Takashi Amano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde fevereiro de 2013). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Takashi Amano
Nascimento 18 de julho de 1954
Niigata
Morte 4 de agosto de 2015 (61 anos)
Niigata
Cidadania Japão
Ocupação fotógrafo, naturalista, ciclista de keirin
Causa da morte Pneumonia
Página oficial
http://www.amanotakashi.net/

Takashi Amano (Niigata, 18 de julho de 1954 – Niigata, 4 de agosto de 2015) foi um fotógrafo, designer e aquariofilista. O seu interesse pela aquariofilia levou-o à fundação da empresa japonesa Aqua Design Amano (ADA).

Biografia[editar | editar código-fonte]

Takashi Amano foi uma das pessoas mais influentes no panorama do paisagismo aquático de água doce. Deve-se à sua ação a introdução de conceitos originários dos jardins japoneses, como o Wabi-sabi e os jardins de pedra Zen no hobby. As suas composições aquáticas geralmente envolvem arranjos intricados - tipicamente assimétricos, embora equilibrados - de várias espécies de plantas aquáticas, muitas vezes acentuados por rochas e troncos. As suas paisagens são notáveis na forma como mimetizam a natureza, e podem ser consideradas como uma forma de arte.

Amano também foi o responsável pela popularização do uso de Glossostigma elatinoides e Riccia fluitans no hobby e pela introdução dos camarões como um meio de controlar a população de algas.

A espécie de camarão japonesa conhecida por “Amano Shrimp” ou "Yamato Shrimp" (Caridina japonica) foi batizada em sua honra.

Amano é o autor de Nature Aquarium World, uma série de três livros dedicados ao paisagismo aquático, plantas aquáticas e peixes de água doce. Também publicou "Aquarium Plant Paradise".

Os seus livros são considerados como grandes referências no hobby, sobretudo no nicho dedicado aos aquários plantados.

Morte[editar | editar código-fonte]

Amano morreu vítima de pneumonia, no dia 04 de agosto de 2015, em Niigata no Japão.[1]

Referências