Este é um artigo bom. Clique aqui para mais informações.

TNA X Division Championship

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
TNA X Division Championship
TNA X Divison Championship.JPG
Antiga versão do cinturão do Campeonato da X Division da TNA.
Detalhes
Atual campeão Trevor Lee[1][2]
Conquista 19 de agosto de 2017
Promoção Total Nonstop Action Wrestling
Criação 19 de junho de 2002[3][4]
Outros nomes
  • Campeonato X da NWA[5]
  • Campeonato X da NWA-TNA[6]
  • Campeonato da X Division da NWA-TNA[7]

O Campeonato da X Division da TNA (original: TNA X Division Championship)[2] é um campeonato de luta profissional com direitos pertencentes à organização estadunidense Total Nonstop Action Wrestling (TNA), sendo disputado principalmente na divisão de pesos-médios da empresa (no qual é denominada de "X Division"), onde segundo as regras, apenas lutadores com menos de 230 libras (105 quilos) podem competir;[8] contudo, lutadores com pesos superiores também já ganharam o título.[9] Ele estreou em 19 de junho de 2002, durante a gravação do segundo pay-per-view semanal da TNA sob o nome de "Campeonato X da NWA",[nota 1][5] sendo ainda naquele ano renomeado para "Campeonato X da NWA-TNA"[nota 2] e em 2004 teve seu nome alterado para Campeonato da X Division da TNA.[6]

Os campeões da X Division da TNA são determinados com a realização de combates de luta profissional, em que os vencedores de cada combate são pré-determinados por um roteiro.[10] Até o presente mês de outubro de 2017, um total de 37 lutadores, distribuídos em 84 reinados distintos, já conquistaram o Campeonato da X Division da TNA. O primeiro campeão foi A.J. Styles,[5] e o atual é Trevor Lee, que está em seu terceiro reinado.[11]

História[editar | editar código-fonte]

X Division[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: X Division

A X Division foi fundada em 19 de junho de 2002, no primeiro pay-per-view semanal da TNA com uma luta de trios entre Jimmy Yang, Jorge Estrada e Sonny Siaki — conhecidos coletivamente como "The Flying Elvises" — e A.J. Styles, Jerry Lynn e Low Ki.[3][12] Mais tarde naquele dia, na gravação do pay-per-view da semana seguinte, a TNA apresentou o Campeonato da X Division — até então conhecido como o "Campeonato X" para mostrar uma divisão mais proeminente.[3][12] A X Division é descrita como uma luta reinventada, já que tem wrestling tradicional misturado com um ritmo rápido, além de um estilo de combates de alto risco, incorporado em divisões de pesos-médios e na lucha libre.[12] A divisão foi até 2011 promovida sob o lema de "Não se trata de limites de peso, se trata de ser sem limites" pelo comentarista Mike Tenay.[12][13][14][15] No dia 11 de agosto de 2011, em uma edição do programa de televisão principal da TNA chamado de Impact Wrestling, Eric Bischoff, figura de autoridade da empresa na época, anunciou que a partir desse ponto em diante, a X Division teria um limite de peso de 225 libras (102 quilos).[16]

Após Hulk Hogan se tornar o novo gerente geral do Impact Wrestling em março de 2012, o limite de peso foi discretamente revogado, como evidenciado em 10 de junho daquele mesmo ano, durante o evento Slammiversary, quando o lutador Samoa Joe (130 quilos) foi autorizado a lutar pelo cinturão,[17][18] e em outubro de 2012, quando Rob Van Dam (108 quilos) ganhou o título durante o Bound for Glory.[19][20] Em março de 2013, um novo limite de peso foi imposto; desta vez, nenhum lutador com mais de 230 libras (105 quilos) poderia lutar pelo Campeonato da X Division, além de que todas as lutas da divisão a partir desse ponto sempre envolveriam três competidores;[8] porém está última regra vigorou apenas até 20 de agosto do mesmo ano, quando Hogan anunciou que as lutas da X Division voltariam a ser individuais.[21]

Lutas especiais[editar | editar código-fonte]

A.J. Styles (roupas amarelas) contra Christopher Daniels (roupas vermelhas) em uma luta Ultimate X em 2006.

Na X Division, existem três tipos próprios de lutas, que são contestados apenas nesta categoria, afim de mostrar o talento dentro da divisão e para defender o Campeonato da X Division em combates mais comercializáveis. Essas lutas são os combates Ultimate X, Steel Asylum e Xscape.[22][23][24]

Luta Ultimate X[editar | editar código-fonte]

A luta Ultimate X foi introduzida em 2003.[22] Trata-se de vários competidores lutando para recuperar o Campeonato da X Division ou uma gigante e vermelha letra "X", que está suspensa acima do ringue por dois cabos.[15][22] Estes cabos estão ligados aos quatro postes do ringue, (ou aos seis quando o ringue da TNA era hexagonal), que se entrelaçam para formar um "X" em seu centro.[15][22] Esta luta tornou-se um sucesso na TNA, e foi destaque em 2008 no DVD "TNA: Ultimate Matches", lançado pela TNA Home Video.[25]

Luta Steel Asylum[editar | editar código-fonte]

O combate Steel Asylum fez sua estréia em maio de 2008 durante o evento Sacrifice, sob o nome de "The TerrorDome".[23] Esta luta foi usada novamente em outubro de 2008 no Bound for Glory IV, sob o novo e atual nome de "Steel Asylum".[26] Em setembro de 2012, ela foi usada mais uma vez para determinar o desafiante pelo Campeonato da X Division. Durante a luta Steel Asylum, o ringue que é rodeado por uma jaula de aço vermelha gigante, como uma cúpula. A única maneira de alcançar a vitória é escapar da jaula por meio de um buraco no centro do teto.[27]

Luta Xscape[editar | editar código-fonte]

A luta Xscape é a terceira especialidade da X Division. Foi realizada anualmente no evento Lockdown até o ano de 2011.[24][28][29][30][31][32][33] As duas primeiras lutas Xscape foram realizadas para determinar o candidato ao Campeonato da X Division, enquanto que a partir de 2007, foi contestada pelo próprio título.[29][30][31] O combate envolve entre quatro e seis participantes.[28] Para ganhar esta luta, dois ou mais lutadores, dependendo de quantos estão envolvidos, devem ser eliminados por pinfall ou submissão, deixando apenas dois concorrentes. Estes dois homens então vão lutar para ver quem escapa da jaula primeiro para conseguir a vitória.[24] A luta Xscape retornou a TNA em seu pay-per-view dedicado especialmente a Division chamado de X-travaganza em 12 de janeiro de 2013, sendo vencida por Christian York.[34]

Criação[editar | editar código-fonte]

O título da X Division foi introduzido em 19 de junho de 2002, durante as gravações do segundo pay-per-view semanal da TNA.[nota 1][5] No evento principal daquela noite, A.J. Styles derrotou Jerry Lynn, Low Ki e Psicosis em uma luta four-way com dupla contagem para se tornar o primeiro campeão da X Division; porém, antes do combate ser iniciado, o anunciador de ringue Jeremy Borash se referiu ao título como o "Campeonato X da NWA".[5] Todavia, após esta data o título foi rebatizado para "Campeonato da X Division da NWA–TNA",[nota 2][6] sendo que em junho de 2004 a sigla da NWA seria removida do nome do título.[35] Portanto, este é o título mais antigo em atividade na história da TNA.[36]

Option C[editar | editar código-fonte]

A option C (opção C) é a chance dada ao campeão da X Division se este renunciar o título em troca de uma luta pelo Campeonato Mundial dos Pesos-Pesados da TNA durante o evento Destination X.[37] A option C começou quando o então campeão Austin Aries disse que não estava satisfeito em ser apenas o campeão da X Division, o que levou o gerente geral Hulk Hogan a prometer-lhe uma oportunidade pelo Campeonato Mundial dos Pesos-Pesados durante o Destination X de 2012, mas só se ele primeiro renunciasse o Campeonato da X Division.[38] Na semana seguinte, Aries concordou com os termos de Hogan e duas semanas depois, ele abandonou o título da X Division. No ano seguinte, Hogan novamente ofereceu a mesma chance ao então campeão Chris Sabin, que também aceitou.[39] Abaixo está apresentada uma tabela com os resultados dos combates resultantes da option C:

Campeão da
X Division
Campeão mundial
dos pesos-pesados
Destination X Data Resultado Ref.
1 Austin Aries Bobby Roode 2012 8 de julho de 2012 Aries derrotou Roode para se tornar no novo campeão mundial dos pesos-pesados. [40]
2 Chris Sabin Bully Ray Impact Wrestling:
Destination X
18 de julho de 2013 Sabin derrotou Ray para se tornar no novo campeão mundial dos pesos-pesados. [41]
3 Austin Aries Lashley 2014 26 de junho de 2014
(exibido em 31 de julho de 2014)
Lashley derrotou Aries para se manter como campeão mundial dos pesos-pesados. [42]
4 Rockstar Spud Kurt Angle 2015 11 de maio de 2015
(exibido em 10 de junho de 2015)
Angle derrotou Spud para se manter como campeão mundial dos pesos-pesados. [43]

Reinados[editar | editar código-fonte]

O campeão inaugural foi A.J. Styles, que derrotou Jerry Lynn, Low Ki e Psicosis em uma luta four-way com dupla contagem durante a gravação do segundo pay-per-view semanal da TNA em 19 de junho de 2002 (sendo exibido em 26 de junho de 2002).[3][6] Com 298 dias, o primeiro reinado de Austin Aries é considerado o maior da história do título;[6] o único reinado de Eric Young, o sexto de Chris Sabin e o segundo de Rockstar Spud são os mais curtos, com menos de um dia cada um.[44][45] Sabin também possuí o recorde de maior número de reinados, com oito.[4][45]

O atual campeão é Trevor Lee, e está em seu terceiro reinado, após derrotar Sonjay Dutt em uma luta sem desqualificações durante as gravações do GFW Impact! de 19 de agosto de 2017 em Orlando, Flórida.[46]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. a b Entre os anos de 2002 e 2007, a TNA foi uma subsidiária da National Wrestling Alliance (NWA), tendo o nome de todas as suas marcas registradas alterado para "NWA-TNA", com uma pequena exceção feita ao Campeonato da X Division a partir de 2004. Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "PPVS" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  2. a b Entre os anos de 2002 e 2004, a TNA operava num sistema de pay-per-views semanais, em que a cada semana um novo episódio era posto à venda no site oficial da empresa. Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "NWA-TNA" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes

Referências

  1. «IMPACT WRESTLING SPOILERS – AUGUST 19TH, 2017» (em inglês). Consultado em 19 de agosto de 2017 
  2. a b «Current Champions List on TNA Wrestling» (em inglês). Total Nonstop Action Wrestling. Consultado em 13 de julho de 2013 
  3. a b c d Martin, Adam (26 de junho de 2002). «Full NWA-TNA Pay Per View Results - 6/26» (em inglês). WrestleView.com. Consultado em 17 de junho de 2009 
  4. a b «TNA X Division Championship History». Total Nonstop Action Wrestling (em inglês). Archive.org. Consultado em 29 de junho de 2009. Cópia arquivada em 21 de novembro de 2006 
  5. a b c d e «NWA TNA PPV #2» (em inglês). Pro Wrestling History. Consultado em 7 de junho de 2013 
  6. a b c d e Roelfsema, Eric; Sam Falcitelli; Earl Oliver. «TNA X Division Championship history». Jump City Promotions (em inglês). Solie.org. Consultado em 15 de abril de 2009 
  7. «NWA Title History Page» (em inglês). Consultado em 6 de outubro de 2007. Cópia arquivada em 7 de novembro de 2002 
  8. a b «The X-Division is Evolving! New Rules Announced!» (em inglês). Total Nonstop Action Wrestling. 21 de março de 2013. Consultado em 24 de junho de 2013 
  9. James Caldwell (10 de julho de 2011). «Caldwell's TNA Destination X PPV Results 7/10: Ongoing "virtual time" coverage of live PPV - Styles vs. Daniels, Ultimate X, RVD vs. Lynn» (em inglês). PWTorch. Consultado em 21 de agosto de 2011 
  10. Grabianowski, Ed. «How Pro Wrestling Works». HowStuffWorks, Inc. (em inglês). Discovery Communications. Consultado em 15 de outubro de 2012 
  11. «IMPACT WRESTLING SPOILERS – AUGUST 19TH, 2017» (em inglês). Consultado em 19 de agosto de 2017 
  12. a b c d Total Nonstop Action Wrestling. TNA Wrestling: Year One (em inglês). Total Nonstop Action Home Video. Começa durante a entrevista de Don West. 
  13. Total Nonstop Action Wrestling. TNA Wrestling: The Best of the X Division Vol. 1 (em inglês). TNA Home Video. Em cena em ao longo de todo o DVD 
  14. Total Nonstop Action Wrestling. Total Nonstop Action Wrestling: The Best of the X Division Vol. 2 (em inglês). TNA Home Video. Em cena em ao longo de todo o DVD 
  15. a b c Schomburg, Eric (23 de outubro de 2005). «TNA's Best of the X Division Volume 1: DVD Review» (em inglês). American Chronicle.com. Consultado em 17 de junho de 2009 
  16. Mrosko, Geno (12 de agosto de 2011). «TNA Impact results and videos from Aug. 11 show» (em inglês). Cageside Seats. Consultado em 10 de agosto de 2013 
  17. «Samoa Joe». Total Nonstop Action Wrestling (em inglês). Consultado em 15 de outubro de 2012. Cópia arquivada em 15 de outubro de 2012 
  18. «Slammiversary Results: New Champions, 1st TNA Hall Of Famer, Christian and more!». Total Nonstop Action Wrestling (em inglês). 10 de junho de 2012. Consultado em 10 de junho de 2012 
  19. «Rob Van Dam». Total Nonstop Action Wrestling (em inglês). Consultado em 11 de outubro de 2012. Cópia arquivada em 15 de outubro de 2012 
  20. Caldwell, James (11 de outubro de 2012). «Caldwell's TNA Impact results 10/11/12: Complete "virtual-time" coverage of live Impact - final PPV hype, triple main event». Pro Wrestling Torch (em inglês). Consultado em 11 de outubro de 2012 
  21. «TNA Scraps X Division 3-Way Rule» (em inglês). TNA Asylum. Consultado em 4 de setembro de 2013 
  22. a b c d Martin, Adam (21 de agosto de 2003). «Full NWA TNA PPV results - 8/20/03 (NEW X Division Champion and more)» (em inglês). WrestleView.com. Consultado em 10 de setembro de 2012 
  23. a b Sokol, Chris (13 de maio de 2008). «TNA Sacrifice: Joe retains; LAX regains». SLAM! Sports: Wrestling (em inglês). Canadian Online Explorer. Consultado em 10 de setembro de 2012 
  24. a b c Keller, Wade (24 de abril de 2005). «Keller's TNA Lockdown PPV report 4/24: Ongoing "virtual time" coverage of live event» (em inglês). PWTorch.com. Consultado em 10 de setembro de 2012 
  25. Total Nonstop Action Wrestling. TNA Wrestling: Ultimate Matches (em inglês). TNA Home Video 
  26. Sokol, Chris; Sokol, Bryan (15 de outubro de 2008). «Sting takes title at Bound for Glory». SLAM! Sports: Wrestling (em inglês). Canadian Online Explorer. Consultado em 10 de setembro de 2012 
  27. Martin, Adam (11 de maio de 2008). «Sacrifice PPV results - 5/11 - Orlando, FL (New main event and more)» (em inglês). WrestleView.com. Consultado em 10 de setembro de 2012 
  28. a b Martin, Adam (23 de abril de 2006). «Lockdown PPV Results - 4/23/06 - Orlando, Florida (Lethal Lockdown)» (em inglês). WrestleView.com. Consultado em 10 de setembro de 2012 
  29. a b Sokol, Chris (16 de abril de 2007). «Lockdown pulled down by gimmick matches». SLAM! Sports: Wrestling (em inglês). Canadian Online Explorer. Consultado em 10 de setembro de 2012 
  30. a b Caldwell, James (13 de abril de 2008). «Caldwell's TNA Lockdown PPV report 4/13: Ongoing "virtual time" coverage of Joe vs. Angle PPV» (em inglês). PWTorch.com. Consultado em 10 de setembro de 2012 
  31. a b Sokol, Chris; Sokol, Bryan (20 de abril de 2009). «TNA's lackluster Lockdown». SLAM! Sports: Wrestling (em inglês). Canadian Online Explorer. Consultado em 10 de setembro de 2012 
  32. James Caldwell (18 de abril de 2010). «Caldwell's TNA Lockdown Results 4/18: Ongoing "virtual time" coverage of PPV - Styles vs. The Pope, Team Hogan vs. Team Flair, Angle vs. Anderson» (em inglês). PWTorch. Consultado em 15 de dezembro de 2010 
  33. James Caldwell (17 de abril de 2011). «Caldwell's TNA Lockdown PPV Results 4/17: Ongoing "virtual time" coverage of live all-cage match PPV - Sting vs. Anderson vs. RVD, Angle vs. Jarrett» (em inglês). Pro Wrestling Torch. Consultado em 17 de abril de 2011 
  34. «"X-Travaganza" Taping Results» (em inglês). TNA Asylum. 12 de janeiro de 2013. Consultado em 16 de janeiro de 2013 
  35. «TNAW X-Division Championship» (em inglês). Cage Match. Consultado em 24 de junho de 2013 
  36. «The History of The Story of the Development of the NWA TNA: A New Concept in PPV Programming By Jerry Jarrett» (em inglês). Consultado em 24 de junho de 2013 
  37. Csonka, Larry (14 de junho de 2012). «411's TNA IMPACT Wrestling Report 6.14.12» (em inglês). 411 Mania. Consultado em 17 de janeiro de 2013 
  38. Caldwell, James (14 de junho de 2012). «CALDWELL'S TNA IMPACT RESULTS 6/14: Ongoing "virtual-time" coverage of live Impact - TNA World Title match, Ultimate X starts the show» (em inglês). PW Torch. Consultado em 17 de janeiro de 2013 
  39. Caldwell, James (21 de junho de 2012). «CALDWELL'S TNA IMPACT RESULTS 6/21: Ongoing "virtual-time" coverage of live Impact - Aries Decision 2012, BFG Series, Open Fight Night, Gut Check» (em inglês). PW Torch. Consultado em 17 de janeiro de 2013 
  40. Caldwell, James (8 de julho de 2012). «CALDWELL'S TNA DESTINATION X PPV RESULTS 7/8: Complete "virtual time" coverage of live PPV - Roode vs. Aries, new X Division champion, Joe vs. Angle» (em inglês). PW Torch. Consultado em 17 de janeiro de 2013 
  41. Caldwell, James (18 de julho de 2013). «Caldwell's TNA Impact results 7/18: Complete "virtual-time" coverage of "Destination X" Impact - TNA Title main event, BFG Series, three X Division qualifying matches, more» (em inglês). PW Torch. Consultado em 19 de julho de 2013 
  42. Caldwell, James (31 de julho de 2014). «CALDWELL'S TNA IMPACT RESULTS 7/31: Complete "virtual-time" coverage of "Destination X" Impact special» (em inglês). PW Torch. Consultado em 15 de março de 2015 
  43. «IMPACT NEWS 6/10: Angle defends TNA Title twice, Angle's next title defense, X Division Title qualifiers, Mickie James update, Full Match Results, more» (em inglês). PW Torch. 10 de junho de 2015. Consultado em 14 de julho de 2015 
  44. Sokol, Chris; Sokol, Bryan (11 de dezembro de 2008). «Final Resolution: The Mafia makes strides». SLAM! Sports: Wrestling (em inglês). Canadian Online Explorer. Consultado em 29 de junho de 2009 
  45. a b «TNAW X-Division Championship» (em alemão). Cage Match. Consultado em 21 de julho de 2013 
  46. «IMPACT WRESTLING SPOILERS – AUGUST 19TH, 2017» (em inglês). Consultado em 19 de agosto de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Livros da Wikipédia