wilson, Lucy Autrey; Lucas, George; Coppola, Francis Ford (2010). George Lucas's Blockbusting: A Decade-by-Decade Survey of Timeless Movies Including Untold Secrets of Their Financial and Cultural Success 1st ed. Nova Iorque: itBooks. pp. vii & 534. ISBN 9780061778896 
  65. «Superman III (1983)». Box Office Mojo. Consultado em 17 de maio de 2007 
  66. «Superman IV: The Quest for Peace (1987)». Box Office Mojo. Consultado em 17 de maio de 2007 
  67. «Superman Returns (2006)». Box Office Mojo. Consultado em 17 de maio de 2007 
  68. «Superman». Rotten Tomatoes. Flixster. Consultado em 2 de setembro de 2012 
  69. «Superman». Metacritic. CBS. Consultado em 2 de setembro de 2012 
  70. «Superman II». Rotten Tomatoes. Flixster. Consultado em 2 de setembro de 2012 
  71. «Superman II». Metacritic. CBS. Consultado em 2 de setembro de 2012 
  72. «Superman III». Rotten Tomatoes. Flixster. Consultado em 2 de setembro de 2012 
  73. «Superman III». Metacritic. CBS. Consultado em 2 de setembro de 2012 
  74. «Superman IV: The Quest for Peace». Rotten Tomatoes. Flixster. Consultado em 2 de setembro de 2012 
  75. «Superman IV: The Quest for Peace». Metacritic. CBS. Consultado em 2 de setembro de 2012 
  76. «Superman Returns». Rotten Tomatoes. Flixster. Consultado em 2 de setembro de 2012 
  77. «Superman Returns». Metacritic. CBS. Consultado em 2 de setembro de 2012 
  78. «Man of Steel». Metacritic. CBS. Consultado em 9 de julho de 2013 
  79. «Batman v Superman: Dawn of Justice». Metacritic. CBS. Consultado em 30 de março de 2016 
  80. «The Complete Superman Collection (2001)». Entertainment Weekly (em inglês). 4 de maio de 2001. Consultado em 31 de dezembro de 2008 
  81. «The Christopher Reeve Superman Collection DVD Review» (em inglês). UGO.com. Consultado em 31 de dezembro de 2008. Arquivado do original em 14 de janeiro de 2009 
  82. «Superman Ultimate Collector's Edition» (em inglês). DVD Talk. Consultado em 31 de dezembro de 2008 
  83. «Warner Bros. Issues Statement Regarding Superman Ultimate Collector's Edition» (em inglês). Movie Web. Consultado em 31 de dezembro de 2008 
  84. «Superman Ultimate Collector's Edition Returns May 29» (em inglês). Superhero Hype!. Consultado em 31 de dezembro de 2008 
  85. «Superman: The Motion Picture Anthology (Blu-ray)». DVD Talk (em inglês). 7 de junho de 2011. Consultado em 21 de novembro de 2011