Tapeçarias de Pastrana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Tapeçarias de Pastrana: pormenor de Tomada de Arzila.

As chamadas Tapeçarias de Pastrana são um conjunto de tapeçarias de grandes dimensões (11 metros por 4 metros), em e seda.

Celebram episódios da conquista, em 1471, das praças marroquinas de Arzila e Tânger pelas forças de D. Afonso V de Portugal e retratam os seguintes episódios:

  • o desembarque em Arzila
  • o cerco de Arzila
  • a tomada de Arzila
  • a entrada em Tânger

Foram executadas sob encomenda do rei português, sendo essa execução atribuída à oficina de Passchier Grenier em Tournai, hoje na Bélgica.

As tapeçarias encontram-se expostas no museu da Colegiada de Pastrana, em Pastrana, na Espanha. Sofreram intervenção de conservação e restauro em 2009.

Galeria[editar | editar código-fonte]

Desembarque em Arzila Cerco de Arzila
Tomada de Arzila Entrada em Tânger

Bibliografia[editar | editar código-fonte]