Tabocão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Tabocão
  Município do Brasil  
Hino
Apelido(s) "Tabocão"
Gentílico tabocoense
Localização
Localização de Tabocão no Tocantins
Localização de Tabocão no Tocantins
Mapa de Tabocão
Coordenadas 9° 03' 25" S 48° 31' 08" O
País Brasil
Unidade federativa Tocantins
Região metropolitana Guaraí
Municípios limítrofes Rio dos Bois, Guaraí Pedro Afonso, Colméia e Tupirama.
Distância até a capital 165 km
História
Fundação 1955 (66 anos)
Emancipação 20 de fevereiro de 1991 (30 anos)
Aniversário 20 de fevereiro
Administração
Prefeito(a) Wagner Teixeira de Farias (Partido Social Democrático - PSD, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 621,558 km²
População total (IBGE/2010[2]) 2 423 hab.
Densidade 3,9 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000 [3]) 0,688 médio
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 57 475,700 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 26 609,12

Tabocão é um município brasileiro do estado do Tocantins. Localiza-se a uma latitude 09º03'26" sul e a uma longitude 48º31'08" oeste, estando a uma altitude de 0 metros. Sua população estimada em 2004 era de 2.630 habitantes.

História[editar | editar código-fonte]

O povoado de Fortaleza do Tabocão teve origem por volta de 1955, em uma área que era parte da região de Tupirama.[5]

Antonio Teófilo Quirino e Eduardo José de Freitas chegaram ao povoado em dezembro de 1960, encontrando-se com Jaime Barros (conhecido como Barroso), Eva Alves da Silva e Carlota, que já eram residentes do povoado. Todos são considerados os pioneiros no desbravamento da região e fundação do futuro município de Tabocão. Não havia rede de energia elétrica nem qualquer infraestrutura. A primeira instituição de ensino (Escola Isolada de Nova Aurora) foi formada em 3 de março do ano seguinte, sendo depois renomeada para Grupo Escolar Fortaleza do Tabocão e finalmente passando a se chamar Colégio Estadual Major Juvenal Pereira de Sousa.[5]

O trecho da rodovia Belém - Brasília, que chegou à região em 1972, fez com que o desenvolvimento se expandisse, com a melhoria do acesso aos meios de transporte. A vila de Fortaleza do Tabocão, que então pertencia a Guaraí, foi elevada à categoria de município pela Lei Estadual n.º 251, de 20 de fevereiro de 1991.[5]

Em 17 de setembro de 2019, pela Lei Estadual n.º 3.540, o nome do município foi alterado para Tabocão.[5][6] A mudança do nome havia sido decidida em plebiscito votado em 7 de outubro de 2018 junto com a eleição presidencial realizada naquele ano. A proposta foi aceita, tendo recebido 74,83% dos votos a favor da mudança.[7]

Referências

  1. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. a b c d «Tabocão». IBGE Cidades 
  6. «Governador sanciona lei e cidade na região central passa a se chamar apenas Tabocão». Portal G1. 17 de setembro de 2019 
  7. «Moradores de Fortaleza do Tabocão decidem pela mudança do nome da cidade». Portal G1. 7 de outubro de 2018 
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do Tocantins é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.