Tangente (geometria)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Em verde, a reta tangente da circunferência.

Na geometria, a tangente de uma curva em um de seus pontos é uma reta que a toca em um único ponto. Gottfried Wilhelm Leibniz definiu-a como uma linha infinitesimal em relação ao ponto da curva que ela cruza. Em linhas gerais, uma reta se torna tangente de uma curva y = f(x) no ponto x = c, se esta passar pelo par ordenado (c, f(c)) e ter inclinação f(c), na qual f é derivada de f.[1]

Círculos tangentes[editar | editar código-fonte]

Dois círculos de raios não-iguais, tanto no mesmo plano, são referidos como sendo tangentes entre si, se eles se encontram em somente um ponto. Equivalentemente, dois círculos, com raios de ri e centros (xi, yi), para i = 1, 2 são referidos como sendo tangentes entre si se e somente se

  • Dois círculos são externamente tangentes se a distância entre seus centros for igual a soma de seus raios:
  • Dois círculos são internamente tangentes se a distância entre seus centros for igual a diferença de seus raios:[2]

Gráfico[editar | editar código-fonte]

[3]Gráfico.[4]

Referências

  1. J. Edwards (1892). Differential Calculus. London: MacMillan and Co. pp. 143 ff. 
  2. Circles For Leaving Certificate Honours Mathematics Thomas O’Sullivan. 1997
  3. «Confira este exemplo e faça outros com O Monitor». omonitor.io. Consultado em 18 de março de 2016 
  4. «Confira este exemplo e faça outros com O Monitor». omonitor.io. Consultado em 18 de março de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Tangente (geometria)