Svetlana Gannushkina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Svetlana Gannushkina
Svetlana Gannushkina em 2009
Nascimento 6 de março de 1942 (79 anos)
Moscou
Cidadania União Soviética, Rússia
Alma mater
  • MSU Faculdade de Mecânica e Matemática
Ocupação matemática, ativista de direitos humanos, professora universitária,
Prêmios Prêmio Right Livelihood (2017)
Empregador Universidade Estatal de Moscovo

Svetlana Gannushkina (6 de março de 1942) é uma ativista pelos direitos humanos na Rússia, que é vista como candidata ao Prémio Nobel da Paz.[1]

De acordo com a Amnistia Internacional, é membro do Conselho para o Desenvolvimento das Instituições da Sociedade Civil e Direitos Humanos, institucionalmente sob orientação do presidente da Rússia.[2] Ela é também membro da Memorial, uma sociedade dedicada à memória das vítimas da repressão soviética.

Em 2006 foi galardoada com o prémio Homo Homini pelo seu ativismo em prol dos direitos humanos, concedido pelo grupo checo Pessoas em Necessidade.[3]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]