Tanatopraxia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Tanatopraxia é o procedimento que consiste na preparação de um cadáver para o velório ou funeral, assim o corpo não sofrerá, pelo tempo solicitado pelos familiares (e/ou outros), a decomposição natural.[1]

Um dos motivos da tanatopraxia é evitar que o cadáver se transforme num potencial perigo para a higiene e saúde públicas, pois, foi possível registar numerosos casos de acidentes infecciosos provocados por restos mortais em decomposição. Sendo que de facto as bactérias não patogénicas num ser vivo perduram depois da morte.[2]

A fim de evitar a decomposição do corpo, é utilizada a técnica que consiste na aplicação de injeções de produtos bactericidas, com o objetivo de destruir as bactérias existentes, como estabelecer um ambiente asséptico capaz de resistir a uma invasão microbiana.[2]

Corpos mutilados também recebem tratamentos de restauro e cosmética para tentar restituir o aspecto natural dos traços do defunto com o objetivo de atenuar o sofrimento dos familiares.[2]

Referências

  1. Santa Cruz Assistência. «Tanatopraxia». Consultado em 31 de agosto de 2011. 
  2. a b c Ananec.org. «ANANEC - Associação Nacional de Necrópsia e Auxílio a Pessoa». Consultado em 20 de outubro de 2011. 
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.