TV Bandeirantes Rio de Janeiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: "TV Guanabara" redireciona aqui. A emissora não tem nenhuma relação com a fictícia TV Guanabara da série Nada Será Como Antes.
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade(desde setembro de 2016). Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
TV Bandeirantes Rio de Janeiro
Rádio e Televisão Bandeirantes do Rio de Janeiro Ltda.
Rio de Janeiro, RJ
Brasil
Tipo Comercial
Canais Digital: 35 UHF
Virtual: 7 PSIP
Outros canais Analógico:
07 VHF (1977-2017)
Sede Bandeira da cidade do Rio de Janeiro.svg Rio de Janeiro, RJ
Rua Álvaro Ramos, 350 - Botafogo
Slogan Cada vez mais carioca
Rede Rede Bandeirantes
Fundador João Jorge Saad
Pertence a Grupo Bandeirantes de Comunicação
Proprietário Johnny Saad
Antigo proprietário João Jorge Saad (1977-1999)
Presidente Johnny Saad
Fundação 1 de agosto de 1977 (40 anos)
CNPJ 33.050.733/0001-90
Prefixo ZYB 514
Nome(s) anteriore(s) TV Guanabara (1977-1980)
Emissoras irmãs
Cobertura Cobertura - TV Bandeirantes Rio de Janeiro.svg
Coord. do transmissor 22° 56' 51.0" S 43° 13' 49.0" O
Potência 4 kW
Página oficial band.uol.com.br/tv/rio

TV Bandeirantes Rio de Janeiro (mais conhecida como Band Rio) é uma emissora de televisão brasileira sediada no Rio de Janeiro, capital do estado homônimo. Opera no canal 7 (35 UHF digital) e é uma emissora própria da Rede Bandeirantes. A emissora pertence ao Grupo Bandeirantes de Comunicação, cobre toda a Região Metropolitana do Rio de Janeiro e parte do interior fluminense, e é uma das duas emissoras da Rede Bandeirantes no estado do Rio de Janeiro, juntamente com a Band Rio Interior. Seus estúdios estão localizados no bairro de Botafogo, e a sua antena de transmissão está no Morro do Sumaré.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1977, o empresário João Jorge Saad, proprietário da TV Bandeirantes, canal 13 de São Paulo, adquire a concessão do canal 7 do Rio de Janeiro. Inicia-se a construção de um prédio no bairro de Vila Isabel, na Zona Norte, mas acabou sofrendo atrasos em decorrência de uma série de embaraços. A alternativa foi então comprar os estúdios do Laboratório de Som e Imagem (Somil) em Botafogo, na Zona Sul e adaptá-los à televisão.

O transmissor no morro do Sumaré, o controle Master, as câmeras de TV, máquinas de videotape, telecine e demais necessidades técnicas vitais para operação foram todas importadas, e custaram mais de US$ 2 milhões. O primeiro sinal de teste foi para o ar no dia 7 de julho de 1977. As transmissões experimentais começaram em 1° de agosto, mas a então TV Guanabara só foi inaugurada mesmo às 7h da noite do dia 9 de setembro. Foram 45 minutos com as solenidades de praxe e depois seu primeiro programa Meus Caros Amigos, musical especial com Chico Buarque de Holanda. Cinco minutos antes das 9h da noite apresenta o filme Lawrence da Arábia.[1]

A emissora já teve em sua grade local programas como o Samba de Primeira, com Jorge Perlingeiro, que passou depois para a CNT, um bloco local do jornalístico Esporte Total, comandado por Januário de Oliveira, Gérson e o repórter Addison Coutinho, que também formavam a equipe de transmissão dos jogos do Campeonato Carioca de Futebol, A Cara do Rio, apresentado por Jair Marchesini e o Edna Savaget, atração dedicada ao público feminino. Também fora atrações do canal o Rio dá Samba e Ginga Brasileira apresentados a partir do Rio de Janeiro para a rede por João Roberto Kelly, famoso autor de marchinhas de carnaval.

Devido a problemas internos na Rede Bandeirantes, a Band Rio atualmente só produz o Jornal do Rio, tendo a produção da versão carioca de Os Donos da Bola terceirizada pelo apresentador Edílson Silva.

Sinal digital[editar | editar código-fonte]

Canal virtual Canal digital Proporção de tela Programação
7.1 35 UHF 1080i Programação principal da Band Rio / Band
Transição para o sinal digital

Com base no decreto federal de transição das emissoras de TV brasileiras do sinal analógico para o digital, a TV Bandeirantes Rio de Janeiro, bem como as outras emissoras da cidade do Rio de Janeiro, cessou suas transmissões pelo canal 07 VHF em 22 de novembro de 2017, seguindo o cronograma oficial da ANATEL.[2]

Programas[editar | editar código-fonte]

Além de retransmitir a programação nacional da Rede Bandeirantes, a TV Bandeirantes Rio de Janeiro produz os seguintes programas:

Diversos outros programas compuseram a grade da emissora e foram descontinuados:

Equipe[editar | editar código-fonte]

Membros atuais[editar | editar código-fonte]

  • Alexandre Tortoriello
  • Camila Grecco
  • Cândida Oliveira
  • César Cavalcante
  • Edilson Silva
  • Elaine Azevedo
  • Fernando David
  • Joana Calmon
  • Kelly Dias
  • Lúcio Castro
  • Mariana Procópio
  • Mônica Puga
  • Natashi Franco
  • Roberta Barroso
  • Rodolfo Schneider
  • Sandro Gama
  • Sérgio Costa
  • Yasmin Bachour

Membros antigos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Dutra, Maria Helena. Jornal do Brasil. 13/08/1977. Rio de Janeiro.
  2. Higa, Paulo (15 de fevereiro de 2016). «Quando a TV analógica será desligada na sua cidade». Tecnoblog. Consultado em 4 de fevereiro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]