TV União Rio Branco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde janeiro de 2017). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
TV União Rio Branco
Rede União de Rádio e Televisão Ltda.
Rio Branco, Acre
Brasil
Tipo Comercial
Canais
  • 19 UHF analógico
  • 18 UHF digital (6.1 virtual)
Outros canais
Sede Rio Branco, AC
Rua Alberto Assad, 166 - Loteamento São José
Rede Rede União
Rede(s) anterior(es) Band (1988-2000)
Fundador José Alberto Pinto Bardawill
Pertence a Rede União de Rádio e Televisão
Proprietário Família Bardawil
Fundação agosto de 1988 (29 anos)
Emissoras irmãs Rádio União FM
Cobertura Rio Branco e áreas próximas
Potência 2000 kW
Página oficial www.redeuniao.com.br

TV União Rio Branco é uma emissora de televisão brasileira sediada em Rio Branco, capital do estado do Acre. Opera nos canais 19 UHF e 18 UHF digital e é uma emissora própria da TV União. Até 2000, foi afiliada à Rede Bandeirantes, além de retransmitir a TV Cultura pelo canal 13 VHF por um período.

História[editar | editar código-fonte]

A emissora foi inaugurada em agosto de 1988 pelo bancário e empresário cearense José Alberto Bardawil. Na época, operava no canal 13 VHF e retransmitia o sinal da Rede Bandeirantes. Em 1990, a TV União já contava com sete retransmissoras implantadas nos principais municípios além da capital, nas quais só a TV Acre tinha, até então.[1]

Durante a década de 1990, a emissora concorreu com a TV Acre, chegando a ser vice-líder de audiência no estado, ficando na frente de emissoras como TV Gazeta (afiliada à Rede Manchete) e TV Rio Branco (afiliada ao SBT).

Em novembro de 2000, a emissora deixa de retransmitir parte da programação da Band de segunda à sexta, trocando-os pela programação local, de gênero exclusivamente jovem.[2] Em dezembro, a emissora ganha uma sucursal em Fortaleza, no Ceará. Já no dia 4 de maio de 2001, a matriz é transferida, em definitivo, para a capital cearense. Em 2002, a emissora pede no Ministério das Comunicações retransmissoras fora do Acre.

Retransmissoras[editar | editar código-fonte]

  • Brasileia - 7 VHF analógico / 39 UHF digital (em implantação)
  • Feijó - 11 VHF analógico / 39 UHF digital (em implantação)
  • Plácido de Castro - 39 UHF digital (em implantação)
  • Porto Acre - 13 VHF
  • Sena Madureira - 9 VHF analógico / 38 UHF digital (em implantação)
  • Senador Guiomard - 19 e 45 UHF digital / 38 UHF digital (em implantação)
  • Tarauacá - 38 UHF digital (em implantação)
  • Xapuri - 10 VHF analógico / 38 UHF digital (em implantação)

Sinal digital[editar | editar código-fonte]

Canal virtual Canal digital Proporção de tela Programação
6.1 18 UHF 1080i Programação principal da TV União Rio Branco / Rede União

A emissora iniciou suas transmissões digitais no dia 5 de setembro de 2017, através do canal 18 UHF.

Transição para o sinal digital

Com base no decreto federal de transição das emissoras de TV brasileiras do sinal analógico para o digital, a TV União Rio Branco, bem como as outras emissoras de Rio Branco, irá cessar suas transmissões pelo canal 19 UHF no dia 14 de agosto de 2018, seguindo o cronograma oficial da ANATEL.[3]

Referências

  1. Elvira Lobato (2 de janeiro de 1998). «Artistas disputam novas concessões de canais de TV». Folha de S.Paulo. Consultado em 5 de janeiro de 2017. 
  2. «Alberto Bardawil – De bancário a dono de televisão». O Estado CE. 16 de agosto de 2011. Consultado em 5 de janeiro de 2017. 
  3. Higa, Paulo (15 de fevereiro de 2016). «Quando a TV analógica será desligada na sua cidade». Tecnoblog. Consultado em 30 de janeiro de 2017. 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre emissoras da Rede União é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.