TV Vitória (Vitória)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde novembro de 2018). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
TV Vitória
Televisão Vitória S/A
Vitória, Espírito Santo
Brasil
Tipo Comercial
Canais Digital: 38 UHF
Virtual: 6 PSIP
Outros canais 8 (SuperTV e Vitória Cabo)
17 e 517 HD (NET)
306 HD (Sky)

Analógico:
06 VHF (1961-2017)

Sede Bandeira de Vitória.svg Vitória, ES
Slogan A cara da gente
Rede RecordTV
Rede(s) anterior(es)
Fundador Assis Chateubriand
Pertence a Grupo Buaiz
Proprietário Américo Buaiz Filho
Antigo proprietário Diários Associados (1961-1980)
Fundação 8 de setembro de 1961 (57 anos)
Prefixo ZYA 531
Emissoras irmãs
  • Jovem Pan FM Vitória
  • Jovem Pan News Vitória
Cobertura Cobertura - TV Vitória.svg
Página oficial tvvitoria.com.br

TV Vitória é uma emissora de televisão brasileira sediada em Vitória, capital do estado do Espírito Santo. Opera no canal 6 (38 UHF digital) e é afiliada à RecordTV. Foi inaugurada em 8 de setembro de 1961, pelo empresário Assis Chateubriand e pertence atualmente ao Grupo Buaiz.

História[editar | editar código-fonte]

A TV Vitória foi a primeira emissora de televisão do Espírito Santo, sendo inaugurada em 8 de setembro de 1961, no aniversário de 48 anos da capital capixaba, Vitória, pelos Diários Associados. Inicialmente produzia programas locais e retransmitia atrações produzidas pela TV Tupi São Paulo, embrião da Rede Tupi, que surgiu na década seguinte. A emissora foi inaugurada sem concessão para operar, tendo sua situação regularizada apenas em 1979, na gestão do ministro das comunicações Haroldo Corrêa de Mattos.[1]

Com o fim da Rede Tupi em 1980, a TV Vitória foi uma das emissoras Associadas que se livrou da cassação. Após um período com programação independente e a retransmissão de programas produzidos pela Rede de Emissoras Independentes, a TV Vitória se tornou em 1981 uma das primeiras componentes do Sistema Brasileiro de Televisão. Em 1984, os Diários Associados vendem a emissora e a Rádio Vitória (atual Jovem Pan News Vitória) para o Grupo Buaiz, após o empresário João Calmon comprar as cotas dos outros acionistas e revender a emissora para Américo Buaiz Filho. No mesmo ano, a emissora torna-se afiliada à Rede Manchete.[1]

Em 1992, a emissora lança a Rede Vitória de Notícias, que consistia numa parceria com jornais do interior do estado para divulgação de matérias, que eram passadas por telefone por um repórter do jornal local durante a exibição do telejornal, e em troca a TV divulgava o nome dos jornais nos créditos. Essa parceria durou por dois anos, porque os donos de jornais começaram a pedir dinheiro e a empresa não se dispôs a pagar. Em 1.º de outubro de 1998, após dois anos e meio de negociações e o declínio da Rede Manchete, a TV Vitória torna-se afiliada à Rede Record, que encontrava-se em franca expansão pelo país.[1]

Sinal digital[editar | editar código-fonte]

Canal virtual Canal digital Proporção de tela Programação
6.1 38 UHF 1080i Programação principal da TV Vitória / RecordTV

Assim como a TV Gazeta Vitória, a emissora deu início as transmissões da TV digital, em 9 de fevereiro de 2009. A partir dai, Vitória se torna a nona capital a adotar o sistema.

Transição para o sinal digital

Com base no decreto federal de transição das emissoras de TV brasileiras do sinal analógico para o digital, a TV Vitória, bem como as outras emissoras da capital capixaba, cessou suas transmissões pelo canal 06 VHF em 25 de outubro de 2017, seguindo o cronograma oficial da ANATEL. O switch-off aconteceu às 23h59 durante a exibição do programa Gugu.[2]

Programas[editar | editar código-fonte]

Além de retransmitir a programação nacional da RecordTV, atualmente a TV Vitória produz e exibe os seguintes programas:

Diversos outros programas compuseram a grade da emissora e foram descontinuados:

  • Receitas do Chef com Chef Alessandro Eller.
  • Negócios de Sucesso com Roberta Salgueiro;
  • Art et Decor com Anne Carpe;
  • Privilége - com Gisella Nitz
  • Alerta da Redação: Jornalismo, com Juliana Lyra;
  • Alerta ES, com Edu Kopernick;
  • Alerta Geral, com Fernando Fully;
  • Gente que é Destaque, com Saulo Malbar;
  • Gente que é Manchete, com Wesley Sather;
  • Gourmet Vip, com Fabrício Fabre;
  • Jornal do Estado, com Jeane Bilich;
  • Jornal Local, com Priscila Santos;
  • Personalitté, com Andrea Pena; (atualmente apenas no Folha Vitória)
  • Programa Tais Venâncio, com Tais Venâncio
  • Questões a Domicílio, com Tânia Buaiz;
  • Vivendo e Aprendendo, com Isabela Castro;
  • Vitória Fashion, com Vanessa Endringer;
  • Vitória Notícias, com Juliana Lyra e Edu Kopernick
  • Programa Wesley Sather: Entrevista, colunismo social e variedades, com Wesley Sather;
  • Meio Dia Talk Show
  • Meio Dia Notícias
  • Mundo Decor: Decoração, com Roberta Salgueiro
  • Planeta Vestibular
  • Espaço Local
  • Segura Peão
  • Mundo Country
  • Mundo do Campo
  • TV Motor Show
  • Questões a Domicilio
  • Questões de Saúde
  • Repórter Estado
  • Programa Tais Venâncio

Referências

  1. a b c Carvalho, Marcelle de Almeida (1999). «A Evolução do Telejornalismo no Espírito Santo: A busca por uma identidade regional». Faesa. Consultado em 8 de novembro de 2018 
  2. Higa, Paulo (15 de fevereiro de 2016). «Quando a TV analógica será desligada na sua cidade». Tecnoblog. Consultado em 17 de janeiro de 2017 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.