RecordTV Litoral/Vale

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde dezembro de 2016). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
RecordTV Litoral/Vale
TV Mar Ltda.
Santos, São Paulo
Brasil
Tipo Empresa privada
Canais
08 VHF analógico
33 UHF e 8.1 Virtual digital
Outros canais 17 e 516 HD (NET)
Lista de retransmissoras
Sede Bandeira Santos SaoPaulo Brasil.svg Santos, SP
Avenida Dona Ana Costa, 123 - Vila Mathias
MAPA
Slogan Reinventar é a nossa marca
Rede RecordTV
Rede(s) anterior(es) Rede Manchete (1992-1999)
Fundador Gastone Righi
Pertence a Grupo Record
Proprietário Edir Macedo
Antigo proprietário Gastone Righi (1992-2004)
Administração Adriano Freitas
Presidente Luiz Cláudio Costa
Fundação 1992 (25 anos)
CNPJ 57.728.743/0001-08
Prefixo ZYB 894
Nome(s) anteriore(s) TV Mar (1992-2008)
TV Record Litoral/Vale do Paraíba (2008-2016)
Cobertura Baixada Santista, Vale do Ribeira e Vale do Paraíba
Coord. do transmissor 23° 57' 35.9" S 46° 21' 10.1" O
Potência 1,8 kW
Página oficial recordtvlitoral.com.br

RecordTV Litoral/Vale é uma emissora de televisão brasileira sediada em Santos, cidade do estado de São Paulo. Opera no canais 8 VHF e 33 UHF digital, e é uma emissora própria da RecordTV. Seus estúdios estão no bairro Vila Mathias, e sua antena de transmissão está no alto do Morro Santa Teresinha.

História[editar | editar código-fonte]

TV Mar (1992-2004)[editar | editar código-fonte]

Logotipo da emissora em sua fase como TV Mar

A TV Mar foi fundada em 1992 pelo político Gastone Righi, como afiliada da extinta Rede Manchete, através do canal 8 VHF, que anteriormente era ocupado por uma retransmissora da TV Globo São Paulo. Nesta época, notabilizou-se com uma programação regional que lançou vários nomes ao estrelato, bem como reunia outros de grande sucesso, como Hélio Ansaldo e Ferreira Netto.

Em 1998, a emissora começa a sentir o desgaste na programação da Rede Manchete, que já estava em sua maioria arrendada para infomerciais e programas religiosos. Nesta época, chegou a transmitir programas da TV Senac junto a programação local e durante os cortes impostos pela Embratel no sinal de satélite. Com a extinção da Manchete em 1999, a emissora chegou a acompanhar a fase transitória da rede (TV!), porém, acabou assinando contrato com a Rede Record. Por um curto período de tempo, seu sinal chegou a ser espelhado na antiga retransmissora da rede no canal 6 VHF, que foi desativada no mesmo ano.

Emissora própria da Record (desde 2004)[editar | editar código-fonte]

Em 2004, Gastone Righi se desfaz dos seus negócios em comunicação e vende a TV Mar para a Central Record de Comunicação, tornando-se uma emissora própria da Rede Record. A emissora passa por grandes reformulações, bem com a adoção dos padrões jornalísticos da rede. Em 2008, a emissora abandona sua antiga nomenclatura e passa a se chamar TV Record Litoral, finalizando o processo de transição iniciado em 2004.

Em 2009, a emissora assume as retransmissoras da TV Record São Paulo na região do Vale do Paraíba e expande a sua área de cobertura, que também já cobria o Litoral Norte e toda a Baixada Santista. Com isso, passa a adotar o nome de TV Record Litoral/Vale do Paraíba, e amplia seu foco jornalístico na região.

Em 25 de julho de 2016, a emissora se muda dos seus antigos estúdios no Bulevar Shopping em Gonzaga para uma nova sede no bairro da Vila Mathias, e os programas da emissora ganham novos cenários. Em 23 de agosto, a nova sede da emissora é oficialmente inaugurada, com a presença de personalidades da Record e diretores do canal.[1] Em 24 de novembro, com a reformulação da marca da rede, a emissora passa a se chamar RecordTV Litoral/Vale.

Sinal digital[editar | editar código-fonte]

Canal virtual Canal digital Proporção de tela Programação
8.1 33 UHF 1080i Programação principal da RecordTV Litoral/Vale / RecordTV

A emissora iniciou suas transmissões digitais em 2 de fevereiro de 2015, através do canal 33 UHF para Santos e região. No Vale do Paraíba, o sinal digital foi implantado em São José dos Campos em março do mesmo ano. Em dezembro, toda a sua programação local passou a ser transmitida em alta definição. De acordo com o cronograma oficial, a transmissão analógica da emissora será encerrada na Baixada Santista, Vale do Paraíba e Litoral Norte no dia 27 de setembro de 2017.

Programação[editar | editar código-fonte]

Além de retransmitir a programação nacional da RecordTV, a emissora produz os seguintes programas:

Retransmitidos da RecordTV São Paulo

Diversos outros programas compuseram a grade da emissora e foram descontinuados:

  • Baixada em Construção
  • Consultório Médico
  • Esporte Record
  • Essencial
  • Hora do Pescador
  • Ilha Porchat na TV
  • Jornal da Orla Imóveis
  • Jornal da Orla na TV
  • Litoral Record
  • Mar em Manchete
  • Mar Games
  • Mar Shopping Show
  • Noticias em Debate
  • Opinião
  • Periscópio
  • Programa Pedro Alcântara
  • Programa VIP
  • Rede Comex
  • Show da Saúde
  • Tudo a Ver Litoral

Jornalismo[editar | editar código-fonte]

A emissora iniciou a produção de programação local em 1993, e nesta época o jornalismo era composto principalmente pelo telejornal Mar Em Manchete, que seguia o padrão jornalístico da rede, e pela revista eletrônica Periscópio. Este último era apresentado por Sérgio Willians e Rubeni Carpanedo, tinha a produção terceirizada pela Flip Vídeo, pertencente ao também jornalista Wanderley Camargo, e lançou à televisão nomes como André Argolo, Eduardo Barazal, Melissa Paiva, Rosana Vale e Paula Quagliato.

Em 1995, entrou no ar o Opinião, um programa de debates que era apresentado por Hélio Ansaldo, um dos pioneiros na televisão brasileira. Com o seu falecimento, o jornal passou a ser apresentado por Paulo Schiff. Também passaram pelo jornal nomes como Ferreira Netto, Francisco La Scala Júnior, Edgard Boturão, entre outros. Outros jornalísticos inspirados no programa vieram depois, como o Notícias em Debate.

Em 2006, seguindo a padronização da Record, a emissora estreou o Litoral Record, que substituiu o antigo Mar em Manchete (que manteve esse nome mesmo após a extinção da Rede Manchete), sendo apresentado por Carlos Lopez. Nesta época, também foi destaque o Esporte Record, apresentado por Carina Paiva. Em 2008, o Litoral Record passa a se chamar SP Record, e passa a ser apresentado também por Vanesca Leite. Atualmente, o telejornal é ancorado por Thaís Margarido.

Também em 2008, a Record Litoral estreou sua versão local do Balanço Geral, apresentada por Douglas Gonçalves e atualmente comandada por Willian Leite. Com a expansão da área de cobertura da emissora, foi criada uma edição própria para o Vale do Paraíba e Litoral Norte, apresentada por Sérgio Cursino. Em 2016, Sérgio é contratado pela RedeTV! e o jornalístico passa a ser comandado por Alexandre Furtado.

Entretenimento[editar | editar código-fonte]

Com o início da programação local em 1993, a emissora produziu vários programas locais, alguns em parceria com produtoras independentes. Foram destaques nesta época os programas Mar Games, Mar Shopping Show, Consultório Médico e Programa VIP.

Em 1997, passou a transmitir o programa Ilha Porchat na TV, apresentado por Odárcio Ducci. O programa de auditório havia sido exibido anteriormente na TV Brasil, e foi por muitos anos o único do gênero na região.

Com a compra pela Record em 2004, a programação local foi sendo drasticamente reduzida, tendo destaque apenas a parte jornalística. Um dos destaques na época foi o Tudo a Ver Litoral, que era um bloco local do programa exibido nacionalmente, e era apresentado por Paula Papareli, ficando no ar entre 2007 e 2008. Outros programas feitos por produtoras independentes também eram exibidos pela emissora, como Rede Comex, apresentado por Suzana Scheibel; Jornal da Orla Imóveis, apresentado por Teca Camargo; Jornal da Orla na TV, apresentado por Edison Carpentieri, entre outros. Atualmente, a emissora não produz programas de entretenimento.

Retransmissoras[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Inauguração Nova Sede Record Litoral». Emissoras Record. 26-08-2016, atualizado em 06-09-2016. Consultado em 31-12-2016 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.