TVB Litoral

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2017). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
TVB Litoral
TV do Povo Ltda.
São Vicente / Santos, São Paulo
Brasil
Tipo Comercial
Cidade de concessão Bandeira de Santos (São Paulo).svg Santos, SP
Canais Digital: 23 UHF
Virtual: 12 PSIP
Outros canais 17 / 517 HD (NET)
ver mais
Analógico:
12 VHF (1991-2017)
Sede Flag of São Vicente, São Paulo.svg São Vicente, SP
Slogan Estamos juntos na TVB Band Litoral
Rede Rede Bandeirantes
Rede(s) anterior(es) SBT (1992-2011)
Fundador Orestes Quércia
Pertence a Grupo Solpanamby
Proprietário Alaíde Quércia
Antigo proprietário Orestes Quércia (1992-2010)
Presidente Alaíde Quércia
Fundação 17 de junho de 1992 (27 anos)
Prefixo ZYB 878
Nome(s) anteriore(s) TV Brasil Litoral (1992-2007)
Cobertura Baixada Santista de São Paulo
Coord. do transmissor 23° 58' 47.3" S 46° 22' 6.5" O
Potência 1,5 kW
Agência reguladora ANATEL
Informação de licença
CDB
PDF
Página oficial tvbband.com.br

TVB Litoral é uma emissora de televisão brasileira concessionada em Santos, porém sediada em São Vicente, ambas cidades do estado de São Paulo. Opera no canal 12 (23 UHF digital) e é afiliada a Rede Bandeirantes. Pertence ao Grupo Solpanamby, que também é dono da TVB Campinas, afiliada à RecordTV, dentre outros veículos. Transmite seu sinal para todas as localidades da Baixada Santista. Seus estúdios e o escritório da emissora estão sediados na Vila São Jorge, em São Vicente, e sua antena de transmissão está no topo do Edifício Brisamar, na Ilha Porchat.

História[editar | editar código-fonte]

A TV Brasil foi fundada em 17 de junho de 1992, como afiliada do SBT na Baixada Santista, através do canal 12 VHF, que entre 1972 e 1986 havia sido ocupado por uma retransmissora da TV Gazeta de São Paulo. Seus primeiros comerciais locais começaram a ser inseridos a partir de julho de 1992, sendo o primeiro anunciante local a Lucibelli Decorações. Em setembro, ganhou seu primeiro programa local, o VideoShop, de produção independente e exibido aos domingos às 9h00, ficando no ar durante um ano.

Em seguida, vieram os primeiros programas, como o Baixada Santista em Ação, que foi o primeiro programa de auditório regional, sendo exibido aos Sábados antes do Show de Calouros de Silvio Santos. Foi substituído pelo Ilha Porchat na TV, outro programa de auditório de mesmo estilo, depois levado para a TV Mar. Também entrou no ar nesta época o programa Performance Brasil, de Tonico Barbosa. Em fevereiro de 1994, a TV Brasil[1] começou a existir como empresa estruturada e departamentalizada, com sede própria de seis pavimentos e aproximadamente mil metros quadrados de área útil, contando com todos os departamentos que uma afiliada de televisão deve ter. Ainda em 1994, iniciou-se o jornalismo regional na TVB, em forma de boletins em cada hora, trazendo notícias da região. Era o TVB Notícias, precursor do jornal da TV Brasil exibido às 19 horas de Segunda a Sábado. Em 1994, estreou na TVB o programa Legítima Defesa.

Nessa época, assim como o SBT, a TV Brasil possuía grande equipe de jornalismo, produzindo reportagens para o TJ Brasil, Aqui Agora e Jornal do SBT. Em 1996, os telejornais e programas foram inexplicavelmente extintos, a emissora ficou praticamente sem programas regionais. Só no final de 1996 entrou no ar o TVB Varejo, ressuscitando o extinto VideoShop, ocupando o horário do meio-dia. Em 1997, assim como o SBT, a TV Brasil também produzia o Notícias da Última Hora. Foi extinto pelo SBT em 1999, mas continuou na TV Brasil, com as notícias importantes da região.

Em 2000, entrou no ar o programa Notícias em Debate (ND), então apenas um programa comum de entrevistas. Três anos depois, tornou-se um programa interativo, que mostra as principais notícias do dia, depois o entrevistado recebe as perguntas dos telespectadores, via telefone, fax e e-mail, obtendo grande audiência. No dia 1º de julho desse ano, às 7 horas da manhã, estreou o programa jornalístico Bom Dia Baixada, apresentado ao vivo pelo jornalista Edson Carpentieri.

Ao comemorar com uma reportagem especial o seu décimo aniversário, em 17 de julho de 2002, a TV Brasil já era a vice-líder em anunciantes em Santos, tendo quase todo o seu intervalo comercial preenchido por publicidade regional e cobrindo praticamente toda a Baixada Santista, de Bertioga a Peruíbe.

A identidade visual da TV Brasil mudou sempre junto com a de sua rede, o SBT. Seu primeiro logotipo era igual a do SBT, com as barras coloridas, apenas mudando as letras de SBT para TVB. Quando, em 1995, o logotipo do SBT passou a ser preto, o da TV Brasil também mudou. Ambos voltaram a ser coloridos em 1996. Em 2007, assim como a TVB Campinas, passou a se chamar TVB Litoral, de modo a não confundir com a TV Brasil, inaugurada pelo Governo Federal no mesmo ano.

Em 23 de dezembro de 2010 a emissora assinou contrato com a Band e passou a transmitir sua programação no dia 31 de março de 2011, com o atual nome de TVB Band Litoral. Desta forma, a TVB desfiliou-se do SBT.[2] Desde 26 de junho de 2012 a TVB transmite o seu sinal digital na Baixada Santista inicialmente nas cidades de Santos,São Vicente e Cubatão ampliando a cobertura nas demais cidades nos anos seguintes.

Em 21 de setembro de 2015, a TVB Litoral encerra o seu departamento de jornalismo e demite 13 funcionários. Por isso, a emissora deixou de exibir o Band Cidade.

Sinal digital[editar | editar código-fonte]

Canal virtual Canal digital Resolução de tela Programação
12.1 23 UHF 1080i Programação principal da TVB Litoral / Band

A TVB Litoral e suas retransmissoras passaram a ser alta definição no dia 29 de agosto de 2017, assim como a TVB Campinas, afiliada da RecordTV em Campinas e região.

Transição para o sinal digital

Com base no decreto federal de transição das emissoras de TV brasileiras do sinal analógico para o digital, a TVB Litoral, bem como as outras emissoras de Santos, cessou suas transmissões pelo canal 12 VHF em 20 de dezembro de 2017, seguindo o cronograma oficial da ANATEL.[3]

Programas[editar | editar código-fonte]

  • Notícias em Debate
  • Ponto de Encontro
  • Empresários de Sucesso
  • TVB Motor

Retransmissoras[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.