Totvs

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de TOTVS)
Ir para: navegação, pesquisa
TOTVS
Totvs S.A.
Tipo Empresa de capital aberto
Cotação BM&F Bovespa: TOTS3
Indústria Software
Gênero Sociedade anônima
Fundação 1983
Fundador(es) Laércio Cosentino, Hector Chang, e Ernesto Haberkorn
Sede São Paulo,  Brasil
Pessoas-chave Laércio Cosentino (CEO)
Hector Chang (CTO)
Empregados 12.000
Produtos Softwares ERP
Subsidiárias Bematech
Valor
de mercado
Aumento R$ 6,357 bilhões (Mai/2014)[1]
Lucro Aumento R$ 262,7 milhões (2014)[2]
Faturamento Aumento R$ 1,772 bilhões (2014)[3]
Página oficial www.totvs.com.br

TOTVS (pronuncia-se tótus) é uma empresa brasileira de software, com sede em São Paulo. A TOTVS foi inicialmente formada a partir da fusão das empresas Microsiga e Logocenter. Após a abertura de capital na BOVESPA, em 08/mar/2006[4] , a empresa incorporou seus principais concorrentes nacionais - a RM Sistemas, ainda em 2006, e a Datasul, em 2008.[5] [6] [7] [8] [9]

De acordo com a Revista Exame, é a maior empresa de software da América Latina.[10]

A TOTVS é a líder no mercado brasileiro de ERP segundo a FGV[11] e, além do Brasil, possui escritórios na Argentina, México e Estados Unidos.[5]

História[editar | editar código-fonte]

Em 1983, Laércio Cosentino tinha 23 anos e era diretor da empresa de processamento de dados Siga, companhia criada por Ernesto Haberkorn. Cosentino e Haberkorn abriram a Microsiga, uma empresa de software para pequenas e médias empresas, e então tornaram-se sócios igualitários na nova companhia.

A Microsiga fundiu com a Siga em 1989, e em 2005 a empresa mudou o nome para TOTVS.[5] [12] [13] [14]

Em 2013, Cosentino deixou a presidência do Conselho da TOTVS, mas permanece como CEO da companhia.[15]

Dois anos depois, a companhia anunciou que Laércio Cosentino iria iniciar um processo de transição da liderança para Rodrigo Kede, executivo egresso da IBM e que assumiu a posição de Diretor-Presidente, liderando a companhia em conjunto com Cosentino.[16]

Em 06 de Janeiro de 2016, Rodrigo Kede renunciou ao cargo de Diretor-Presidente, e Laércio Cosentino retornou a sua posição anterior.

Aquisições[editar | editar código-fonte]

A companhia adquiriu mais de 50 fabricantes de softwares corporativos como a Datasul, RM Sistemas, Midbyte, Logocenter, BCS, entre outros.[5]

A TOTVS abriu uma operação em California, dentro do Campus da Universidade da Califórnia, o TOTVSLabs, centro de pesquisa de soluções em computação em nuvem, "cloud computing" em 2011. No ano seguinte, abriu um escritório no Vale do Silício, na California.[5] [17]

A TOTVS adquiriu sete empresas de software brasileiras em 2013; a PRX, a ZeroPaper, a RMS, 72% da Ciashop,[18] a Seventeen Tecnologia da Informação, a W&D Participações, controladora das empresas PC Sistemas e PC Informática, e a companhia estadunisense GoodData.[13] [19] [20] [21]

Em maio de 2014 comprou por 75,1 milhões de reais a empresa paranaense Virtual Age que atua no desenvolvimento de softwares na nuvem para a companhias de moda têxtil e vestuário.[22]

Em 14 de agosto de 2015 a Totvs anunciou a compra de 100% da empresa de automação comercial Bematech por 550 milhões de reais.[23]

Referências

  1. http://www.bloomberg.com/quote/TOTS3:BZ
  2. http://br.advfn.com/noticias/BOV/2015/artigo/65276367
  3. http://ri.totvs.com/ptb/49/TOTS3_ER_4T14_PORT.pdf
  4. «Totvs capta R$ 460 mi com abertura de capital». Consultado em 2015-08-07. 
  5. a b c d e «Como Laércio Cosentino transformou a Totvs em uma das maiores empresas de TI do Brasil». Forbes Brasil. Consultado em 10 de março de 2014. 
  6. «Totvs compra empresa de sistemas de gestão para o agronegócio por R$ 11 milhões». Folha de S.Paulo. Consultado em 10 de março de 2014. 
  7. «Com a Ciashop, Totvs expande área de atuação». Valor Economico. Consultado em 10 de março de 2014. 
  8. «Totvs pagará R$ 12,450 mi pela Seventeen Tecnologia». Estadão. Consultado em 10 de março de 2014. 
  9. «Totvs compra empresa de software de gestão para o agroindustrial por R$ 11 milhões». Estadão. Consultado em 10 de março de 2014. 
  10. «TOTVS é a Empresa do Ano de Melhores e Maiores de EXAME». Exame. Consultado em 10 de março de 2014. 
  11. «Totvs mantém-se na liderança do mercado brasileiro de ERP, diz FGV». Computerworld. Consultado em 13 de maio de 2014. 
  12. «O mestre das fusões». Isto é Dinheiro. Consultado em 10 de março de 2014. 
  13. a b «Laércio Cosentino: depois de olhar para o Brasil, TOTVS quer crescer no exterior». Exame. Consultado em 10 de março de 2014. 
  14. «O mestre das fusões». Isto é Dinheiro. Consultado em 10 de março de 2014. 
  15. «Cosentino deixa presidência do conselho da Totvs, mas permanece CEO». Valor Economico. Consultado em 10 de março de 2014. 
  16. «Rodrigo Kede substitui Cosentino como diretor-presidente da Totvs». Valor Econômico. Consultado em 2015-08-07. 
  17. «Totvs abre centro no Vale do Silício para criar tecnologia de ponta». Folha de S.Paulo. Consultado em 10 de março de 2014. 
  18. «Totvs conclui compra da RMS Software e Webstrategie Software». G1 Globo. Consultado em 10 de março de 2014. 
  19. «Agora são os brasileiros que invadem o Vale do Silício». Exame. Consultado em 10 de março de 2014. 
  20. «TOTVs adquire participação minoritária na GoodData». Exame. Consultado em 10 de março de 2014. 
  21. «Totvs compra PC Sistemas e PC Informática por até R$ 95 milhões». G1 Globo. Consultado em 10 de março de 2014. 
  22. http://www.baguete.com.br/noticias/22/05/2014/totvs-compra-virtual-age
  23. http://convergenciadigital.uol.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=40363&sid=5