Tadeo Hájek

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Tadeo Hájek
Médico checo, alquimista e astrônomo
Nascimento 1 de dezembro de 1525
Frisinga, na Checoslováquia
Morte 1 de setembro de 1600
Praga, na Checoslováquia
Nacionalidade  Eslováquia
Ocupação médico
escritor
alquimista
astrônomo
Magnum opus Dialexis de novae e prius incognitae... 1574;
;
Diagramas do Eclipse Típico de Solis... 1550;
;
Prognosticon Astrologicvm Viennense... 1553;
;
Dialexis de novae e prius incognitae... 1574;
;
Descritivo Cometa, qui apparuit... 1577;
;
Thaddaei Hagecii Ab Hayck Epistola... 1580;
;
Thaddaei Hagecii ab Hagek Médico Medici... 1584;
;
De Cervisia, Eiusque Conditiendi Ratione... 1585;
;
Thaddaei Hagecii Ab Hayck Ad secundas... 1679;
;
Trato de Metoposcopia... 1710.
E a estrela de tamanho incomum e da luz esplendorosa do desconhecido, e o homem mais ilustre dentre a aparição da primeira luz, das estrelas, e fora do mesmo tem que ser feito e estabelecido., 1574

Tadeo Hájek, Tadeáš Hájek z Hájku , (também conhecido como Thaddaeus Hagecius , Thaddeus Hájek , Tadeáš Hájek , Thaddeus Nemicus ) (1525-1600) foi um matemático Checa, astrônomo, alquimista [1] , latinista, botânico, geógrafo [2], e um médico pessoal de Rodolfo II. Praga, à época de Rodolfo II (1552-1612), fervilhava em luzes e cores. Ele se cercou dos mais ilustres homens da ciência a que pode ter acesso. Alguns de seus convidados tinham um currículo nada modesto. Homens como Edward Kelley, Tadeo Hájek, John Dee, Martin Ruland, pai e filho, etc. Praga tornara-se o centro europeu das ciências médicas, das ciência ocultas, da música, etc. Foi em Praga que muitos desses homens alcançaram notoriedade. Rodolfo II chegou mesmo a estabelecer um laboratório de alquimia e convidou muitos alquimistas famosos para trabalhar.

Quanto a Tadeo Hájek, seus manuscritos multivolumes em latim tratavam principalmente de astronomia e muitos contemporâneos o viam como o então mais famoso astrônomo daquele tempo. Além de suas obras, Tadeo Hájek recolhia avidamente manuscritos diversos, especialmente os que diziam respeito a Copérnico. Ao longo de sua vida, ele publicou uma série de previsões astronômicas em língua checa e, como resultado, ele foi visto como um ocultista e alquimista, em vez de um grande cientista. Ele viveu e manteve correspondência com John Dee como resultado do interesse mútuo na geometria euclidiana.

Os trabalhos selecionados[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Acta Historiae Neerlandicae IX, R. Baetens, H. Balthazar, H. Dijk, Rosemary Duke, P. J. Kessel, D. J. Roorda, Nicolette Santen-Mout, E. Stols, K. W. Swart, B. A. Sijes, C. A. Tamse
  2. Geographers Biobibliographical Studies, Volume 32, Hayden Lorimer, Charles W. J. Withers
Portal A Wikipédia tem os portais: