Tabela arco-íris

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Uma tabela arco-íris (do inglês rainbow table) é uma tabela pré-computada para reverter funções hash criptográficas, geralmente para quebrar hashes de senhas. As tabelas são geralmente usadas na recuperação de uma senha (ou números de cartão de crédito, etc.) até um determinado comprimento, que consiste em um conjunto limitado de caracteres. É um exemplo prático de uma troca de espaço-tempo, usando menos tempo de processamento do computador e mais armazenamento do que um ataque de força bruta, que calcula um hash a cada tentativa, mas mais tempo de processamento e menos armazenamento do que uma tabela de pesquisa simples com uma entrada por hash. O uso de uma função de derivação de chave que emprega um sal torna esse ataque inviável.

As tabelas do arco-íris foram inventadas por Philippe Oechslin[1] como uma aplicação de um algoritmo anterior mais simples de Martin Hellman.[1]

É utilizada normalmente para que um ataque contra senhas digeridas seja possível.[2]

Tabela arco-íris simplificada com 3 funções de redução.

Referências

  1. Hellman, M. E. (1980). «A cryptanalytic time-memory trade-off» (PDF). IEEE Transactions on Information Theory. 26 (4): 401–406. CiteSeerX 10.1.1.120.2463Acessível livremente. doi:10.1109/TIT.1980.1056220  Parâmetro desconhecido |citeseerx= ignorado (ajuda)
  2. «A Sim ple Schem e to Make Passwords Based on One-W ay Functions Much Harder to Crack» (PDF). webglimpse.net (em inglês). Consultado em 9 de dezembro de 2016 
Ícone de esboço Este artigo sobre Criptografia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.