TV Universo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
TV Universo
Fundação Universo
São Gonçalo / Niterói, Rio de Janeiro
Brasil
Tipo Privada
Cidade de concessão São Gonçalo, RJ
Canais Digital: 31 UHF
Virtual: 32 PSIP
Outros canais Analógico:
32 UHF (2006-2017)
Sede Niterói, RJ
Rua Marechal Deodoro, 247 - Centro
Slogan A modernidade ao seu alcance
Rede TV Cultura
Rede(s) anterior(es) TV Cultura (2006-2007)
SescTV (2007-2012)
Rede Mundial (2012-2014)
TV Mania (2014-2015)
Pertence a Fundação Universo
Proprietário Wellington Salgado de Oliveira[1]
Fundação 6 de maio de 2006 (12 anos)
CNPJ 04.027.046/0001-55
Prefixo ZYB 533
Nome(s) anteriore(s) TV Passaponte (2006-2017)
Emissoras irmãs Rádio Mania
Cobertura Partes da Região Metropolitana do Rio de Janeiro
Potência 1,8 kW

TV Universo é uma emissora de televisão brasileira sediada em Niterói, e com outorga em São Gonçalo, ambas cidades do estado do Rio de Janeiro. Opera no canal 32 (31 UHF digital) e é afiliada à TV Cultura. Pertence à Fundação Universo, que também mantém a Rádio Mania, além de ser proprietária da Universidade Salgado de Oliveira.

História[editar | editar código-fonte]

TV Passaponte (2006-2017)[editar | editar código-fonte]

Início e primeira afiliação com a TV Cultura (2006)

Na tarde de 6 de maio de 2006, entra no ar pelo canal 32 UHF de São Gonçalo, após dias de testes, a então TV Passaponte, retransmitindo a programação da TV Cultura.[2] Em 11 de junho de 2006, a emissora lançou seu logotipo, que consistia em um desenho da Ponte Rio-Niterói ao lado de uma esfera com os dizeres "TV", além de lançar o site oficial (www.passaponte.tv.br) na noite do mesmo dia.[3]

Afiliação com a SescTV (2007-2012)

Em 29 de junho de 2007, a TV Passaponte deixa de retransmitir a TV Cultura e passa a retransmitir a programação da SescTV.[4] Desde que o parou de produzir o Copa no Papo, ainda na fase da Cultura, a emissora não gerou mais programação local, se restringindo à retransmissão da rede.[5] Somente em 29 de julho de 2011, a emissora produziu uma transmissão ao vivo, durante o evento Niterói em Moda, realizado no Teatro Popular do Caminho Niemeyer. Na ocasião, a emissora contou com uma unidade móvel externa, sistema de vídeo e captação de áudio de imagens simultâneas de 4 câmeras, além de 10 profissionais. A emissora tinha como objetivo entrar, de forma fixa, com 2 programas ao vivo, na pretensão de aproveitar estudantes do curso de jornalismo da Universidade Salgado de Oliveira, porém o projeto não foi colocado em prática.

Afiliação com a Rede Mundial e retomada da produção local (2012-2015)

À meia-noite de 16 de junho de 2012, a TV Passaponte deixa de retransmitir a SescTV e passa a retransmitir a programação da Rede Mundial, emissora que transmite os cultos da Igreja Mundial do Poder de Deus. Em maio do ano seguinte, volta a produzir três novos programas na grade.

Fim da afiliação com a Rede Mundial e retransmissão da TV Mania (2014-2015)

Em 3 de dezembro de 2014, a TV Passaponte rompe sua afiliação com a Rede Mundial. No mesmo dia, passa a retransmitir a TV Mania, que exibe os programas da Rádio Mania ao vivo do estúdio.

Em fevereiro de 2015, devido às fortes chuvas que ocorreram na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, a emissora teve suas antenas transmissoras danificadas, fazendo com que ficasse fora do ar por poucos dias. O problema foi resolvido rapidamente, ainda na mesma semana do ocorrido.[6]

Segunda afiliação com a TV Cultura (2015)

Em 19 de julho de 2015, após 8 anos, a TV Passaponte volta a ser afiliada à TV Cultura.[7] Em outubro, um transmissor da TV Passaponte para de funcionar novamente, deixando a emissora fora do ar por um longo período até o restabelecimento do sinal. Depois de um tempo,[quando?] a emissora encerra a produção de sua programação local, se tornando, novamente, uma mera retransmissora de rede. Já em março de 2016, a emissora tem um problema técnico, desta vez, por motivos desconhecidos, fazendo com que exibisse apenas uma tela vermelha, sem emitir áudio.[8] O problema também foi resolvido dias depois. E em 16 de maio de 2017, a TV Passaponte, juntamente com algumas outras emissoras da região, sofre uma espécie de apagão a partir do parque de transmissores do Morro do Sumaré. O sinal foi restabelecido por volta das 22h40, sendo que outras três emissoras (TV Aparecida, TV Brasil e NGT) ainda não tinham voltado ao ar.[9]

TV Universo (desde 2017)[editar | editar código-fonte]

Em 9 de outubro de 2017, a TV Passaponte muda seu nome para TV Universo, com a pretensão de reativar a produção de programação local e lançar o sinal digital. Ambos os planos foram adiante e foram concretizados.

Programação local[editar | editar código-fonte]

Em toda sua existência, as tentativas de exibir programação local da emissora sempre foram interrompidas. Em 13 de junho de 2006, um mês após sua inauguração, a então TV Passaponte exibe o primeiro programa local, Copa no Papo, que consistia em debater assuntos sobre a Copa do Mundo na Alemanha. Com o fim do evento, o programa, consequentemente, sai do ar. Em maio de 2013, a emissora investe em novos programas, estreando o jornalístico Passaponte Notícias (exibido à meia-noite, com reprises às 6h00 e às 14h00), o policialesco Chumbo Grosso e o programa de moda e variedades, Dicas Valiosas. Porém, todos saem do ar quando a emissora se afilia à TV Cultura novamente, em 2015.

Com a pretensão de retomar a produção da programação local, a já reformulada TV Universo passa a exibir, a partir de 19 de novembro de 2017, o programa TV Mania, mostrando os bastidores e as participações de cantores no estúdio da Rádio Mania. É transmitido aos domingos, ao meio-dia, com reprise aos sábados, às 19h30. Em fevereiro de 2018, a emissora estreia o Boletim TV Universo, que mostra um resumo das principais notícias do dia. Entre 18 de junho e 17 de julho, a emissora exibiu uma nova versão do Copa no Papo após doze anos da exibição original do programa, que voltou com o mesmo objetivo, debatendo assuntos relacionados à Copa do Mundo na Rússia, sendo exibido um dia após cada jogo da Seleção Brasileira, às 20 horas.

Sinal digital[editar | editar código-fonte]

Canal virtual Canal digital Resolução de tela Programação
32.1 31 UHF 1080i Programação principal da TV Universo / TV Cultura

A emissora entrou em operações pelo sinal digital em 18 de outubro de 2017, nove dias depois de ter mudado sua identificação.

Transição para o sinal digital

Com base no decreto federal de transição das emissoras de TV brasileiras do sinal analógico para o digital, a TV Universo, bem como as outras emissoras da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, cessou suas transmissões pelo canal 32 UHF em 22 de novembro de 2017, seguindo o cronograma oficial da ANATEL.

Referências

  1. Leonardo Ivo (11 de setembro de 2010). «Sobre a TV Tupi da CBS/Mundial parte 2». RioTV News 
  2. Alexander Sabino (6 de maio de 2006). «Entra no ar a TV Passaponte» (html). RioTV News. Consultado em 19 de junho de 2018. Cópia arquivada em 17 de outubro de 2017 
  3. Alexander Sabino (11 de junho de 2006). «TV Passaponte ganha logomarca, site e um programa regional» (html). RioTV News. Consultado em 19 de junho de 2018. Cópia arquivada em 14 de dezembro de 2017 
  4. Alexander Sabino (1 de julho de 2007). «TV Passaponte agora é afiliada da SescTV» (html). RioTV News. Consultado em 19 de junho de 2018. Cópia arquivada em 17 de outubro de 2017 
  5. «O dilema das pequenas emissoras de Tv e retransmissoras do Rio e no Brasil». Fatos Gerais. 30 de setembro de 2010 
  6. Lorran Matheu (16 de março de 2014). «Especial: Historia Da TV Passaponte». infoTV.RJ. Consultado em 13 de dezembro de 2017 
  7. Lorran Matheu (19 de julho de 2015). «TV Passaponte é oficialmente a nova afiliada da TV Cultura no RJ.». infoTV.RJ. Consultado em 13 de dezembro de 2017 
  8. Nilo Carvalho (6 de março de 2016). «TV Passaponte na tela vermelha». infoTV.RJ. Consultado em 13 de dezembro de 2017 
  9. Lorran Matheu (16 de maio de 2017). «Plantão: Canais passam por problemas técnicos no Sumaré». infoTV.RJ. Consultado em 13 de dezembro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]