TV Corcovado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
TV Corcovado
TV Corcovado S/A
Rio de Janeiro, RJ
Brasil
Tipo Empresa privada
Canais 09 VHF analógico
Sede Bandeira da cidade do Rio de Janeiro.svg Rio de Janeiro, RJ
Rua General Padilha, 134 - São Cristóvão
Rede MTV Brasil
Rede(s) anterior(es) TVS / SBT (1982-1987)
REI / TV Record (1982-1989)
Fundador Silvio Santos e Paulo Machado de Carvalho
Pertence a Grupo Silvio Santos e Grupo Paulo Machado de Carvalho
Fundação 3 de abril de 1982 (35 anos)
Extinção 8 de março de 1992 (25 anos) (4 anos)
Sucessora OM Gazeta (1992-1993)
TV JB RJ (2007)
CNT Rio de Janeiro (1993-2007; desde 2007)
Prefixo ZYB 518
Nome(s) anteriore(s) TV Continental / TV Guanabara (1959-1972)
TV Record RJ (1982-1987)
TV Copacabana (1987)
Cobertura Estado do Rio de Janeiro
Coord. do transmissor Coordenadas

A TV Corcovado foi uma emissora de televisão brasileira sediada na cidade do Rio de Janeiro, capital do estado homônimo. Operava no canal 9 VHF e de 1990 até o ano de sua extinção era afiliada à MTV Brasil. Antes de 1990, a emissora já tinha se afiliado ao SBT (também conhecida com TVS), além de fazer afiliação com a REI (em misto com a então TV Record e outras emissoras) até a extinção da mesma, em 1989. O lugar onde era sediada, no bairro São Cristóvão, tinha sido a primeira sede da antiga TVS canal 11 em 1976, e da TV Record em 1982. Atualmente é aonde é operada a CNT Rio de Janeiro.

História[editar | editar código-fonte]

TV Copacabana
Record

Fundada inicialmente como TV Copacabana, a 9 de abril de 1987, a emissora foi a sucessora imediata da TV Record do Rio de Janeiro, criada em 3 de abril de 1982. A vinheta consistia um arco-íris azul contendo um sol acima, imitando, à época, o símbolo da Record (um então semicírculo colorido).

O locutor de chamadas da emissora, ainda mantido do tempo em que era Record, era o jornalista Jorge Luís, também pertencente à Rádio Globo do Rio de Janeiro. Ele ainda apresentou na TV Corcovado, por um curto período, o programa Show do 9, em contraposição ao Show do Dia 9, que era uma sessão de filmes inéditos na TV ou nunca exibidos naquele canal.

Em 1987, Silvio Santos mudou de nome para TV Copacabana em 9 de abril de 1987. O plano inicial foi o de intitular a emissora de TV Copacabana, mas o projeto não foi adiante para evitar um provável conflito de marca com a então Rádio Copacabana, pertencente ao Bispo Macedo. Ainda em 1987 até junho, o nome TV Copacabana foi alterado para TV Corcovado.

A TV Corcovado passou a ser uma espécie de subsidiária da TVS ao reapresentar suas séries, filmes, além do próprio Programa Silvio Santos. Com o fim da Rede de Emissoras Independentes, que coincidiu com a afirmação do SBT como rede nacional, a maior parte de sua grade é arrendada ao Grupo Abril.

O Grupo Abril pôs no ar no Rio a programação da MTV Brasil em 20 de outubro de 1990 a partir do meio-dia.[1][2] O arrendamento ocorreu por dois anos até a compra da emissora pelo grupo Organizações Martinez. A TV Corcovado foi portanto adquirida por José Carlos Martinez com auxílio direto de Paulo César Farias, então tesoureiro de Fernando Collor de Mello, que lhe concedeu 8,4 milhões de dólares, cuja parte desse valor foi dada em cheques oriundos de contas fantasmas[3].

Atrações[editar | editar código-fonte]

Como emissora integrante da Rede de Emissoras Independentes ou do SBT, a programação era estruturada na mesma programação dos tempos da Record e da TVS (as duas lideres do SBT, antes REI à época). Sendo uma espécie de subsidiária da TVS, continha filmes e seriados que se alternavam com programas locais e faixas de tempo alugado (especialmente para pregadores evangélicos). O Programa Silvio Santos era exibido simultaneamente com o SBT desde o tempo da Record. o Imagens do Japão desde o tempo da Record, também era exibido

Durante um certo período, grande parte do tempo era ocupado pelo programa Rio Turismo, que narrado em várias línguas, mostrava as belezas do Rio de Janeiro. Murilo Néri era o locutor da versão em português.

Algumas atrações que fizeram parte da história da emissora:

  • À Moda da Casa, culinária apresentado por Etty Fraser.
  • Arte é investimento, apresentado por Soraia Cals.
  • Automobile, programa sobre o mundo do automobilismo, apresentação de Paulo Santana Jr.
  • Bike Show, primeiro programa da TV brasileira sobre motociclismo. Apresentado por João Mendes. Começou a ser exibido em janeiro de 1985 indo até abril de 1989.
  • Camisa 9, mesa-redonda sobre o Futebol, apresentada por Luiz Orlando.
  • Celeste Maria recebe, entrevistas, apresentado por Celeste Maria.
  • Comer bem, culinária apresentado por Silvio Lancelotti.
  • Clip Clip, depois passou a chamar Atividade, musical, apresentação de Adriana Cruz.
  • Momentos de vida, apresentado pelo Dr. Paulo Brito.
  • Skeretch, apresentação de clips musicais nacionais e internacionais, com Carlos Townsend, Mylena Ciribelli (foi para o Jornalismo Esportivo depois) e Nato Kandhali.
  • Conversa Fiada, entrevistas, apresentação de Sandra Barsotti.
  • Estilo by Inês Kalaf, programa dedicado à moda, apresentação de Inês Kalaf.
  • Aquashow, atividades náutico-esportivas, apresentado por Neville George.
  • Comunidade na TV, programa de entrevistas organizado pela Federação Israelita do Estado do Rio de Janeiro.
  • Em Tempo, programa de entrevistas apresentado por Roberto Milost.
  • Câmera Aberta, entrevista, apresentado por Douglas Prado.
  • Encontro Marcado, apresentado por Danuza Leão e Carlos Eduardo Novaes. Posteriormente por Scarlett Moon.
  • Gente do Rio, programa independente de entrevistas apresentado por Gilse Campos, Marisa Urban, Rui Porto, João Roberto Kelly e outros.
  • Resgate, debate, denúncias e pesquisas, com Ronaldo Gomlevsky.
  • Imagens do Japão, progama de variedades dedicado à colônia japonesa, apresentado pela Rosa Miyake, Mário Okuhara, Alberto Murata e etc.
  • Informe Econômico, sobre o mercado financeiro, apresentado por Nélson Priori.
  • Mediunidade, religioso apresentado pelo deputado Átila Nunes.
  • Noites Cariocas, apresentado por Nélson Motta e Scarlet Moon.
  • O Encontro dos Magos, tudo sobre o mundo das dimensões, apresentado por Pai Alexandre.
  • O Eremita, esotérico apresentado por Kaanda Ananda.
  • O Mensageiro de Ogum, religioso apresentado pelo falecido babalorixá Josemar de Ogum.
  • O Rio é nosso, programa de entrevistas apresentado por Murillo Néri, então egresso do SBT, no qual apresentava os sorteios da Liderança Capitalização.
  • Espaço Aberto, entrevistas e debates, apresentado por Sônia Aires Ribeiro.
  • Papo de Arquibancada, resenha esportiva.
  • Plácido Ribeiro, o Repórter, policial, apresentado pelo próprio. Antes chamava-se Recado.
  • Point by Benício Braga, apresentado por Benício Braga.
  • Programa José Aliverti, entrevistas, apresentado pelo próprio.
  • Programa da Noite, apresentado por Léa Penteado.
  • Programa Sidney Domingues, entrevistas, apresentado pelo próprio. Antes chamado de Pontos do Rio.
  • Programa Silvio Santos, programa de variedades com variados quadros, apresentado pelo empresário, historiador, inaugurador, criador e idealizador do SBT, Silvio Santos, com participações de vários artistas do SBT e dos anônimos.
  • Realce, o primeiro programa de esportes de ação e jovem do Brasil. Estreou em 1983 e era apresentado por Ricardo Bocão, Patrícia Barros e Antônio Ricardo.
  • Recado, entrevistas, apresentado por Plácido Ribeiro.
  • Record em Notícias, noticiário, apresentado por Murillo Antunes Alves e Hélio Ansaldo, transmitido pela TV Record São Paulo Canal 7
  • Mesquita Bráulio pergunta: Quem tem a resposta?, programa de competições e gincanas, apresentado por Mesquita Bráulio.
  • Rio dá Samba, apresentado por João Roberto Kelly.
  • Programa Gérson Bergher, apresentado pelo próprio.
  • Seleções Portuguesas, o Show da Malta, sobre a cultura portuguesa, apresentado por Jorge Sereno.
  • Som na Caixa, apresentado por Cidinho Cambalhota e Eloy Decarlo. Depois por Ademir Lemos, Osmar Cintra e Monsieur Lima.
  • Turfe Total Show, programa sobre turfe, apresentado por Anuar de Salles.
  • TV Total, apresentado por Nanni de Souza.
  • Vibração, programa de rock e esportes radicais apresentado pelo skatista Cesinha Chaves. No ar de 1984 a 1990.
  • Fórmula H, programa sobre hipismo apresentado por Carlos Alberto Andrade.
  • Mulher em Ação, utilidade pública e entrevistas, apresentado por Dayse Borges.
  • Jornal do Samba, horóscopo do samba, apresentado por Telinho da Mangueira.
  • O Direito de Nascer, reprise da novela mexicana de Feliz Caignet.
  • Bem Forte, apresentação de Maura Nogueira.

Durante algum tempo foi exibido o Jornal da Baixada.

Programas de auditório[editar | editar código-fonte]

No fim dos anos 80 e início dos 90 alguns programas populares de auditório da TV Corcovado, como Rouxinol, Alegria do Povo, Plácido Ribeiro - Da Cidade ao Sertão, Quem tem a resposta e Programa Alberto José atingiram um certo status cult por suas características trash. O programa popular de auditório de maior sucesso do SBT, o Programa Silvio Santos, onde tem a maior duração, das 19h00 até 23h59, com 4 horas e 59 minutos de duração.

Sessões de filmes[editar | editar código-fonte]

Poltrona R

As sessões de filmes, todos anteriormente exibidos pela Record ou pelo SBT, também tinham nomes similares aos da Record, como Poltrona R, Bang-Bang à Italiana, Poltrona 9, Quadra de Ases, Primeira Fila, Show do Dia 9, Especial do Mês e Sessão Especial. Ainda havia as diárias Sessão Vista Chinesa, Sessão Pão-de-Açúcar, Sessão Maracanã, Sessão Paquetá, Sessão Cinelândia e as esporádicas Sequência Máxima, Sessão Calafrio, Top Movie, Filme Legendado. Sessão Bang-Bang e Longa-metragem Legendado.

Exibiu de forma inédita o filme Um Grito de Horror, que venceu o Saturn Award, com o título Retiro dos Lobisomens. Também foram exibidos os filmes A Invasão das Aranhas Gigantes, Catástrofe (Catastrophe), Sementes do mal (Seeds of Evil), A vingança de Cropsy (The burning), O Monstro que veio do mar (The intruder within), O Expresso do Horror (Horror Express), O Falcão Justiceiro (Hawk, the slayer), Uma filha para o diabo, Os gigantes de Tessália (I giganti della Tessaglia), Corregidor o inferno vinte anos depois (Fortress of the Dead), Uma aventura na África (The african queen), A perseguição de D.B. Cooper (The Pursuit of D.B. Cooper), Judy a adolescente perdida (Eighteen and anxious), O Milagre de Annie Sullivan (The Miracle Worker), As batalhas do chefe Pontiac (Battles of chief Pontiac), Sartana (Sartana, pray for your death), Cem mil dólares ou a morte (The Doomsday Flight), 83 horas de desespero (The longest night), Oferece-se um pistoleiro (A man called Cannon), Projeto Questor (The Questor Tapes), Ana dos mil dias (Anne of the thousand days), Privilégio (Privilege), Trinity e Carambola (Carambola fiotto tutti in bocca), Duelo de bravos (A gunfight), O gladiador invencível (Il gladiatore invencibile), Dois panacas do Oeste (Per un pugno nell'occhio), O colosso da arena (Maciste, il gladiatore più forte del mondo), Operação Yakuza (The Yakuza), A revolta dos bárbaros (Revolt of barbarians), A invasão do centro da Terra (Invasion from inner earth), Horário de visita (Visiting hours), Assassino dos mares (Tintorera), No domínio da violência (Rampage of evil), O enigma do mal (The entity), A longa viagem de volta (the long journey back), Prefeito de ferro (Il prefetto di ferro), Os guerrilheiros do sertão (The bushwackers), Pacto de terror (Covenant), Os quatro do apocalipse (The four of the apocalypse), Sedução (A case of rape), Django (Django), O toque de Satã (The touch of Satan), A grande batalha (The biggest battle), Beau Geste (Beau Geste).

A emissora se notabilizava pela exibição de filmes de Tarzan, épicos italianos e faroeste, todos também veiculados simultaneamente pelo SBT ou anteriormente pela Record.

Desenhos e séries[editar | editar código-fonte]

O canal veiculou às tardes um grande número de desenhos animados que vinham dos acervos do SBT e da Record, por exemplo: Gênio Maluco, Rei Arthur, Beany e Cecil, Missão Mágica, Tartaruga Biruta, Roger Ranjet, Os dois caretas, Angel a Menina das Flores e Fábulas da Floresta Verde.

Também fizeram parte da programação dessa emissora vários seriados, tais quais: Carro Comando, O Regresso de Ultraman, Bellamy, Os Batutinhas, que na emissora era exibido com o título de Os Garotinhos, Show da Lucy, O Samurai Fugitivo, Dupla Genial, Cisco Kid, Cachorro Lobo, Shane, Atrás das Grades e o incansavelmente reprisado Férias no Acampamento, documentário que mostrava o dia a dia de um grupo de jovens acampados. A série As Prisioneiras não foi exibida até o último episódio, o que gerou protestos por parte dos telespectadores.

A emissora também transmitiu os documentários Aventura aos Quatro Ventos e O mundo é pequeno.

Referências

  1. Duarte, Luiz Guilherme (1996). É pagar para ver: A TV por assinatura em foco. São Paulo, Brasil: Summus Editorial. p. 146–147. ISBN 85-323-0555-5 
  2. «Rede de TV patrocina overdose musical». Trip. 4 (19). 81 páginas. Outubro de 1990. ISSN 1414-350X 
  3. Melo, C.A.F (2000). Chaia, M.W.; Chaia, V.L.M, ed. Mídia e política. Perdizes, SP: Editora Educ; NEAMP. p. 106. ISBN 9788528302097 

Fontes úteis[editar | editar código-fonte]