Tantã (prato)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Um tantã.

O tantã (também escrito “tam-tam”) é um instrumento musical, mais precisamente um idiofone percutido.

O tantã é um prato de grandes dimensões e de maior peso. Fabricado geralmente em bronze, em ligas de cobre e estanho, ou outras ligas, tem quase sempre um formato circular, sendo levemente convexo e com os bordos revirados para o interior. O seu diâmetro varia de 50 a 108 cm. Como não tem nenhuma protuberância saliente no centro (ao contrário do gongo), o tantã produz uma série de harmónicos que fazem com que tenha uma altura indefinida. Esse caráter é reforçado pelo fato de a sua superfície não ser lisa, mas sim martelada.

Pode ser tocado com uma série de martelos, macetas ou baquetas, mas os mais frequentemente usados têm a extremidade forrada a feltro ou a coiro. O tantã encontra-se suspenso em armação própria, por duas cordas, pelo se bordo revirado.

Originário da Sudeste da Ásia, o tantã foi introduzido nas orquestras ocidentais nos fins do séc. XVIII. Alguns compositores usaram-no para obter um som “escuro e tenebroso”.

Ícone de esboço Este artigo sobre instrumento musical é um esboço relacionado ao Projeto Música. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.