Survival horror

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Vg icon.svg
Jogos eletrônicos

Survival horror (em português: terror de sobrevivência) é um gênero de jogos eletrônicos derivados de jogos de Ação-aventura, no qual os temas são sobrevivência, terror e mistério. O elemento mais importante no survival horror é o de proporcionar uma certa quantidade de tensão sobre o jogador, mas também providenciar uma sensação de conquista que é alcançada derrotando as criaturas e superando a tensão e o medo. O principal objetivo do jogo é sobreviver a fatos inicialmente incompreendidos e misteriosos e, ao longo do jogo, descobrir os detalhes, desvendar os mistérios da história e encontrar soluções para os diversos quebra-cabeças apresentados.[1]

Acredita-se que o jogo Alone in the Dark foi quem cimentou a base para a fórmula atual, mas o gênero só ficou popular graças a Resident Evil, produzido pela japonesa Capcom e Silent Hill da também japonesa Konami.[2][3][4]

Primórdios do survival horror[editar | editar código-fonte]

O Tiranossauro perseguindo o jogador em 3D Monster Maze.

O primeiro jogo desenvolvido que pode se considerar um survival horror é 3D Monster Maze, (procurar pelo artigo sobre o jogo na página em inglês) lançado em 1981 e relançado no ano seguinte, jogo onde o objetivo do jogador é correr por um labirinto e evitar ser encontrado e devorado pelo monstro, que é na verdade um Tiranossauro Rex.[5]

Estabelecendo as bases do gênero[editar | editar código-fonte]

Definindo uma fórmula[editar | editar código-fonte]

Em 1992 era lançado Alone in the Dark desenvolvido pela Infogrames, jogo que é considerado o progenitor do gênero survival horror. O game se passa numa mansão cheia de monstros, armadilhas e mistérios que devem ser solucionados pelo jogador para que se compreenda a história.

Edward Carnby, um dos dois protagonistas de Alone in the Dark enfrentando um zumbi.

Outro jogo que explorou uma fórmula similar a de Alone in the Dark foi Clock Tower desenvolvido pela Human Entertainment e lançado em 1995. A história do game ocorre em uma mansão que se destaca por possuir uma grande torre do relógio e esconde vários segredos que são descobertos conforme o jogador explora as salas da casa.

Ambos os games possuíam conceitos parecidos, o personagem controlado pelo jogador se encontrava preso em uma mansão cheia de armadilhas e criaturas hostis e devia lutar pela sobrevivência enquanto desvendava os enigmas da misteriosa construção. Essa fórmula foi usada mais tarde em vários outros jogos de survival horror.

Popularização do survival horror[editar | editar código-fonte]

Após o sucesso de Alone in the Dark, outras empresas se interessaram em desenvolver jogos que seguiam o mesmo estilo, como por exemplo, Resident Evil desenvolvido pela Capcom e lançado em 1996, que foi responsável por popularizar o survival horror e gerar uma grande base de fãs. No jogo, uma equipe de policiais acaba ficando presa dentro de uma mansão infestada de zumbis e outras criaturas monstruosas, eles devem investigar o lugar enquanto tentam sobreviver.[3]

Lançado em 1999 e desenvolvido pela Konami, Silent Hill além de survival horror também era um jogo de Terror psicológico. O jogo se passa na cidade de Silent Hill que está quase abandonada e mergulhada em uma intensa névoa onde monstros horríveis se escondem, e cabe ao jogador procurar pela filha desaparecida do protagonista Harry Mason enquanto tenta descobrir o macabro motivo pelo qual a cidade se encontra nesse estado.[6]

Survivor horror e os games independentes[editar | editar código-fonte]

Após uma época onde alguns games originalmente de survival horror começaram a ir pelo caminho da ação, desenvolvedoras independentes começaram a lançar jogos focados no terror e que proporcionavam aos jogadores novas experiências aterrorizantes. Dois exemplos famosos são Amnesia: The Dark Descent (2010) e Outlast (2012), jogos nos quais o jogador quase não pode se defender e é obrigado a fugir ou se esconder dos inimigos enquanto busca uma saída.

Principais séries de survival horror[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «survival horror». Lexico. Oxford Dictionaries. Consultado em 20 de maio de 2020 
  2. «What Makes a Survival Horror Game?». TechRaptor. 25 de outubro de 2015. Consultado em 20 de maio de 2020 
  3. a b «Resident Evil and the birth of survival horror». PC Gamer. 22 de março de 2016. Consultado em 20 de maio de 2020 
  4. «Does Survival Horror Really Still Exist?». Kotaku (em inglês). Consultado em 23 de maio de 2020 
  5. «The Making of... 3D Monster Maze - Edge Online». web.archive.org. 13 de maio de 2007. Consultado em 1 de dezembro de 2022 
  6. Fahs, Travis (30 de outubro de 2009). «IGN Presents the History of Survival Horror». IGN (em inglês). Consultado em 1 de dezembro de 2022 
Ícone de esboço Este artigo sobre jogos eletrônicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.