TV Azteca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
TV Azteca
Televisión Azteca S.A. de C.V.
Relé de construção de imagem oficial localizado em Querétaro
País  México
Fundação 2 de agosto de 1993 (23 anos)
Proprietário Grupo Salinas
Antigo proprietário Ricardo Salinas Pliego
Cidade de origem Cidade do México
Emissoras próprias Azteca 13, Azteca 7 e Proyecto 40
Nome(s) anteriore(s) Imevisión (1968-1993)
Página oficial tvazteca.com

A Televisión Azteca S.A. de C.V. (mais conhecida como TV Azteca) é uma rede de TV mexicana, pertencente ao Grupo Elektra. É a segunda maior rede de televisão mexicana, perdendo somente para a Televisa. Criada em 1993, foi o resultado da privatização da rede estatal Imevisión.

Com cobertura nacional, está disponível através de televisão digital terrestre e TV por assinatura em todo o México, além da Azteca Internacional que alcança 13 países na América do Sul e América Central, além de uma subsidiária nos Estados Unidos, conhecida como Azteca América.

História[editar | editar código-fonte]

Após permanecer mais de 20 anos sob a tutela do governo mexicano, as concessões da emissora Imevisión são repassadas ao setor privado no que ficou conhecido como um pacote de medios, onde se oferecia os canais 7 e 13 e o canal 2 de Chihuahua.

Para que a desvinculação acontecesse, no entanto, o governo tinha que regularizar a situação das suas retransmissoras, já que muitos deles, em especial do canal 7 não permitiam formalmente sua venda devido a legislação vigente, na qual só era possível que os canais e repetidoras registrados ao nome da empresa em questão fossem transferidos em operações de compra e venda.

E assim, uma série de empresas paraestatais são criadas, com a maior se chamando Televisión Azteca, para que se convertessem em concessionárias dos canais que compõem as redes 7 e 13. Finalmente, as duas redes são postas a venda, com o canal 7 sendo composto por mais 78 emissoras e o canal 13 contando com outras 90 emissoras por todo o México.

Com este imbróglio resolvido, é aberto um longo e complicado processo de concorrência pública onde quatro grupos empresariais diferentes disputam as concessões de TV. Ricardo Salinas Pliego, do Grupo Salinas, proprietário da grande loja de eletrodomésticos Elektra sagra-se vencedor da disputa. Estima-se que foi pago cerca de US$ 650 milhões em um pacote que incluía as redes de televisão, as salas de cinema da Compañia Operadora de Teatros S.A. e os Estúdios América.

Com o tempo, a TV Azteca se torna em uma das mais importantes empresas de televisão da América Latina, graças a alianças com empresas internacionais do meio como Disney, Telemundo, TV Globo, entre outras.

Subsidiárias[editar | editar código-fonte]

Azteca Señales[editar | editar código-fonte]

É a área de negócio da TV Azteca responsável pela produção, programação, distribuição de conteúdos e de sinal da emissora.

Az TV de Paga[editar | editar código-fonte]

É a área de negócio da TV Azteca responsável pela produção, programação, distribuição de conteúdos e de sinal de emissoras de televisão por assinatura. Foi fundada no ano de 2014.

Azteca Music[editar | editar código-fonte]

Em 1996, foi fundada a Azteca Music, responsábel pela produção e promoção de diversos artistas, a grande maioria contratados da TV Azteca. Dentre os seus contratados estão/estavam:

Azteca Cine[editar | editar código-fonte]

Em 2007, a Azteca Cine surge disposta a produzir e distribuir filmes mexicanos e estrangeiros. O projeto que inaugurou a empreitada foi a animação Los Campeones de la Lucha Libre (2008), que foi distribuída para o mercado hispânico através da Azteca Cine. Dentre outros projetos que ficaram sob a tutela da Azteca Cine se encontram os filmes Piratas en el Callao, Dragones: Destino de Fuego e High School Musical: El Desafío.

Centro de Estudios y Formación Actoral (CEFAC)[editar | editar código-fonte]

Com o intuito de formar atores profissionais, o Centro de Formación Actoral é um programa acadêmico intensivo, destinado ao desenvolvimento de aptidões artisticas e ao conhecimento da linguagem e técnica utilizada na televisão. Pelo CEFAC, nomes hoje conhecidos ao redor do mundo já passaram, como o das atrizes Silvia Navarro, Paola Núnez, Adriana Louvier e o ator Andrés Palacios.

Azteca Internet[editar | editar código-fonte]

Azteca Internet é a responsável pelos quatro portais mais importantes do grupo: www.tvazteca.com, aztecadeportes.com, aztecaespectaculos.com e aztecanoticias.com.mx, que tem enfoque em audiências mais jovens. A página oficial da emissora é o segundo maior canal de distribuição dos conteúdos da Azteca. Nos sites, ainda é possível interação através de chats, galerias de fotos, ente outros conteúdos.

Submarcas[editar | editar código-fonte]

Azteca Noticias[editar | editar código-fonte]

Conhecida como Fuerza Informativa Azteca, é o setor responsável por gerar o jornalismo da emissora. É neste setor que se produz o principal noticiário da emissora, intitulado Hechos, que conta com três edições diferentes (AM, Meridiano e Noche), além de outros programas como Buenas Noches, Informativo 40, A Quién Corresponda e Perspectiva 13.

Azteca Espectáculos[editar | editar código-fonte]

É a divisão da Azteca encarregada da seção de entretenimento da emissora. Com o núcleo dirigido por Paty Chapoy, é o responsável pelos principais programas da emissora como Conexión, Historias Engarzadas, Los 25+, El Hormiguero MX e Ventaneando.

Azteca Deportes[editar | editar código-fonte]

Núcleo responsável pela transmissão e produção de jornalismo esportivo da Azteca. Conta com comentaristas, analistas e apresentadores exclusivos para cada tema. Foi sob a tutela deste que se transmitiu as Copas do Mundo de 1994, 1998, 2002, 2006, 2010 e 2014 e os Jogos Olímpicos de 1996, 2000, 2004, 2008 e 2012.

Azteca Novelas[editar | editar código-fonte]

É o núcleo de telenovelas da emissora, todas as novelas produzidas pela própria rede foram transmitidas na rede mais importante, a Azteca Trece. As demais produções, com ênfase nas estrangeiras, são transmitidas na Azteca Siete ou até mesmo no canal de TV paga, chamado Az Corazón.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]