Symon Petliura

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Symon Petliura
Си́мон Васи́льович Петлю́ра
Nome completo Symon Vasylyovych Petliura
Nascimento 10 de maio de 1879
Poltava, Império Russo
Morte 25 de maio de 1926 (47 anos)
Paris, França
Nacionalidade Ucrânia Ucraniana
Ocupação Jornalista, ministro da guerra e depois Presidente
Serviço militar
Lealdade Flag of the Ukranian State.svg República Popular da Ucrânia
Serviço Exército Popular Ucrâniano
Tempo de serviço 1914–1922
Patente "Hetman Supremo"
Batalhas/Guerras Guerra Ucraniano-Soviética
Guerra Polaco-Soviética
Assinatura
Symon Petlura Signature 1920.png

Symon Vasylyovych Petliura (Poltava, 10 de maio de 1879 - Paris, 25 de maio de 1926) foi um político ucraniano, líder socialista da luta, sem sucesso, pela independência da Ucrânia (sendo um colaboracionista com as tropas alemãs durante a sua invasão no Primeira Guerra Mundial), seguida pela Revolução Russa de 1917. Conhecido como o "Hetman Supremo", conduzia grupos armados,maioritariamente compostos por "socialistas-revolucionários", pequenos comerciantes e criminosos,responsáveis por inúmeros pogroms contra judeus,massacres contra trabalhadores e populações, saques e violações em massa e tentativas de assassinato e destruição do Partido Bolchevique e de todos os seus simpatizantes e membros, durante a Guerra Civil Russa. A acção dos seus bandos é descrita por Nikolai Ostróvski no seu livro "Assim Foi Temperado o Aço".

Foi Presidente da Ucrânia durante a Guerra Civil Russa.

Em 1905 foi co-fundador do Partido Ucraniano do Trabalho.

Foi assassinado em 1926 em Paris.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.