Szomorú Vasárnap

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

"Szomorú Vasárnap" (em português "Domingo Sombrio" ou "Domingo Lúgubre", também conhecida pela versão em inglês "Gloomy Sunday") é uma canção escrita pelo pianista e compositor autodidata húngaro Rezső Seress em 1933. De acordo com uma lenda urbana, inspirou centenas de suicídios. Quando a canção foi comercializada nos Estados Unidos, ficou conhecida como a canção húngara do suicídio. Não há nada de substancial que corrobore tais afirmações, pois nenhuma dessas alegações surge publicada na imprensa ou em quaisquer outras publicações da época.

Inúmeras versões da canção foram gravadas e lançadas. Michael Brooks escreveu nas notas de capa de um conjunto de 10 CDs; "Lady Day" – the Complete Billie Holiday on Columbia, 1933–1944, o seguinte:

"Gloomy Sunday chegou à América em 1936 e, graças a uma brilhante campanha publicitária, ficou conhecida como A Canção Húngara do Suicídio. Supostamente, depois de a ouvirem, amantes perturbados seriam compelidos a saltar da primeira janela que encontrassem, mais ou menos como os investidores depois de Outubro de 1929". De 1933 á 2017 já conta com mais de 300 suicídios.

Letra em húngaro[editar | editar código-fonte]

Szomorú vasárnap
száz fehér virággal
vártalak kedvesem
templomi imával.
Álmokat kergető
vasárnap délelőtt,
bánatom hintaja
nélküled visszajött.
Azóta szomorú
mindig a vasárnap,
könny csak az italom,
kenyerem a bánat.

Szomorú vasárnap.

Utolsó vasárnap
kedvesem gyere el,
pap is lesz, koporsó,
ravatal, gyászlepel.
Akkor is miránk vár,
virág és – koporsó.
Virágos fák alatt
utam az utolsó.
Nyitva lesz szemem, hogy
még egyszer lássalak.
Ne félj a szememtől,
holtan is áldalak…

Utolsó vasárnap.

Letra em inglês[editar | editar código-fonte]

" Sunday is gloomy

My hours are slumberless

Dearest, the shadows

I live with are numberless

Little white flowers

Will never awaken you

Not where the black coach

Of sorrow has taken you

Angels have no thought

Of ever returning you

Would they be angry

If I thought of joining you?

Gloomy Sunday

Sunday is gloomy

With shadows I spend it all

My heart and I have decided

To end it all

Soon there'll be flowers and prayers

That are said I know

But let them not weep

Let them know

That I'm glad to go

Death is no dream

For in death I'm caressing you

With the last breath of my soul

I'll be blessing you

Gloomy Sunday

Dreaming

I was only dreaming

I wake and I find you asleep

In the deep of my heart dear

Darling, I hope

That my dream never haunted you

My heart is telling you

How much I wanted you

Gloomy Sunday

Gloomy Sunday"

Letra em português[editar | editar código-fonte]

Versão 1 (canção original):[editar | editar código-fonte]

" Domingo sombrio, com centenas de flores

Eu estava esperando por você querida com uma prece

Uma manhã de domingo, correndo atrás de meus sonhos

Lágrimas de sangue escorriam pelos meus olhos enquanto eu ouvia aquela canção ecoar nos meus ouvidos

Tal como o som da sua voz serena sussurrando uma canção só me fazia sofrer cada vez mais

Minha carruagem de tristeza retornou sem você

É desde então que meus domingos foram para sempre tristes e sozinhos

As lágrimas são minha única bebida, a tristeza é meu pão

Domingo Sombrio

Neste último domingo, minha querida por favor venha até mim

Haverá um padre, um caixão, um sepulcro e uma mortalha pois não estarei mais aqui

Haverá flores para você, flores e um caixão e eu estarei lá dentro a sua espera, meu amor

Sobre as árvores florescentes se dará minha última jornada

Meus olhos estarão abertos para que eu possa lhe ver uma última vez, feche-os

Não tenha medo de meus olhos, eu a estou abençoando mesmo na minha morte

Neste último domingo"

Versão 2 (versão inglesa):[editar | editar código-fonte]

" O domingo é sombrio

As minhas horas sem sono

Queridas as inúmeras sombras

Com as quais convivo

Pequenas flores brancas

Não te acordarão

Não onde o treinador negro

Da dor te levou

Os anjos não pensam

Em te devolver jamais

Será que eles ficariam zangados

Se eu me juntasse a ti?

Domingo sombrio

O domingo é sombrio

Passados nas sombras

O meu coração e eu

Decidimos acabar com tudo

Daqui a pouco haverão flores

E orações que dizem saber

Mas não os deixem chorar

Deixem saber

O quão feliz estou por partir

A morte não é um sonho

Pois na morte eu te acaricio

Com o último suspiro da minha alma

Eu te abençoarei

Domingo sombrio

Sonhando

Eu estava apenas sonhando

Acordo e te encontro dormindo

No fundo do meu coração

Querida, eu espero

Que o meu sonho nunca te persiga

O meu coração está te dizendo

O quanto eu te quero

Domingo sombrio

Domingo sombrio"

(texto retirado da web)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma canção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.