TV Nativa (Pelotas)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde julho de 2013). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
TOP TV Pelotas
png
R. 15 de Novembro, 607, 10º andar
Cidade de concessão Pelotas, RS
Outros canais Pelotas - Canal 18 UHF Net 10 e Via Cabo 19
Bagé - Canal 21 UHF NET 07
Rio Grande - Canal 22 UHF
São Lourenço do Sul - Canal 08 VHF
Canguçu - Canal 31 UHF
Camaquã - Canal 19 UHF
Jaguarão - Canal 07 VHF
Pedro Osório - Canal 36 UHF
Cerrito - Canal 36 UHF
Pinheiro Machado - Canal 19 UHF
Piratini - Canal 26 UHF
Candiota - Canal 10 e 12 VHF
Pedras Altas - Canal 13 VHF
Cassino - Canal 05 VHF
São José do Norte - Canal 22 UHF
Herval - Canal 09 VHF
Capão do Leão - Canal 18 UHF
Morro Redondo - Canal 08 VHF
Arroio Grande - Canal 15 UHF
Slogan Voce Em Primeiro Lugar!
Rede Top TV
Rede(s) anterior(es) SBT (2004-2008)
Record News (2008)
Rede Record (2008-2013)
Proprietário Cláudio Omar Haubmann
Fundação 9 de novembro de 2004 (12 anos)
Prefixo ZYB 636
Cobertura Região Sul do Rio Grande do Sul
Potência 1 kW

A TOP TV Pelotas (anteriormente como TV Nativa) é uma emissora de televisão brasileira com sede em Pelotas, RS, com sucursais em Bagé e em Rio Grande. Retransmite a programação da Top TV para a região sul do estado do Rio Grande do Sul, além de gerar programas locais. Opera no canal 18 UHF de Pelotas.

História[editar | editar código-fonte]

Estúdio do Nativa Esportes

A TV Nativa de Pelotas entrou no ar em 9 de novembro de 2004 como afiliada ao SBT[1], retransmitindo o sinal do SBT Porto Alegre, que contava com o telejornal local SBT Rio Grande. Em 7 de março de 2005, a emissora estreou seu primeiro programa local: o Nativa Esportes[2].

Mudança temporária para a Record News[editar | editar código-fonte]

À 0h do dia 1º de junho de 2008 a TV Nativa desfiliou-se do SBT e passou a transmitir temporariamente o sinal da Record News para a sua área de abrangência[3].

Afiliação com a Rede Record[editar | editar código-fonte]

Depois de uma divergência entre os diretores da Rede Pampa e os executivos do Grupo Record, causada pelo uso de retransmissoras sem autorização e por irregularidades nas cláusulas do contrato que mudavam o nome da TV Pampa para TV Record, as emissoras gaúchas voltaram a utilizar a nomenclatura original. Com isso, no dia 14 de julho de 2008, a TV Nativa tornou-se afiliada à Rede Record, após o encerramento do contrato com a TV Pampa Sul[4].

Outro motivo para a mudança é que a TV Nativa possui mais retransmissoras que a TV Pampa Sul. Enquanto esta possui apenas quatro retransmissoras, a TV Nativa possui quatorze[4].

No fim de 2010 lançou o Jornal da Campanha aos domingos, mostrando exclusivamente notícias sobre Bagé e região.

No dia 2 de maio de 2011 o Nativa Esportes e o Jornal da Nativa deixaram de ser exibidos. No lugar de tais programas, foi lançado o Nativa 12 Horas, seguido, às 12h45min pelo Jornal da Campanha, para rivalizar com o Jornal do Almoço, da concorrente RBS TV Pelotas.

Afiliação com a Top TV[editar | editar código-fonte]

Em 6 de maio de 2013 a emissora teria pedido a sua desfiliação da Rede Record na qual é afiliada desde 2008. Com isso, a emissora mais cotada para tomar o seu lugar seria a Mix TV, pois essa daria toda a liberdade para a Nativa realizar suas produções locais além da retransmissão da programação do canal jovem.[5] Na verdade, desde que surgiu a informação de que a TV Nativa iria se desfiliar da Rede Record, não faltaram emissoras dispostas a ocupar espaço na grade da emissora. Em 28 de junho de 2013, a TV Nativa fechou acordo com a Top TV, emissora da Rede Mundial de Comunicações, de São Paulo, que exibe clipes musicais e tem sinal aberto em alguns lugares do Brasil. A parceria da emissora pelotense com o canal de Edir Macedo se encerraria às 00:00 do dia 30 de junho,[6] mas, como ela deixou terminar a programação de sua antiga retransmissora, mais precisamente a troca de sinal ocorreu às 01:10 do dia 1 de julho.

Desativação do jornalismo em Pelotas[editar | editar código-fonte]

Em 12 de fevereiro de 2014, foi ao ar a última edição do Nativa 12 horas, e assim o departamento de telejornalismo da TV Nativa em Pelotas foi desativado. O programete Nativa Notícias, que era veiculado de hora em hora também saiu do ar. Segundo o diretor da emissora pelotense, Cláudio Omar Haubmann, tal decisão teve que ser tomada devido a falta de apoio por parte do empresariado local e do poder público. Após a desfiliação do canal de Edir Macedo, em 1º de julho de 2013, a emissora havia anunciado um pacote de novidades, porém o projeto não teve continuidade.

Mesmo com uma programação essencialmente musical, já que a Top TV exibe somente clipes musicais e programetes jornalísticos, a grade da TV Nativa ainda conta com atrações locais. O diário Jornal da Campanha, produzido diretamente de Bagé, continua no ar. Os programas semanais Boa Companhia, Conexão, Saber Mais e Terra Sul também continuam sendo veiculados.[7]

Retorno do jornalismo e a Mudança de Nome do Canal

Desde de junho de 2015 a TV Nativa retornou a exibir o Nativa 12 horas, Nativa esportes e Zona Sul em destaque.A partir do dia 3 de Setembro de 2017,passa a ser o nome de ''TOP TV Pelotas'' com as estreias dos programas Mesa de Bar(exebiçao no canal comunitario TVC) e de esportes Salve Galera! com Vanderlei Leivas.

Programação local[editar | editar código-fonte]

Como TV Nativa:

  • Jornal da Campanha
  • Nativa 12 Horas
  • Canguçu na TV
  • Terra Sul
  • Zona Sul em destaque

Como Top TV Pelotas:

  • Salve Galera! Com Vanderlei Leivas
  • Programa Mesa de Bar(exebido pela TV fechada, TVC Pelotas)

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre TV Nativa (Pelotas)