Tagima

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Tagima é uma empresa brasileira produtora de guitarras e outros instrumentos musicais. Considerada a primeira marca de guitarra brasileira a produzir em escala mundial.[1]

Guitarras Tagima

História[editar | editar código-fonte]

O nome Tagima é de origem japonesa, proveniente de Seizi Tagima, o fundador da empresa[2] descendente de japoneses que aprendeu a criar guitarras apenas observando o processo. [3] Ela foi fundada em 1970, entretanto, somente em 1978 começou de fato a produzir instrumento em Barueri, e logo em seguida a indústria mudou para a capital paulista.[4] Na década de 1980, iniciou a produção de seus próprios instrumentos como guitarras e baixos. Com sérios problemas Seizi pensava em fechar as portas, mas foi então que em 1996 Seizi decidiu vender a Tagima para Ney Nakamura e a Tagima e passou a fazer parte da Marutec Indústria Comércio Importação Exportação Ltda., mas manteve a ajudar o seu desenvolvimento, tornando-se um notório luthier no mercado brasileiro.

O Responsável por isso foi Seizi Tagima,Seizi passou a década de 80 fabricando guitarras com as próprias mãos pois sua marca ainda era de pequeno porte como uma espécie de Custom shop e aos poucos foi crescendo até que nos anos 90 ela cresceu bem mas devido uma ma administração a Tagima começou falir[5] . Existiram boatos na época que a Tagima havia sido vendida para coreanos, quando na verdade, com a Marutec vieram novos horizontes e guitarras coreanas passaram a ser importados pela Tagima como forma de mais um atrativo custo-benefício para o mercado nacional. Desde então, "Tagima" passou a ser apenas uma marca fantasia, já que a empresa se chama Marutec Em 2003 criaram linha Memphis, importada da China, mas mantiveram a linha Brasil, logicamente. E em 2005, lançaram a linha Special, também importada da China, mas superior à Memphis.

Em 2007, teve uma mudança na empresa, Seizi Tagima saiu, criando sua própria Custom Shop em São Paulo, e foi substituído pelo renomado luthier Márcio Zaganin. Marcio fez uma "reviravolta" na linha, diminuindo o número de modelos e aumentando a qualidade, um bom exemplo é sua nova linha Premium

Em 2010, A Volkswagen fez uma parceria com a Tagima para criar um modelo vintage do Volkswagen Gol, que vem com uma guitarra exclusivamente para a série "gol vintage", serão produzidos cerca de 30 unidades do Gol, celebrando o 30º aniversário do modelo[6] .

O recomeço[editar | editar código-fonte]

Com sérios problemas Seizi pensava em fechar as portas, mas foi então que em 1996 Seizi decidiu vender a Tagima para Ney Nakamura e a Tagima e passou a fazer parte da Marutec Indústria Comércio Importação Exportação Ltda.Existiram boatos na época que a Tagima havia sido vendida para Coreanos quando na verdade não era nada disso com a Marutec vieram novos horizontes e guitarras Coreanas passaram a ser importados pela Tagima como forma de mais um atrativo Custo beneficio para o mercado nacional! Desde então, "Tagima" passou a ser apenas uma marca fantasia, já que a empresa se chama Marutec. Mas o Seizi Tagima continuou na empresa, como responsável pela luthieria e desenvolvimento de novos modelos.Mudou de endereço, aumentou e melhorou a linha, capacitou mais os funcionários e etc. Em 2003 criaram linha Memphis, importada da China, mas mantiveram a linha Brasil, logicamente. E em 2005, lançaram a linha Special, também importada da China, mas superior à Memphis. E alinha Brasil passou a ganhar cada vez mais qualidade. Em 2007, teve uma mudança na empresa, Seizi Tagima saiu, criando sua própria Custom Shop em São Paulo, e foi substituído pelo renomado luthier Márcio Zaganin, que dispensa apresentação.[7]

Endorsers[editar | editar código-fonte]

A tagima tem em seu grupo de endorsers nomes como Juninho Afram, Edu Ardanuy, Cacau Santos, Márcio Eiras, Arthur Maia, Celso Pixinga, Roger Franco, Ricardo Soares entre outros fazem parte do Tagima Dream Team.[8]

TagimaHeadstock(mono)

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.