TV Tribuna (Recife)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
TV Tribuna
Nassau Editora Rádio e TV Ltda.
Olinda / Recife, Pernambuco
Brasil
Tipo Comercial
Cidade de concessão Bandeira de Recife.svg Recife, PE
Canais Digital: 20 UHF
Virtual: 4 PSIP
Outros canais 4 / 504 HD (Claro TV)
519 HD (Vivo TV)
Ver mais
Analógico:
4 VHF (1991-2017)
Sede Bandeira de Olinda.png Olinda, PE
Slogan O canal da gente!
Rede Rede Bandeirantes
Rede(s) anterior(es) Rede Record (1998-2012)
Fundador(es) João Santos
Pertence a Rede Tribuna
Proprietário(s) Fernando Santos
Antigo(s) proprietário(s) João Santos (1991-2009)
Presidente Fernando Santos
Fundação 15 de novembro de 1991 (28 anos)
Prefixo ZYB 303
Emissora(s) irmã(s) Tribuna FM
Cobertura 70% do estado de Pernambuco
Coord. do transmissor 7° 59' 35.5" S 34° 52' 14.5" O
Potência 9 kW
Agência reguladora ANATEL
Informação de licença
CDB
PDF

TV Tribuna é uma emissora de televisão brasileira sediada em Olinda, porém concessionada em Recife, respectivamente cidade e capital do estado de Pernambuco. Opera no canal 4 (20 UHF digital), e é afiliada à Rede Bandeirantes. Pertence ao Grupo João Santos e também possui a rádio Tribuna FM.

História[editar | editar código-fonte]

A TV Tribuna entrou no ar em 15 de novembro de 1991, sendo afiliada à Rede Bandeirantes. No entanto, as obras de sua futurística torre no bairro Sapucaia iniciara-se ainda nos anos 80 e tem autoria do arquiteto Fernando Guerra. A torre possui 74,0 metros de altura, 60,0 metros de altitude somando-se ao todo 134,0 metros acima da linha do mar. Em seu topo, funcionou durante a década de 90 um luxuoso restaurante, o L’Étoile (A Estrela - em francês), possuindo magnífica visão panorâmica das cidades de Recife, Olinda e Paulista.

Em 1º de novembro de 1998, a emissora passou a ser afiliada à Rede Record, justamente no terceiro dia do Recifolia e assim ficou até o dia 8 de janeiro de 2012. Devido a atritos com a Record, esta descontinuou o contrato com a emissora, e em 9 de janeiro de 2012 a TV Tribuna retornou para a Rede Bandeirantes.[1][2]

Sinal digital[editar | editar código-fonte]

Canal virtual Canal digital Resolução de tela Programação
4.1 20 UHF 1080i Programação principal da TV Tribuna / Band

Começou a transmitir seu sinal digital em Recife em 6 de janeiro de 2012, através do canal 20 UHF. A emissora transmite apenas a programação da Band em alta definição, enquanto seus programas locais continuam sendo exibidos em SD.

Transição para o sinal digital

Com base no decreto federal de transição das emissoras de TV brasileiras do sinal analógico para o digital, a TV Tribuna, bem como as outras emissoras do Recife, cessou suas transmissões de televisão analógica em 26 de julho de 2017, seguindo o cronograma oficial da ANATEL.[3] O sinal de TV analógico da emissora foi interrompido às 23h59, durante a exibição do Cine Band, sendo substituído por um slide do MCTIC sobre o desligamento.

Programas[editar | editar código-fonte]

Além de retransmitir a programação nacional da Band, a TV Tribuna produz e exibe os seguintes programas:

Diversos outros programas compuseram a grade da emissora e foram descontinuados:

  • Almoço de Estrelas
  • Bom Dia Vida
  • Caminhos da Pesca
  • Cardinot na Tribuna
  • Cotidiano
  • Desafio Esportivo
  • Jota Ferreira na Tribuna
  • Mercado Imobiliário
  • O Melhor no Nordeste
  • PE Urgente
  • Pra Você Mulher
  • Sempre Kita
  • Tá na Rede
  • Toni Almeida na Tribuna
  • Torcida
  • Tribuna Show
  • Vitrine

Retransmissoras[editar | editar código-fonte]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Prêmio Vladimir Herzog
Ano Categoria Obra Autor Resultado Ref.
2012 Menção Honrosa por Reportagem de TV "Liberdade aprisionada" Eliana Victório Venceu [4]

Referências

  1. Redação NaTelinha (10 de novembro de 2011). «Confirmado: Record e Band trocarão de afiliadas em Pernambuco». NaTelinha. Consultado em 10 de novembro de 2011. Arquivado do original em 1 de janeiro de 2012 
  2. Redação do DIARIODEPERNAMBUCO.COM.BR (18 de dezembro de 2011). «TV Clube começa a transmitir Record em janeiro». NaTelinha. Consultado em 19 de dezembro de 2011 [ligação inativa]
  3. Higa, Paulo (15 de fevereiro de 2016). «Quando a TV analógica será desligada na sua cidade». Tecnoblog. Consultado em 27 de julho de 2016 
  4. «Definidos os vencedores do Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos». ABRAJI. 10 de outubro de 2012. Consultado em 2 de abril de 2020. Cópia arquivada em 2 de abril de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre televisão no Brasil é um esboço relacionado ao projeto entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.