TV União Rio Branco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde janeiro de 2017).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
TV União Rio Branco
Rede União de Rádio e Televisão Ltda.
Rio Branco, Acre
Brasil
Tipo Empresa privada
Canais 19 UHF analógico
18 UHF (6.1 virtual) digital
Outros canais 17 (NET)
ver retransmissoras

Analógico:
13 VHF (1988-2002)

Sede Bandeira de Rio Branco.svg Rio Branco, AC
Rede União
Rede(s) anterior(es)
Fundador José Alberto Pinto Bardawill
Proprietário Família Bardawil
Fundação agosto de 1988 (29 anos)
Emissoras irmãs Rádio União
Cobertura Rio Branco e áreas próximas
Potência 2000 kW
Página oficial www.redeuniao.com.br

TV União Rio Branco é uma emissora de televisão brasileira sediada em Rio Branco, capital do estado do Acre. Opera no canal 19 UHF e é uma filial da Rede União e conta com a Rádio União. Até 2002, foi afiliada à Rede Bandeirantes, além de retransmitir a TV Cultura pelo canal 13 VHF por um período.

História[editar | editar código-fonte]

Criada pelo bancário e empresário cearense José Alberto Bardawil, a TV União entrou no ar em agosto de 1988, retransmitindo o sinal da Rede Bandeirantes pelo canal 13, num momento que fazer televisão num local tão isolado como era o Acre na década de 1980 foi um grande desafio. Em 1990, já tinha sete emissoras instaladas nos principais municípios além da capital, até então a TV Acre tinha o sinal aberto no estado através de várias retransmissoras.[1]

Durante a década de 1990, a emissora concorreu com a TV Acre, chegando a ser vice-líder na audiência no estado, porém tinha concorrentes no Rio Branco, as TVs Gazeta (Rede Manchete) e Rio Branco (SBT).

Em novembro de 2000, a emissora passa aos poucos substituir a programação da Rede Bandeirantes pela local, especialmente na tarde, noite madrugada e manhã, horários de segunda as sexta feiras. Nos sábados e domingos passa a ocupar maior parte da rede. Os programas locais eram de exclusivamente jovem.[2]

Em 2002, passa ter a programação exclusivamente local, ao deixar a Band depois de 14 anos como afiliada. No mesmo ano, a emissora pede no Ministério das Comunicações retransmissoras fora do Acre.

A visão de futuro da TV União, fez com que à emissora buscasse mais e efetivamente participasse dos processos de licitação de canais de Rádio e Televisão, que o Ministério das Comunicações realizava em todo o país. A TV União ganhou em vários estados e hoje o grupo que conta com emissoras no canal 17 UHF em Fortaleza, CE, e em Brasília, DF no canal 56 UHF, além de parceiros em outros estados no Brasil para retransmissão em canal aberto.

Retransmissoras[editar | editar código-fonte]

  • Brasiléia - 7 VHF e 39 UHF digital (em implantação)
  • Feijó - 11 VHF e 39 UHF digital (em implantação)
  • Plácido de Castro - 7 VHF e 39 UHF digital (em implantação)
  • Sena Madureira - 9 VHF e 38 UHF digital (em implantação)
  • Senador Guiomard - 6 VHF e 38 UHF digital (em implantação)
  • Tarauacá - 9 VHF e 38 UHF digital (em implantação)
  • Xapuri - 10 VHF e 38 UHF digital (em implantação)

Referências

  1. Elvira Lobato (2 de janeiro de 1998). «Artistas disputam novas concessões de canais de TV». Folha de S. Paulo. UOL. Consultado em 5 de janeiro de 2017 
  2. «Alberto Bardawil – De bancário a dono de televisão». O Estado. 16 de agosto de 2011. Consultado em 5 de janeiro de 2017 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre emissoras da Rede União é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.