TV Bandeirantes Triângulo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Este artigo ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde fevereiro de 2011).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
TV Bandeirantes Triângulo
Regional Centro Sul de Comunicações S.A.
Uberaba, Minas Gerais
Brasil
Tipo Comercial
Canais
07 VHF analógico
17 UHF e 7.1 Virtual digital
Outros canais 05 VHF (1972-1990)
Sede BandeiraUberaba.jpg Uberaba, MG
Avenida General Osório, 755 - Guanabara
Slogan Gostamos de ser diferentes
Rede Rede Bandeirantes
Rede(s) anterior(es) Rede Tupi (1972-1980)
REI (1980-1983)
Rede Manchete (1983-1999)
TV!, RedeTV! (1999-2003)
Pertence a Grupo Bandeirantes de Comunicação
Proprietário Johnny Saad
Presidente Johnny Saad
Fundação 9 de junho de 1972 (45 anos)
CNPJ 17.772.153/0001-50
Prefixo ZYA 726
Nome(s) anteriore(s) TV Uberaba (1972-1990)
TV Regional (1990-2008)
Cobertura Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e partes do Noroeste, Sul e Sudoeste mineiro
Coord. do transmissor 19° 44' 53.2" S 47° 55' 8.4" O
Página oficial band.uol.com.br/tv/triangulo

TV Bandeirantes Triângulo (popularmente conhecida como Band Triângulo) é uma emissora de televisão brasileira sediada em Uberaba, cidade do estado de Minas Gerais. Opera nos canais 7 VHF e 17 UHF digital, e é uma emissora própria da Rede Bandeirantes. Juntamente com a TV Bandeirantes Minas de Belo Horizonte, cobre o estado de Minas Gerais nas regiões do Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba, Noroeste, Sul e Sudoeste.

História[editar | editar código-fonte]

TV Uberaba (1972-1990)[editar | editar código-fonte]

Logotipo da emissora, na época em que se chamava TV Uberaba.

A TV Uberaba, primeira emissora de televisão de Uberaba, foi fundada oficialmente em 9 de junho de 1972, às 9h00, através do canal 5 VHF. Dentre os programas locais que a emissora produziu nesta época, estavam o Telejornal 5, cujo primeiro âncora foi Constantino Calapodopulos, e Paulo Nogueira o primeiro repórter; Roda Gigante, programa infantil apresentado por Mário Salvador, o "Tio Mário", e o Show da Tarde, apresentado por Antônio Augusto. Destacam-se ainda outros programas como Factorama, Papo de Bola, Hora do Recreio e a Santa Missa aos domingos.

A emissora era inicialmente afiliada à Rede Tupi, sendo também parceira da TV Itacolomi de Belo Horizonte na produção de matérias e transmissões esportivas. Com a extinção da Rede Tupi em 1980, a emissora afiliou-se com a Rede de Emissoras Independentes, liderada pela TV Record de São Paulo, juntamente com outras emissoras Associadas que haviam se salvado da cassação e algumas afiliadas remanescentes. Após a criação da Rede Manchete em 1983, a TV Uberaba tornou-se uma das suas primeiras afiliadas. Os programas locais da emissora continuavam sendo alguns dos mais assistidos, com destaque também para o Câmera 2, programa de debates apresentado por Luiz Crosara. Indo muito além do que uma conversa entre entevistador e entrevistado, o programa utilizava um formato inovador onde até mesmo o operador de câmera podia participar da conversa. Nesta época, a emissora também começa a expandir o seu sinal para o Triângulo Mineiro, instalando uma repetidora na cidade de Uberlândia.

TV Regional (1990-2009)[editar | editar código-fonte]

Em 1990, a emissora foi vendida para o empresário e apresentador Ney Martins Junqueira. Após a venda, a emissora passa a se chamar TV Regional, e o seu canal passa a ser o 7 VHF. Os antigos programas da emissora são na sua maioria extintos ou reformulados. Programas como o Jornal Regional, Clube do Campo e Debate Regional forma destaques nesta época. Mesmo com a crise que a Rede Manchete enfrentou durante a década de 1990, e que culminou com a sua extinção em 1999, a TV Regional continuou afiliada a rede, acompanhando a transição para a sucessora, RedeTV!.

Em 2003, a TV Regional deixa a RedeTV! e torna-se afiliada à Rede Bandeirantes, após a desfiliação da TV Paranaíba de Uberlândia e sua ida para a Rede Record. Em 1º de outubro de 2008, a emissora é adquirida pelo Grupo Bandeirantes de Comunicação,[1] e passa por uma total reestruturação, com a reforma da sua sede em Uberaba e a contratação de novos profissionais.[2]

TV Bandeirantes Triângulo (2009-presente)[editar | editar código-fonte]

Em 14 de janeiro de 2009, a emissora passa a se chamar TV Bandeirantes Triângulo, e estreia uma nova programação. A emissora também inaugura uma sucursal em Uberlândia,[3] e expande o seu sinal para outras regiões do estado, passando a cobrir além do Triângulo Mineiro e Alto Parnaíba, partes das regiões Noroeste e do Sul e Sudoeste de Minas, cobrindo mais de 100 municípios.[4]

Sinal digital[editar | editar código-fonte]

Canal virtual Canal digital Proporção de tela Programação
7.1 17 UHF 1080i Programação principal da Band Triângulo / Band

A emissora iniciou suas transmissões digitais em 5 de junho de 2010, através do canal 17 UHF, para Uberaba e áreas próximas. Um evento promovido pela emissora para marcar o início das transmissões foi realizado, contando com a presença de várias autoridades políticas e personalidades, e conduzido pela apresentadora do Band Cidade, Fernanda Viola.[5]

Programas[editar | editar código-fonte]

Atuais[editar | editar código-fonte]

  • Minas Acontece
  • Minas Urgente
  • Muito +
  • Band Cidade[6]
  • Agromais
  • Programa do Deds
  • Paracatu Rural
  • Coração Sertanejo
  • Saúde em Evidência
  • DNA

Antigos[editar | editar código-fonte]

  • Entrevista Coletiva
  • Expedição Rural
  • Show de Veículos
  • Triângulo que dá Certo
  • Uberlândia que dá Certo

Sinal[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Neves, Sandro (9 de outubro de 2008). «Grupo Bandeirantes assume a TV Regional». FNDC. Consultado em 1 de fevereiro de 2016 
  2. Teixeira, Marilu (10 de novembro de 2008). «TV Band anuncia investimentos». Jornal da Manhã. Consultado em 1 de fevereiro de 2016 
  3. Júnior, Alaor Barbosa (20 de janeiro de 2009). «Presidente do Grupo Bandeirantes de Comunicação visita Uberlândia». Triângulo Online. Consultado em 1 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 9 de fevereiro de 2009 
  4. «BAND de Uberaba chega em Patos de Minas e Patrocínio». Patos Notícias. Consultado em 1 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 8 de abril de 2009 
  5. «Band pensa em dobrar». Jornal da Manhã. 12 de junho de 2010. Consultado em 1 de fevereiro de 2016 
  6. Chaves, Frinéia (9 de novembro de 2009). «Estreia Band Cidade». Farol Comunidade. Consultado em 1 de fevereiro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.