TV Tribuna (Recife)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Este artigo ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde novembro de 2011). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
TV Tribuna
Nassau Editora Rádio e TV Ltda.
Olinda / Recife, Pernambuco
Brasil
Tipo Comercial
Cidade de concessão Bandeira de Recife.svg Recife, PE
Canais Digital: 20 UHF
Virtual: 4 PSIP
Outros canais Ver mais
Analógico:
04 VHF (1991-2017)
Sede Bandeira de Olinda.png Olinda, PE
Avenida Senador Nilo de Souza Coelho, S/N - Ouro Preto
MAPA
Slogan O canal da gente!
Rede Rede Bandeirantes
Rede(s) anterior(es) Rede Record (1998-2012)

Rede Bandeirantes (1991-1998)

Fundador João Santos
Pertence a Rede Tribuna
Proprietário Fernando Santos
Antigo proprietário João Santos (1991-2009)
Presidente Fernando Santos
Fundação 15 de novembro de 1991 (27 anos)
Prefixo ZYB 303
Emissoras irmãs Tribuna FM
Cobertura 70% do estado de Pernambuco
Coord. do transmissor 7° 59' 35.5" S 34° 52' 14.5" O
Potência 10,0 kW
Página oficial tvtribunape.com.br

TV Tribuna é uma emissora de televisão brasileira sediada em Olinda, porém concessionada em Recife, cidade e capital do estado de Pernambuco. Opera no canal 4 (20 UHF digital), e é afiliada à Rede Bandeirantes. Pertence a Grupo João Santos e também possui a Rádio Tribuna FM. Suas instalações e sua antena de transmissão estão localizadas no bairro de Sapucaia em Olinda, PE.

História[editar | editar código-fonte]

A TV Tribuna entrou no ar em, sendo afiliada à Rede Bandeirantes em 15 de novembro de 1991. No entanto, as obras de sua futurística torre iniciara-se ainda nos anos 80 e tem autoria do arquiteto Fernando Guerra. A torre possui 74,0 metros de altura, 60,0 metros de altitude somando-se ao todo 134,0 metros acima da linha do mar. O seu formato, visto de cima faz uma alusão ao olho da logomarca da Rede Bandeirantes São Paulo, porém é pura e mera coincidência. Em seu topo, funcionou durante a década de 90 um luxuoso restaurante, o L’Étoile (A Estrela - em francês), possuindo magnífica visão panorâmica das cidades de Recife, Olinda e Paulista. Em 1º de novembro de 1998, a emissora passou a ser afiliada à Rede Record, justamente no terceiro dia do Recifolia (Carnaval fora de época) e assim ficou até o dia 8 de janeiro de 2012.

Devido a mudanças com a Rede Record, esta descontinuou o contrato com a Tribuna e no dia 9 de janeiro de 2012 a emissora retornando assim para a Band.[1][2] até hoje.

Mesmo com a transmissão em 1080p, a programação ainda é exibida em SD pois não se sabe (até agora) quando a filial pernambucana irá se adaptar para o formato HDTV.

Sinal digital[editar | editar código-fonte]

Canal virtual Canal digital Resolução de tela Programação
4.1 20 UHF 1080i (Sinal/Rede) 480i (Sinal/Local) Programação principal da TV Tribuna / Band

Começou a transmitir seu sinal digital em Recife em 6 de janeiro de 2012, com o transmissor de 2kW através do canal 20 UHF.

Neste mesmo ano, a emissora investiu ainda em nova tecnologia adquirindo e instalando um novo transmissor de TV Digital de 10,0 kW, proporcionando assim a melhor cobertura de sinal de TVD da região.

Transição para o sinal digital

Com base no decreto federal de transição das emissoras de TV brasileiras do sinal analógico para o digital, a TV Tribuna, bem como as outras emissoras do Recife, cessou suas transmissões de televisão analógica em 26 de julho de 2017, seguindo o cronograma oficial da ANATEL.[3] O sinal de TV analógico da emissora foi interrompido às 23h 59m 59s durante a exibição do Cine Band, sendo substituído por uma tarja obrigatória do MCTIC informando sobre o fim das transmissões analógicas na Região Metropolitana do Recife.

Programação[editar | editar código-fonte]

Atuais[editar | editar código-fonte]

Além de retransmitir a programação nacional da Rede Bandeirantes, a TV Tribuna produz e exibe os seguintes programas:

  • Jogo Aberto Pernambuco: Jornalístico esportivo, com Aderval Barros;
  • Ronda Geral: Jornalístico policial, com Moab Augusto;
  • Brasil Urgente Pernambuco: Jornalístico policial, com Arthur Tigre;
  • Jornal da Tribuna: Telejornal, com Eliane Nóbrega;
  • Ponto de Vista: Entrevistas, com Eliana Victório;
  • O Melhor no Nordeste: Variedades, com Rhaldney Santos;
  • João Alberto Informal: Talk show, com João Alberto;
  • Auto Motor: Programa automotivo, com Jorge Moraes;

Extintos[editar | editar código-fonte]

  • Cotidiano: Jornalístico, com Flávio Barra e Isly Viana (1991 a 2012);
  • Tá na Rede Jornalístico esportivo, com Léo Medrado (2010 a 2014 – Atualmente na TV Nova Nordeste);
  • PE Urgente Jornalístico policial, com Thiago Raposo (2012);
  • Cardinot na Tribuna
  • Jota Ferreira na Tribuna
  • Vitrine: Variedades, com Júlia de Castro;
  • Tribuna Show: Entretenimento, com Arthur Tigre (2016 a 2019);

Retransmissoras[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Redação NaTelinha (10 de novembro de 2011). «Confirmado: Record e Band trocarão de afiliadas em Pernambuco». NaTelinha. Consultado em 10 de novembro de 2011 
  2. Redação do DIARIODEPERNAMBUCO.COM.BR (18 de dezembro de 2011). «TV Clube começa a transmitir Record em janeiro». NaTelinha. Consultado em 19 de dezembro de 2011 
  3. Higa, Paulo (15 de fevereiro de 2016). «Quando a TV analógica será desligada na sua cidade». Tecnoblog. Consultado em 27 de julho de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.